O Antagonista

Brasil pode liderar a Interpol em eleição histórica

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 25.06.2024 10:02 comentários
Mundo

Brasil pode liderar a Interpol em eleição histórica

Em uma eleição histórica, o Brasil concorre pela primeira vez ao cargo de secretário-geral da Interpol. A candidatura de Valdecy Urquiza pode quebrar o domínio ocidental

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 25.06.2024 10:02 comentários 0
Brasil pode liderar a Interpol em eleição histórica
Reprodução/X

Em um momento chave para a segurança internacional, a Interpol está prestes a decidir quem será o seu próximo secretário-geral. Este ano, a eleição ganha um contorno especial com a inclusão de um candidato brasileiro na lista de possíveis escolhidos para o cargo. Valdecy Urquiza, um experiente delegado da Polícia Federal, representa não apenas o Brasil, mas a possibilidade de uma liderança emergente de fora dos tradicionais eixos de poder da Europa e América do Norte.

O processo eleitoral que ocorre nesta terça-feira (25) é de suma importância, pois define a liderança operacional da organização pelos próximos cinco anos. Os membros do comitê executivo, formado por 13 países, têm a responsabilidade de avaliar os candidatos propostos e escolher quem, ao final, será submetido à aprovação na assembleia geral da Interpol, onde 195 países têm a palavra final.

O papel do Brasil na disputa pela liderança da Interpol

Valdecy Urquiza já ocupa posições de destaque, sendo o diretor de cooperação internacional da PF e o vice-presidente da Interpol nas Américas. Sua candidatura é emblemática, representando um passo significativo para a diversificação geográfica na liderança de uma das mais importantes organizações de cooperação policial do mundo.

Quem é Valdecy Urquiza?

Com extensa carreira na Polícia Federal, Urquiza vem desempenhando papéis cruciais no campo da cooperação internacional. Sua experiência é vista como fundamental para enfrentar os complexos desafios globais da atualidade que envolvem segurança e combate ao crime transnacional.

Qual a importância desta eleição para a cooperação internacional?

A escolha do novo secretário-geral da Interpol não é apenas uma questão de quem irá liderar, mas também de que direção a organização tomará nos próximos anos. A presença de um líder do hemisfério sul pode trazer novas perspectivas e estratégias no combate ao crime internacional, especialmente considerando o dinamismo e os desafios específicos enfrentados por estas nações.

Ao avaliarmos o impacto que a eleição de um não europeu ou norte-americano para o cargo de secretário-geral pode ter, percebe-se que o resultado desta eleição é aguardado com grande expectativa. Ele não só marcará um precedente importante na história da organização, mas também poderá redefinir estratégias de combate ao crime a nível global. O mundo observa atento, enquanto aguarda o desfecho desta eleição histórica.

Mais Lidas

1

Haddad descobre uma das únicas coisas que funcionam no Brasil, o meme

Visualizar notícia
2

Atirador avisou: "13 de julho será minha estreia"

Visualizar notícia
3

Crusoé: Líderes democratas no Congresso pediram a Biden que desistisse, diz imprensa

Visualizar notícia
4

Bruninho Samudio, filho de Bruno e Eliza, assina com o Botafogo

Visualizar notícia
5

Governo Lula faz as contas para reduzir rombo

Visualizar notícia
6

Em discurso emocional, JD Vance defende trabalhadores americanos

Visualizar notícia
7

"Israel deve focar em túneis e quebrar espinha dorsal do Hamas"

Visualizar notícia
8

Segundo 7 de Setembro de Lula poderá custar até R$ 7,4 milhões

Visualizar notícia
9

Receita intercepta carga de cocaína avaliada em R$ 90 milhões

Visualizar notícia
10

Candidatura de Ricardo Nunes à reeleição será homologada no sábado

Visualizar notícia

Tags relacionadas

brasileiro chefe delegado Interpol
< Notícia Anterior

Peeling de fenol é proibido pela Anvisa

25.06.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Shineray revela planos para moto Custom de baixo custo no Brasil

25.06.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Venezuela a 10 dias das "eleições". Fim do chavismo?

Venezuela a 10 dias das "eleições". Fim do chavismo?

18.07.2024 08:36 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Primeira-Ministra Italiana processa jornalista por comentários sobre altura

Primeira-Ministra Italiana processa jornalista por comentários sobre altura

18.07.2024 08:08 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Incêndio em loja na China deixa 16 mortos

Incêndio em loja na China deixa 16 mortos

18.07.2024 08:07 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Fã faz tatuagem de Trump ferido após atentado em comício

Fã faz tatuagem de Trump ferido após atentado em comício

18.07.2024 07:54 2 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.