O Antagonista

“A Rússia não quer paz, mas Ucrânia quer; justa, sem subjugação”

avatar
Redação O Antagonista
4 minutos de leitura 26.06.2024 14:57 comentários
Mundo

“A Rússia não quer paz, mas Ucrânia quer; justa, sem subjugação”

Uma nova sede da Otan deverá ser criada na Alemanha para a gestão da assistência militar enviada a Kiev pelos países da aliança.

avatar
Redação O Antagonista
4 minutos de leitura 26.06.2024 14:57 comentários 0
“A Rússia não quer paz, mas Ucrânia quer; justa, sem subjugação”
Reprodução/Instagram

Uma nova sede da Otan deverá ser criada na Alemanha para a gestão da assistência militar enviada a Kiev pelos países da aliança. O projeto visa demonstrar o compromisso da Otan para com a Ucrânia a longo prazo, bem como representar uma possível “ponte” para a futura e possível adesão de Kiev.

O chanceler alemão, Olaf Scholz, reiterou, porém, num discurso no Bundestag, que a Otan não se tornará parte do conflito na Ucrânia: “Não cruzamos nem cruzaremos esta linha”, concluiu Scholz, sublinhando como a próxima cimeira da Aliança desempenhará um papel importante na coordenação de esforços para ajudar a Ucrânia, incluindo a formação de militares ucranianos.

Em seu perfil no X o chanceler Alemão compartilhou trechos do seu discurso com a seguinte legenda: “A Rússia não quer a paz – mas a Ucrânia quer: justa, sem subjugação e sem medo de novas agressões.

Nas últimas 24 horas, os militares russos bombardearam 20 assentamentos na região de Donetsk, matando uma pessoa e ferindo pelo menos nove, segundo o chefe regional Vadym Filashkin. Cerca de 250 pessoas foram evacuadas de suas casas na região de Donetsk desde terça-feira, disseram autoridades.

Empreiteiros do Pentágono na Ucrânia?

Os Estados Unidos estão avançando no sentido de suspender uma proibição de longa data contra o envio de empreiteiros militares americanos para a Ucrânia, disseram quatro autoridades norte-americanas.

A medida marcaria uma mudança significativa na política da administração Biden para a Ucrânia, à medida que Washington procura formas de acelerar a manutenção e reparação dos sistemas de armas utilizados pelos militares ucranianos para os ajudar a defender-se da invasão russa.

A política ainda está sendo elaborada pelas autoridades dos EUA e ainda não recebeu a aprovação final do presidente Joe Biden, disseram as autoridades.

“Não tomamos nenhuma decisão e qualquer discussão sobre isso é prematura”, disse um funcionário do governo. “O presidente está absolutamente firme em não enviar tropas dos EUA para a Ucrânia”, acrescentou.

Se for aprovada, a mudança provavelmente entrará em vigor este ano, disseram as autoridades, permitindo ao Pentágono fornecer contratos a empresas americanas para trabalharem dentro da Ucrânia pela primeira vez desde a invasão russa em 2022.

Nos últimos dois anos, a Casa Branca tem insistido que todos os americanos, especialmente as tropas norte-americanas, se mantenham longe das linhas da frente ucranianas.

Kim Jong-un vai enviar pessoal para territórios ucranianos?

A Coreia do Norte planeja enviar forças de reconstrução e engenharia para os territórios ucranianos ocupados pela Rússia a partir de julho, segundo a rede a cabo sul-coreana TV Chosun.

Pyongyang fornece armas desde 2023, mas ainda não fornece soldados. Se a Coreia do Norte decidir enviar tropas para lutar pela Rússia na Ucrânia, as suas forças serão usadas como “bucha de canhão”, disse o porta-voz do Pentágono, Pat Ryder, num briefing na terça-feira, 25 de junho. «Se eu fosse a liderança do pessoal militar da Coreia do Norte, questionaria a minha escolha de enviar as minhas forças como bucha de canhão numa guerra ilegal contra a Ucrânia. E vimos o tipo de baixas das forças russas”, acrescentou Ryder.

Na semana passada, os ditadores Vladimir Putin e Kim Jong-un, assinaram o “Tratado de Parceria Estratégica Abrangente” em Pyongyang, que compromete as partes a fornecerem-se mutuamente todos os meios de assistência militar e outra, sem demora, em caso de ataque. e guerra. O tratado não menciona o conflito da Rússia com a Ucrânia e não há indicação imediata de que a Coreia do Norte deva enviar tropas.

Mais Lidas

1

TSE vai endossar farsa eleitoral de Maduro por Lula?

Visualizar notícia
2

É tudo culpa da Casa Civil

Visualizar notícia
3

Luiz Inácio “biruta de aeroporto” da Silva

Visualizar notícia
4

Se a ideologia woke fosse uma pessoa, seria Kamala Harris

Visualizar notícia
5

Inspirado por Biden, Datena ensaia ‘datenar’

Visualizar notícia
6

"Democratas colhem o que plantaram"

Visualizar notícia
7

Atletas zombam da falta de conforto na Vila Olímpica

Visualizar notícia
8

Celso Amorim é mais que “observador” da farsa eleitoral de Maduro

Visualizar notícia
9

Kamala Harris recusa convite para presidir sessão com Netanyahu

Visualizar notícia
10

Censura na EBC na mira da Câmara

Visualizar notícia

Tags relacionadas

Alemanha Guerra Ucrânia OTAN
< Notícia Anterior

Quanto custa uma decisão de um desembargador suspeito?

26.06.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Gilmar rebate Pacheco: "STF não invadiu competência"

26.06.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

O Antagonista é um dos principais sites jornalísticos de informação e análise sobre política do Brasil. Sua equipe é composta por jornalistas profissionais, empenhados na divulgação de fatos de interesse público devidamente verificados e no combate às fake news.

Suas redes

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

"Israel está prestes a descobrir quão revoltante a esquerda democrata se tornou"

"Israel está prestes a descobrir quão revoltante a esquerda democrata se tornou"

Alexandre Borges
23.07.2024 11:42 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Crusoé: Radicalismo de Kamala é obstáculo nos EUA que decidirão eleição

Crusoé: Radicalismo de Kamala é obstáculo nos EUA que decidirão eleição

23.07.2024 11:39 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Calor impacta funções cognitivas e emoções, mostram pesquisas

Calor impacta funções cognitivas e emoções, mostram pesquisas

23.07.2024 11:04 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Sobrenomes que podem pedir cidadania italiana

Sobrenomes que podem pedir cidadania italiana

23.07.2024 10:17 4 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.