Alexandre Soares na Crusoé: O mundo woke, por trás das câmeras Alexandre Soares na Crusoé: O mundo woke, por trás das câmeras
O Antagonista

Alexandre Soares na Crusoé: O mundo woke, por trás das câmeras

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 26.04.2024 21:22 comentários
Mundo

Alexandre Soares na Crusoé: O mundo woke, por trás das câmeras

Queremos ver pelo menos uma boa história de vez em quando que se passe em algum ambiente parecido com aquele em que a gente vive

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 26.04.2024 21:22 comentários 0
Alexandre Soares na Crusoé: O mundo woke, por trás das câmeras
Fonte: Reprodução/Redes Sociais

Talvez você não se interesse pelo audiovisual brasileiro. Talvez você não veja filmes brasileiros, nem séries brasileiras, nem nada. Mas sou capaz de apostar que a maioria das pessoas que está me lendo ainda tenta ver alguma coisa ou outra, mesmo que quase sempre largue no meio. A tendência a querer dar uma chance ao audiovisual brasileiro é grande, como é a tendência a dar uma chance a alguém que acabou de sair da cadeia. E ela sobrevive a muitos choques com a realidade brutal.

Queremos ver pelo menos uma boa história de vez em quando que se passe em algum ambiente parecido com aquele em que a gente vive. Em que as pessoas não comam em diners e não vivam nessas casas gigantescas de americanos. Em que policiais da divisão de homicídio não andem pelas ruas carregando copos de café. Os streamings sabem que existe essa vontade, e por isso continuam colocando no ar as coisas que eles colocam no ar, sem ligar para a qualidade. Eles sabem que as pessoas vão pelo menos começar a ver essas coisas — por piedade, por vício, por curiosidade mórbida. Por que está lá. Além disso algumas pessoas têm o horror da incompletude, e quando começam a ver uma coisa, terminam. Se calhar é por causa dessas pessoas que o audiovisual brasileiro ainda existe.

Resolvi falar do audiovisual brasileiro porque trabalhei durante quinze anos nele. Dez anos atrás era um ambiente menos maluco. Cinco anos atrás, até. Era tudo um tanto incompetente, e sujeito às vaidades monstruosas dos executivos de canal. Já havia ideologia em excesso, é claro, e todo mundo que trabalhava à minha volta (menos meu parceiro de escrita e um único roteirista que eu conhecia) era de esquerda, e tentava enfiar umas esquerdices na história em alguns momentos aleatórios.

Mas ainda era possível vender uma história normal sobre pessoas normais, e ainda era possível que os canais ou os streamings comprassem essa história e mandassem produzir.

Hoje não,…

Leia mais em Crusoé

Brasil

Moraes decreta prisão preventiva de réu do 8/1 porque outros fugiram

23.05.2024 15:14 3 minutos de leitura
Visualizar

Seif é flagrado em jantar de ministros e ex-integrantes do TSE

Wilson Lima Visualizar

Senado aprova PL que cria espaço para comunidade LGBTQIA+ nos presídios

Visualizar

Um dos epicentros da tragédia no RS é alvo de disputa entre Lula e Bolsonaro

Visualizar

Lula sinaliza veto ao fim da isenção das blusinhas da Shein

Wesley Oliveira Visualizar

Sasha Meneghel lança sua própria marca de roupas: Mondepars

Visualizar

Tags relacionadas

Crusoé
< Notícia Anterior

Onde de violência contra brasileiros na Irlanda faz nova vítima

26.04.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Ilha de Cultura: Uma educação argentina e brasileira, com Fabio Giambiagi

26.04.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

A carta da irmã de uma refém do Hamas após o vídeo do sequestro

A carta da irmã de uma refém do Hamas após o vídeo do sequestro

Felipe Moura Brasil
23.05.2024 13:50 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Taylor Swift faz Governo dos EUA abrir processo contra a Live Nation

Taylor Swift faz Governo dos EUA abrir processo contra a Live Nation

23.05.2024 12:57 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Crusoé: Mileipalooza

Crusoé: Mileipalooza

23.05.2024 12:09 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Obra de Bacon de €5 Milhões roubada em Madrid é recuperada

Obra de Bacon de €5 Milhões roubada em Madrid é recuperada

23.05.2024 10:53 2 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.