África do Sul é "braço jurídico do Hamas", diz Israel África do Sul é "braço jurídico do Hamas", diz Israel
O Antagonista

África do Sul é “braço jurídico do Hamas”, diz Israel

avatar
Alexandre Borges
2 minutos de leitura 11.01.2024 10:59 comentários
Mundo

África do Sul é “braço jurídico do Hamas”, diz Israel

Israel acusou a África do Sul de funcionar como "braço jurídico do Hamas", em resposta às alegações sul-africanas de genocídio contra os palestinos em Gaza, apresentadas no Tribunal Internacional de Justiça, em Haia.

avatar
Alexandre Borges
2 minutos de leitura 11.01.2024 10:59 comentários 0
África do Sul é “braço jurídico do Hamas”, diz Israel
Foto: Reprodução/Instagram

Israel acusou a África do Sul de funcionar como “braço jurídico do Hamas”, em resposta às alegações sul-africanas de genocídio contra os palestinos em Gaza, apresentadas no Tribunal Internacional de Justiça, em Haia.

O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores de Israel, Lior Haiat, afirmou que a África do Sul está ignorando as ações do Hamas, que incluíram a invasão de Israel e a realização de atos hediondos contra cidadãos israelenses. Haiat descreveu as ações da África do Sul como “uma das maiores demonstrações de hipocrisia da história”.

O que dizem os dois lados

A defesa de Israel no Tribunal Internacional de Justiça em Haia argumenta que as baixas civis foram o resultado não intencional dos esforços para combater o Hamas. Israel enfatiza as medidas tomadas para minimizar as baixas civis, como a distribuição de milhões de panfletos e o envio de mensagens para civis em Gaza, instando todos a evacuar áreas de combate priorizadas pelas Forças de Defesa de Israel.

A África do Sul alega que as operações militares de Israel em Gaza são genocidas por natureza e violam a Convenção de Genocídio de 1948. O país africano afirma que Israel está deliberadamente impondo condições aos palestinos em Gaza calculadas para levar à destruição física daquela população.

Críticos argumentam que a África do Sul, ao se alinhar com o Hamas e acusar Israel de genocídio, está explorando o direito internacional para fins políticos. Essa situação levou a uma deterioração nas relações diplomáticas entre Israel e a África do Sul, com ambos os países retirando seus respectivos diplomatas.

BBC se desculpa por errar contra Israel (de novo)

Membros da UNRWA comemoram o Massacre de 7 de Outubro

Análise

Os maiores adversários para Lula em 2026

Rodolfo Borges
24.05.2024 20:04 3 minutos de leitura
Visualizar

Guia completo do Simples Nacional para Micro e Pequenas Empresas

Visualizar

Funcionários de Pet shop abandonam animais para “salvar” equipamentos de enchente

Visualizar

Bolsa Família 2024: Evite suspensões atualizando seu cadastro

Visualizar

Megaoperação em SP apreende 85 mil vapes

Visualizar

John Textor planeja vender o time Crystal Palace

Visualizar

< Notícia Anterior

África do Sul e Israel se enfrentam perante órgão da ONU

11.01.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Abusos contra crianças: 52% dos crimes no Reino Unido são cometidos por menores

11.01.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Alexandre Borges

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Deslizamento catastrófico em Papua-Nova Guiné

Deslizamento catastrófico em Papua-Nova Guiné

24.05.2024 18:59 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
EUA restringem importação da Austrália por gripe aviária

EUA restringem importação da Austrália por gripe aviária

24.05.2024 18:39 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Coreia do Sul e Japão sancionam Rússia e Coreia do Norte

Coreia do Sul e Japão sancionam Rússia e Coreia do Norte

24.05.2024 18:33 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Entenda a exclusão de Taiwan na reunião da OMS

Entenda a exclusão de Taiwan na reunião da OMS

24.05.2024 18:23 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.