Diretor do BC, sobre indicados por Haddad: "Espero um debate técnico" Diretor do BC, sobre indicados por Haddad: "Espero um debate técnico"
O Antagonista

Diretor do BC, sobre indicados por Haddad: “Espero um debate profundo e técnico”

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 11.05.2023 08:33 comentários
Economia

Diretor do BC, sobre indicados por Haddad: “Espero um debate profundo e técnico”

O diretor de Política Econômica do Banco Central, Diogo Guillen (foto), comentou as indicações feitas pelo ministro da Fazenda, Fernando Haddad (PT), para a autarquia...

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 11.05.2023 08:33 comentários 0
Diretor do BC, sobre indicados por Haddad: “Espero um debate profundo e técnico”
Edilson Rodrigues/Agência Senado

O diretor de Política Econômica do Banco Central, Diogo Guillen (foto), comentou as indicações feitas pelo ministro da Fazenda, Fernando Haddad (PT), para a autarquia. Como mostramos, o governo Lula (PT) escolheu Gabriel Galípolo para o cargo de diretor de Política Monetária — hoje também ocupado por Guillen interinamente —  e Aquino dos Santos para o posto de diretor de Fiscalização. Os nomes ainda serão analisados pelo Senado.

Ao ser questionado pelo jornal O Globo sobre possíveis divergências ideológicas com os indicados, Guillen afirmou que espera um “debate profundo e técnico” com eles.

“O debate da diretoria é muito técnico. Um debate muito embasado no trabalho dos servidores daqui. Tem essa personificação do Copom, mas a opinião dos diretores é muito embasada pela análise dos departamentos, seja a discussão de crédito, da dinâmica inflacionária. Eu espero um debate profundo e técnico (com Galípolo) como a gente tem atualmente (entre as diretorias)”, disse o diretor.

“A relação que tenho, tanto com o secretário-executivo quanto com o Ailton (Ailton Aquino dos Santos, para a diretoria de Fiscalização), é boa. É um processo descrito na Lei de Autonomia, prerrogativa do presidente, indicação de dois nomes. Está conforme o rito, acrescentou.

Ainda na entrevista Guillen, que é responsável pela elaboração das atas do Copom, afirmou que é preciso “paciência e serenidade” antes do início do corte dos juros. O governo tem criticado publicamente o BC por causa da Selic, que está em 13,75% ao ano.

“A forma como temos descrito o processo desinflacionário é em dois estágios. O primeiro estágio, que aconteceu, digamos, no fim do ano passado e início deste ano, era o mais fácil. Ele é mais concentrado em itens administrados e fora do núcleo de inflação. O segundo é esse em que você vai atingir a inflação de serviços e os núcleos de inflação”, afirmou o economista.

“Estamos neste segundo estágio. O processo de desinflação é mais lento, por isso exige paciência e serenidade. A política monetária deve ficar restritiva”, concluiu.

 

Esportes

António relata como o momento atual pode afetar o Corinthians

12.06.2024 14:30 2 minutos de leitura
Visualizar

Carteira de Trabalho Digital: novo método para solicitar empréstimos consignados

Visualizar

Simone Mendes é cantora mais ouvida do país

Visualizar

Messi revela em qual clube vai se aposentar

Visualizar

Acidente de barco deixa mais de 80 mortos no Congo

Visualizar

Reynaldo Gianecchini e a batalha contra a Síndrome de Guillain-Barré

Visualizar

Tags relacionadas

Aquino dos Santos Banco Central bc Diogo Guillen economia Fernando Haddad Gabriel Galípolo Haddad inflação juros Selic
< Notícia Anterior

Stedile diz que o governo Lula está "meio medroso"

11.05.2023 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

EUA não fazem "objeção" à aproximação entre Brasil e China, diz Haddad

11.05.2023 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Carteira de Trabalho Digital: novo método para solicitar empréstimos consignados

Carteira de Trabalho Digital: novo método para solicitar empréstimos consignados

12.06.2024 14:30 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Suzano adquire empresa austríaca e entra no setor têxtil

Suzano adquire empresa austríaca e entra no setor têxtil

12.06.2024 11:32 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Benefícios do INSS desvinculados do salário mínimo, saiba o que muda

Benefícios do INSS desvinculados do salário mínimo, saiba o que muda

12.06.2024 11:00 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Bolsa Família 2024: entenda os novos benefícios e mude sua vida

Bolsa Família 2024: entenda os novos benefícios e mude sua vida

12.06.2024 10:30 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.