O Antagonista

Com Ibovespa na máxima histórica, investidores testam otimismo

avatar
Rodrigo Oliveira
3 minutos de leitura 15.12.2023 08:23 comentários
Economia

Com Ibovespa na máxima histórica, investidores testam otimismo

Os investidores avaliam, nesta sexta-feira, o otimismo recente no mercados globais e a repercussão interna, com o Ibovespa em nova máxima histórica, aos 130,8 mil. A expectativa é que o rali continue caso Wall Street continue bem, e o Congresso avance no esforço concentrado para limpar a pauta econômica...

avatar
Rodrigo Oliveira
3 minutos de leitura 15.12.2023 08:23 comentários 0
Com Ibovespa na máxima histórica, investidores testam otimismo
Divulgação B3

Os investidores avaliam, nesta sexta-feira, o otimismo recente no mercados globais e a repercussão interna, com o Ibovespa em nova máxima histórica, aos 130,8 mil. A expectativa é que o rali continue caso Wall Street continue bem, e o Congresso avance no esforço concentrado para limpar a pauta econômica.

Nesta sexta-feira, 15, serão votadas importantes medidas no Congresso, como a reforma tributária, que poderá ser promulgada ainda este ano, e a MP da subvenção do ICMS, que é a principal medida para elevar a arrecadação em 2024 de acordo com a equipe econômica.

O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, luta para que as alterações feitas pelo Congresso na MP não sejam vistas como um nova derrota para a equipe econômica e afirmou ontem que mesmo com as mudanças a expectativa de arrecadação ainda está em torno de R$ 35 bilhões para 2024.

Por outro lado, a proposta mais branda para os JCP (Juros sobre Capital Próprio) gerou frustração e exigirão medidas administrativas de compensação, que ainda não foram detalhadas. Ainda de acordo com Haddad as alternativas ainda serão divulgadas este ano.

Como esperado, o governo não conseguiu evitar a derrubada do veto integral de Lula à desoneração da folha. Haddad lamentou o resultado e destacou que o benefício custará mais de R$ 25 bilhões em 2024. O ministro também disse que a renúncia não está prevista no orçamento.

Ele admitiu que poderá recorrer ao STF por considerar a medida inconstitucional, mas também buscará uma saída política. Mais uma vez, prometeu apresentar uma alternativa ao que foi aprovado na próxima semana.

Outros vetos apreciados ontem em sessão conjunta do Congresso foram negociados pelo governo. No caso do Carf, o voto de qualidade foi preservado, garantindo os desempates favoráveis à Receita nos julgamentos do órgão.

No entanto, o parlamento derrubou o veto que tentava manter a execução antecipada das garantias aos contenciosos tributários judicializados. Com o resultado o governo só pode acessar esses volumes após o trânsito em julgado. Ainda assim. a estimativa da equipe econômica é arrecadar cerca de R$ 54,7 bilhões com a nova lei.

Em relação ao arcabouço, o Congresso derrubou o veto ao artigo que proibia o governo de propor novas exceções à meta fiscal na LDO, mas manteve o veto que retira da lei a previsão de um contingenciamento proporcional entre investimentos do governo e despesas discricionárias (não obrigatórias).

No cenário externo, indicadores da atividade na Europa e nos EUA, tem potencial para mexer com o entusiasmo dos mercados. Entre os indicadores que serão divulgados estão o índice Empire State às 10h30, a produção industrial às 11h15 e os PMIs da S&P Global às 11h45.

Na China, foram divulgados ontem à noite números positivos sobre a produção industrial em novembro (+6,6%, acima da previsão de +5,4%) e as vendas no varejo (+10,1%, da previsão de 12,5%).

Mais Lidas

1

MBL na mira da PF

Visualizar notícia
2

Nem o Nordeste está a fim de Lula

Visualizar notícia
3

Maduro adere à narrativa bolsonarista sobre urnas brasileiras

Visualizar notícia
4

Tubarões testam positivo para cocaína no Rio

Visualizar notícia
5

Até o Black Lives Matter criticou escolha de Kamala Harris: "Partido de hipócritas"

Visualizar notícia
6

Apoio de Lula tira votos de Paes, indica pesquisa

Visualizar notícia
7

A maior preocupação de Tarcísio com o PCC

Visualizar notícia
8

“Governo federal é amigo de narcopresidentes”, diz secretário de Justiça de MG

Visualizar notícia
9

Bem feito para Lula

Visualizar notícia
10

Aécio e Perillo tentam convencer Datena a não ‘datenar’

Visualizar notícia

Assine nossa newsletter

Inscreva-se e receba o conteúdo do O Antagonista em primeira mão!

Tags relacionadas

arcabouço fiscal Carf Ibovespa juros PLDO veto
< Notícia Anterior

Crusoé: “Putin quer você”

15.12.2023 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Quem era Pedro Henrique, cantor gospel que morreu em show na Bahia

15.12.2023 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Rodrigo Oliveira

Jornalista pela UnB (Universidade de Brasília), pós-graduado em Marketing &amp; Mídias Digitais pela FGV (Fundação Getúlio Vargas) e especializado em finanças e negócios. É Analista de Valores Mobiliários (CNPI) certificado pela Apimec (Associação dos Analistas e Profissionais de Investimento do Mercado de Capitais) com quatro anos de experiência profissional no mercado financeiro.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

IRB tem queda de 10% no lucro em maio

IRB tem queda de 10% no lucro em maio

24.07.2024 11:32 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Guia completo para obter sua primeira Carteira de Trabalho Digital

Guia completo para obter sua primeira Carteira de Trabalho Digital

24.07.2024 11:30 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
MEI Calamidades: uma iniciativa de apoio financeiro no Rio Grande do Sul

MEI Calamidades: uma iniciativa de apoio financeiro no Rio Grande do Sul

24.07.2024 11:00 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Entenda as mudanças no pagamento do PIS/PASEP de R$1,4 mil para 2024

Entenda as mudanças no pagamento do PIS/PASEP de R$1,4 mil para 2024

24.07.2024 10:30 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.