Vitru, brasileira que abandonou Nasdaq por B3, ignora mau humor Vitru, brasileira que abandonou Nasdaq por B3, ignora mau humor
O Antagonista

Vitru, brasileira que abandonou Nasdaq por B3, ignora mau humor

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 10.06.2024 18:57 comentários
Economia

Vitru, brasileira que abandonou Nasdaq por B3, ignora mau humor

Vitru estreou com alta de mais de 12%. Empresa tem 26% do mercado privado de Ensino à Distância e valor de mercado na casa de 1,5 bilhão de reais

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 10.06.2024 18:57 comentários 0
Vitru, brasileira que abandonou Nasdaq por B3, ignora mau humor
Foto: Reprodução/B3

As ações da Vitru, empresa de educação à distância, estrearam na bolsa brasileira com alta de mais de 12% nesta segunda-feira, 10. Os papeis, que por quatro anos foram negociados na bolsa de teconologia Nasdaq, não deram atenção ao pessimismo local e marcaram uma das maiores altas do dia.

A Vitru controla as marcas Uniasselvi e UniCesumar, e passou a ser negociada na B3 nesta segunda-feira. 10. De acordo com informações da empresa, a mudança foi motivada por uma maior proximidade com os investidores locais.

O desempenho das ações da nova empresas de educação listada na bolsa brasileiro contrastou com os papéis das companhias do setor durante a sessão. Yduqs (-1,76%), Cruzeiro do Sul Educadcional (-2,68%), Anima (-1,16%) e Cogna (-0,56%) encerraram as negociações em queda.

O pessimismo local com o risco fiscal e a confusão causada por rumores sobre falas em reunião fechada com o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, pressionaram os juros curtos e também parecem ter afetado o setor.

A única exceção, além da Vitru, ficou com a Ser Educacional, cujas ações avançaram 6,29% .

A Vitru estreou na bolsa no chamado Novo Mercado, segmento que exige o atendimento de uma série de requisitos de governança e é considerado o mais da bolsa brasileira. Por ter começado a ser negociado agora, o papel da empresa de educação à distância, ainda não está inserido em nenhum índice da bolsa brasileira, mas pode aparecer em breve nas listagens conforme as revisões forem acontecendo.

Na bolsa americana, a empresa brasileira estava avaliada em cerca de 1,5 bilhão de reais, o que a coloca próxima das duas maiores companhias do setor em valor de mercado: a Yduqs e a Cogna, ambas na casa dos 3 bilhões de reais.

A Vitru é considerada uma das maiores de ensino à distância do Brasil, com 26% do mercado privado de EAD, de acordo com nota da B3. São quase um milhão de alunos e mais de mil médicos formados. A empresa fez seu IPO (oferta pública inicial de ações) naNasdaq em 2020 e, agora, em uma reorganização societária, transferiu a listagem para o Brasil, com o ticker VTRU3.

Com a reestruturação, os atuais acionistas da Vitru Limited receberão ADRs (American Depositary Receipts), na mesma proporção de suas participações, que poderão ser convertidos em ações. 

Mundo

ONU se reúne com Talibã no Catar e causa polêmicas

23.06.2024 18:35 3 minutos de leitura
Visualizar

Ralf homenageia Chrystian em carta emocionante: "Saudades"

Visualizar

Eliana se despede do SBT, o que muda na emissora?

Visualizar

PF apreendeu R$ 170 mil em espécie na casa de desembargador

Visualizar

Taxas de natalidade começam a diminuir em países ricos

Visualizar

Flamengo vence Fluminense e garante liderança no Brasileirão

Visualizar

Tags relacionadas

B3 Bolsa de Valores Nasdaq
< Notícia Anterior

Israel: reféns resgatados sofreram "muito abuso quase todos os dias"

10.06.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Botafogo evita sanções da FIFA ao quitar dívida com ex-treinador

10.06.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

FGTS Calamidade: salva famílias em Campos dos Goytacazes

FGTS Calamidade: salva famílias em Campos dos Goytacazes

23.06.2024 13:00 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
MEIs têm direito a licença-maternidade de 4 meses: veja como conseguir o seu

MEIs têm direito a licença-maternidade de 4 meses: veja como conseguir o seu

23.06.2024 12:45 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
INSS: adota novo calendário de pagamentos em 2024, veja se você se beneficia

INSS: adota novo calendário de pagamentos em 2024, veja se você se beneficia

23.06.2024 12:30 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Descubra seu Número de Identificação Social (NIS): guia completo de consulta

Descubra seu Número de Identificação Social (NIS): guia completo de consulta

23.06.2024 12:15 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.