"As críticas ao TPI têm razoabilidade", diz Dorival Guimarães "As críticas ao TPI têm razoabilidade", diz Dorival Guimarães
O Antagonista

“As críticas ao TPI têm razoabilidade”, diz Dorival Guimarães a Crusoé

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 24.05.2024 12:50 comentários
Entrevista

“As críticas ao TPI têm razoabilidade”, diz Dorival Guimarães a Crusoé

O advogado e coordenador da Skema Business School explica por que discorda da atitude do procurador Karim Khan de colocar o Estado de Israel e o Hamas no mesmo pedido de mandados de prisão

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 24.05.2024 12:50 comentários 0
“As críticas ao TPI têm razoabilidade”, diz Dorival Guimarães a Crusoé
Reprodução

O advogado e coordenador da Skema Business School, em Belo Horizonte, Dorival Guimarães Pereira Jr. concorda com as críticas feitas ao Tribunal Penal Internacional, TPI, por políticos de Israel e dos Estados Unidos.

Essas críticas têm um fundo de verdade e de razoabilidade à medida que, primeiro, nós estamos tratando de uma resposta que foi dada pelo Estado de Israel a um ataque do grupo terrorista, o Hamas. A partir do momento em que se solicita a expedição de mandados de prisão de representantes de um Estado soberano e de um grupo terrorista, acaba se colocando em proporcionalidade as medidas coercitivas contra esses atores. Nesse sentido, acredito que, sim, a medida gera essa ideia de igualdade entre agentes completamente diferentes, com funções completamente diferentes, o Estado de Israel e o Hamas“, diz Guimarães Pereira Jr.

Na segunda, 20, o procurador Karim Khan, do TPI, solicitou mandados de prisão contra o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu, contra o ministro de Defesa israelense, Yoav Gallant, e contra três chefões do grupo terrorista Hamas: Yahya Sinwar, Mohmmamed Deif e Ismail Haniyeh.

Para Guimarães Pereira Jr., faria mais sentido se o procurador tivesse pedido mandados de prisão contra os líderes do Hamas antes, uma vez que os crimes cometidos pelo grupo terrorista no atentado do dia 7 de outubro, que deixou 1.200 mortos, foram bem documentados.

As acusações de crimes contra Netanyahu e Gallant, na Faixa de Gaza, são baseadas em situações que ocorreram depois e que exigem uma análise mais cuidadosa.

Khan acusou os líderes israelenses de atos deliberados contra a população civil, como o corte de água e de eletricidade.

“As provas relativas aos atos perpetrados pelo Hamas são indubitáveis. Por outro lado, alguns dos argumentos que são utilizados pelo procurador do Tribunal Penal Internacional dependem de uma prova que é de difícil ou dificílima produção. Por exemplo, como se comprova que houve, por parte do Estado de Israel, um impedimento deliberado e voluntário do fornecimento de água se, muitas vezes, Israel fazia isso porque sabia que o Hamas utiliza dos canos para a fabricação de foguetes? Essa produção de provas na Faixa de Gaza é muito difícil‘, diz Guimarães Pereira Jr.

Leia mais aqui; assine Crusoé e apoie o jornalismo independente.

Opinião

Cancelamento do Nubank: público já percebe que ataques são orquestrados

Madeleine Lacsko
20.06.2024 19:30 3 minutos de leitura
Visualizar

Batida frontal de trens no Chile deixa 2 mortos e vários feridos

Visualizar

Crusoé: A "profunda decepção" dos EUA com Netanyahu

Visualizar

Torcedores do Corinthians fazem protesto inflamado

Visualizar

Vasco demite o técnico Álvaro Pacheco

Visualizar

Famosos que já tiveram suas fotos na prisão vazadas

Visualizar

Tags relacionadas

Benjamin Netanyahu Crusoé Entrevistas Hamas Israel Karim Khan TPI
< Notícia Anterior

O agro do Rio Grande do Sul ainda não viu o ministro Carlos Fávaro

24.05.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Enchentes no RS causam impacto bilionário a seguradoras

24.05.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Batida frontal de trens no Chile deixa 2 mortos e vários feridos

Batida frontal de trens no Chile deixa 2 mortos e vários feridos

20.06.2024 19:18 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Crusoé: A "profunda decepção" dos EUA com Netanyahu

Crusoé: A "profunda decepção" dos EUA com Netanyahu

20.06.2024 19:18 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Famosos que já tiveram suas fotos na prisão vazadas

Famosos que já tiveram suas fotos na prisão vazadas

20.06.2024 18:50 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Sabrina carpenter corta franja após desgosto

Sabrina carpenter corta franja após desgosto

20.06.2024 18:30 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.