O Antagonista

Crusoé: Roberto Livianu, contra a ampliação do foro privilegiado

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 05.04.2024 12:09 comentários
Entrevista

Crusoé: Roberto Livianu, contra a ampliação do foro privilegiado

O presidente do Instituto Não Aceito Corrupção explica por que é contra a ideia de julgar pessoas que não ocupam mais cargos com foro por prerrogativa de função

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 05.04.2024 12:09 comentários 0
Crusoé: Roberto Livianu, contra a ampliação do foro privilegiado
Arte: O Antagonista

O presidente do Instituto Não Aceito Corrupção, Roberto Livianu, critica em conversa no Crusoé Entrevistas o movimento dentro do Supremo Tribunal Federal, STF, para ampliar o foro privilegiado, que no Brasil inclui quase 54 mil pessoas.

Um dos principais defensores dessa ideia é o ministro Gilmar Mendes, que votou na sexta-feira, 29 de março, para que o foro por prerrogativa de função seja ampliado de modo a abranger o julgamento de crimes em tribunais específicos, mesmo após o fim da ocupação do cargo público.

Livianu discorda da proposta e defende que as pessoas que não ocupam mais cargos importantes não sejam julgadas no STF.

Um ex-deputado deve ser julgado pelos juízes estaduais e federais. Eles (os juízes) foram escolhidos em concursos meritocráticos. Quando se transfere esse julgamento para o foro privilegiado, a consequência é que se suprime o duplo grau de jurisdição e a isonomia, que diz que todos são iguais perante a lei, além de abarrotar o STF com uma massa de processos de ex-ocupantes de cargos públicos“, diz Livianu.

Em 2018, o STF entendeu que o tribunal deveria analisar apenas os crimes cometidos durante o exercício do mandato, em casos relacionados aos cargos dos seus ocupantes. Seis anos depois, a mesma Corte busca fazer o caminho inverso, incluindo entre os réus pessoas que já não ocupam mais esses cargos.

Segundo Livianu, um dos problemas de mudar novamente a jurisprudência é que o STF ficaria abarrotado de processos. “Quando há uma sobrecarga, o STF tem dificuldade em cumprir a sua missão, que é de julgar as Ações Diretas de Inconstitucionalidade, as Ações de Descumprimento de Preceito Fundamental e os recursos extraordinários“, diz Livianu.

O excesso de processos no STF, segundo ele, faz com que os processos criminais acabassem prescrevendo.

Leia mais aqui; assine Crusoé e apoie o jornalismo independente.

Mais Lidas

1

Governo Lula vai gastar R$ 1 milhão em trajes ‘anti-8 de janeiro’

Visualizar notícia
2

Diante de nova derrota, Fazenda estuda compensação por desoneração

Visualizar notícia
3

Bombardeiros russos e chineses interceptados pela OTAN no Alasca

Visualizar notícia
4

Revendo a revisão de gastos

Visualizar notícia
5

Se o Brasil é Gaza, como disse Lula, quem seria o nosso Hamas?

Visualizar notícia
6

Prévia da inflação oficial surpreende e sobe mais que esperado

Visualizar notícia
7

Mais um membro da elite russa "cai da janela"

Visualizar notícia
8

Câmara dos EUA cria força-tarefa para investigar atentado a Trump

Visualizar notícia
9

Saúde retomará megalicitação de R$ 840 mi com riscos de superfaturamento

Visualizar notícia
10

Eleição em Campo Grande opõe ex-ministros de Bolsonaro

Visualizar notícia

Assine nossa newsletter

Inscreva-se e receba o conteúdo do O Antagonista em primeira mão!

Tags relacionadas

Crusoé Crusoé Entrevistas foro privilegiado Gilmar Mendes Instituto Não Aceito Corrupção Roberto Livianu
< Notícia Anterior

Ivan Sant'Anna na Crusoé: O dinheiro estaria perdendo o valor?

05.04.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Terremoto atinge Nova York

05.04.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

"Câmeras ajudam a profissionalizar a polícia", diz Carolina Ricardo a Crusoé

"Câmeras ajudam a profissionalizar a polícia", diz Carolina Ricardo a Crusoé

07.06.2024 14:24 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
"O Judiciário é o principal problema da nossa democracia", diz Marina Helena a Crusoé

"O Judiciário é o principal problema da nossa democracia", diz Marina Helena a Crusoé

31.05.2024 11:40 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Crusoé: Moro promete “oposição firme” ao PT, sem populismo

Crusoé: Moro promete “oposição firme” ao PT, sem populismo

24.05.2024 13:51 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
"As críticas ao TPI têm razoabilidade", diz Dorival Guimarães a Crusoé

"As críticas ao TPI têm razoabilidade", diz Dorival Guimarães a Crusoé

24.05.2024 12:50 2 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.