Acordo de cessar-fogo de seis semanas pela libertação de reféns avança Acordo de cessar-fogo de seis semanas pela libertação de reféns avança
O Antagonista

Acordo de cessar-fogo de seis semanas pela libertação de reféns avança

avatar
Alexandre Borges
3 minutos de leitura 31.01.2024 08:24 comentários
Mundo

Acordo de cessar-fogo de seis semanas pela libertação de reféns avança

Israel e Hamas trabalham em acordo que pode incluir a libertação de todos os reféns israelenses

avatar
Alexandre Borges
3 minutos de leitura 31.01.2024 08:24 comentários 0
Acordo de cessar-fogo de seis semanas pela libertação de reféns avança
Foto: Captura de Tela

Segundo matéria do jornal The Washington Post, avança a negociação por um acordo, mediado pelos Estados Unidos, Qatar e Egito, que propõe uma pausa de seis semanas nos confrontos, com a libertação de todos os reféns civis mantidos por Hamas.

Em troca, Israel liberaria prisioneiros palestinos, seguindo a proporção de três prisioneiros por refém. Este acordo também envolve o reposicionamento temporário das tropas israelenses e um aumento significativo da ajuda humanitária à região.

O acordo, descrito como um “esboço” de duas a três páginas, prevê pausas subsequentes após as seis semanas iniciais. Durante estas pausas, espera-se a liberação de militares israelenses capturados e os corpos dos reféns falecidos. Segundo autoridades israelenses, ainda há 109 reféns em cativeiro, incluindo idosos e crianças, além dos corpos de 27 pessoas.

David Barnea, líder da organização de inteligência israelense Mossad, e Ronen Bar, chefe do serviço de inteligência interna Shin Bet, estiveram presentes nas negociações em Paris, juntamente com o Diretor da CIA William J. Burns, o chefe da inteligência egípcia Abbas Kamel e o Primeiro-Ministro do Qatar Mohammed bin Abdulrahman Al Thani.

A proposta, que ainda precisa ser aprovada pelos líderes militares do Hamas na Faixa de Gaza, foi finalizada em Paris e transmitida ao Hamas pelo Egito. Posteriormente, Mohammed viajou a Washington para discussões com o Secretário de Estado Antony Blinken e com o assessor de segurança nacional da Casa Branca, Jake Sullivan.

As negociações são delicadas e estão em estágios iniciais. Autoridades, que revelaram detalhes das tratativas sob condição de anonimato ao jornal americano, enfatizaram que um acordo concreto ainda levará tempo para se concretizar. Embora Israel tenha concordado com o esboço do acordo, espera-se desacordos sobre detalhes específicos.

Um acordo anterior, em novembro, envolveu a troca de reféns por prisioneiros durante uma pausa de uma semana nos combates. No entanto, a luta intensa foi retomada rapidamente. Negociadores israelenses expressaram interesse em novas conversas com o Hamas após a morte acidental de três reféns israelenses pelas Forças de Defesa de Israel em dezembro.

Diversos detalhes podem complicar a nova proposta, incluindo a seleção dos prisioneiros palestinos a serem libertados por Israel e o número exato de soldados israelenses mantidos como reféns em Gaza. Ambos os lados já estabeleceram posições públicas inegociáveis. O Primeiro-Ministro israelense, Benjamin Netanyahu, reiterou que a retirada das Forças de Defesa de Israel da Faixa de Gaza e a liberação de milhares de terroristas não ocorrerão.

Os representantes políticos do Hamas também estabeleceram condições públicas para um acordo, exigindo uma paralisação completa dos conflitos e a retirada de Israel de todas as partes da Faixa de Gaza. As negociações sobre um acordo pós-guerra para Gaza também estão em andamento, mas avançam lentamente.

Esportes

Athletico-PR vence o Danubio pela Sul-Americana e segue 100%

24.04.2024 23:00 3 minutos de leitura
Visualizar

Botafogo vence o Universitario pela Libertadores com golaço de Luiz Henrique

Visualizar

Flamengo na Libertadores: Tite faz mudanças de última hora na escalação

Visualizar

O cinismo de André Janones sobre rachadinha

Visualizar

PC-RJ indicia suspeitos por assassinato de advogado a queima roupa

Visualizar

20 toneladas de queijo sao apreendidas em Minas Gerais

Visualizar

Tags relacionadas

Hamas Israel
< Notícia Anterior

Concurso da Petrobras 2024: inscrições que foram prorrogadas se encerram nessa 4°feira

31.01.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Esquema ilegal de monitoramento de veículos é desmantelado pela Polícia Civil do DF

31.01.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Alexandre Borges

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Reino Unido e Alemanha assinam acordo de defesa

Reino Unido e Alemanha assinam acordo de defesa

24.04.2024 20:46 4 minutos de leitura
Visualizar notícia
Coreia do Norte amplia força militar desafiando EUA

Coreia do Norte amplia força militar desafiando EUA

24.04.2024 20:14 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
CEO do TikTok espera derrubar proibição dos EUA

CEO do TikTok espera derrubar proibição dos EUA

24.04.2024 19:52 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Meta enfrenta queda de ações após apostar pesado em IA

Meta enfrenta queda de ações após apostar pesado em IA

24.04.2024 19:42 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.