China prorroga e reduz tarifa de importação de produtos agrícolas argentinos China prorroga e reduz tarifa de importação de produtos agrícolas argentinos
O Antagonista

China prorroga e reduz tarifa de importação de produtos agrícolas argentinos

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 08.01.2024 20:12 comentários
Mundo

China prorroga e reduz tarifa de importação de produtos agrícolas argentinos

China reduz tarifa de importação de produtos argentinos.

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 08.01.2024 20:12 comentários 0
China prorroga e reduz tarifa de importação de produtos agrícolas argentinos
1

A Secretaria de Agricultura, Pecuária e Pesca do Ministério da Economia da Argentina anunciou que a China optou por prorrogar ou reduzir a tarifa de importação aplicada a 143 produtos do agronegócio argentino. A medida, efetuada pelo Ministério das Finanças chinês, visa oferecer um estímulo ao gasto do consumidor final, além de realizar ajustes em tarifas temporárias de acordo com a evolução da demanda de mercado e sua oferta local.

Bandeiras
Fonte: Getty Imagens

Essa estratégia foi implementada pela China em 2016 para países fornecedores que não mantêm um acordo de livre comércio. Segundo a secretaria argentina, as reduções tarifárias podem aprimorar as condições de acesso ao mercado chinês.

Produtos beneficiados

Dentre os produtos beneficiados com a medida estão lácteos, oleaginosas e suco de laranja. Para os produtos lácteos, a tarifa foi reduzida para 0% para fórmulas infantis lácteas de uso medicinal e mantida em 8% para queijos não frescos. Para fórmulas infantis lácteas comuns, as tarifas variam entre 5% e 0%, enquanto para o soro de leite e a proteína láctea a taxa é de 2% e 5%, respectivamente.

Nas oleaginosas, as tarifas temporárias sobre sementes de linho e de girassol foram mantidas em redução de 15% para 9%. No caso do suco de laranja, a redução de 30% para 20% foi mantida.

Outros produtos na lista que também se beneficiarão da medida incluem ração animal, alimentos para animais de estimação, hortaliças, especiarias, pesca, frutas e madeiras. O objetivo de tais reduções é encorajar a diversidade de produtos no mercado chinês e fomentar o consumo interno.

Impacto nas relações comerciais sino-argentinas

Embora a China tenha implementado essa política em 2016, o impacto de tais medidas no comércio entre a Argentina e a China só agora começa a ser claramente percebido. Ao incentivar a importação de uma variedade de produtos do agronegócio argentino, a China não só diversifica sua oferta de mercado, mas também fortalece seus laços comerciais com a Argentina.

Brasil

Brasil ultrapassa 3 mil mortes por dengue em 2024

24.05.2024 20:44 3 minutos de leitura
Visualizar

Lula é hipócrita até em condolência

Visualizar

Interior paulista tem tempestade de poeira

Visualizar

Lady Gaga revela que se apresentou com Covid em turnê de 2022

Visualizar

Cruzeiro anuncia retorno de Adilson Batista como treinador

Visualizar

J. Teixeira na Crusoé: As falsidades da conversa sobre fake news

Visualizar

< Notícia Anterior

STF é acionado contra regulamentação de imunidade tributária

08.01.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Nave enviada pela NASA para a lua enfrenta problemas

08.01.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Lady Gaga revela que se apresentou com Covid em turnê de 2022

Lady Gaga revela que se apresentou com Covid em turnê de 2022

24.05.2024 20:36 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Millie Bobby Brown se casa com filho de Bon Jovi

Millie Bobby Brown se casa com filho de Bon Jovi

24.05.2024 20:25 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Crusoé: A ascensão e o futuro incerto do partido do presidente do México

Crusoé: A ascensão e o futuro incerto do partido do presidente do México

Caio Mattos, Da Cidade do México
24.05.2024 20:16 4 minutos de leitura
Visualizar notícia
Reino Unido implementa nova legislação de big techs

Reino Unido implementa nova legislação de big techs

24.05.2024 20:10 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.