O Antagonista

Câmara aprova reforma tributária, inclui trava para IVA e carne na cesta básica

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 10.07.2024 19:59 comentários
Economia

Câmara aprova reforma tributária, inclui trava para IVA e carne na cesta básica

O Projeto de Lei Complementar 68/24, do Executivo, define regras para o IBS, CBS e o Imposto Seletivo

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 10.07.2024 19:59 comentários 1
Câmara aprova reforma tributária, inclui trava para IVA e carne na cesta básica
Arthur Lira (PP-AL) - Foto: Zeca Ribeiro/Câmara dos Deputados

Com 366 votos a favor e 142 contrários, o plenário da Câmara dos Deputados aprovou, nesta quarta-feira, 10, o projeto de lei que regulamenta a reforma tributária. Agora, o texto será enviado ao Senado Federal.

O Projeto de Lei Complementar 68/24, do Executivo, detalha a implementação do IBS (Imposto sobre Bens e Serviços) e CBS (Contribuição sobre Bens e Serviços), que juntos formaram o IVA (Imposto sobre Valor Agregado). O tributo vai substituir cinco impostos que recaem sobre consumo hoje: PIS, Cofins, IPI, ICMS, ISS.

O substitutivo apresentado pelo relator, deputado Reginaldo Lopes (PT-MG), corresponde, na maior parte, à versão elaborada pelo grupo de trabalho da Câmara que analisou o tema.

Para conseguir um acordo e facilitar a aprovação do texto, a Câmara decidiu incluir no texto uma trava para que a alíquota máxima dos impostos seja de 26,5%, conforme as estimativas do Ministério da Fazenda.

No substitutivo, as carnes inicialmente não foram incluídas nos itens que ficarão de fora da cesta básica. A medida foi criticada por integrantes da Frente Parlamentar Agropecuária (FPA). Antes da votação, o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), sinalizou que a inclusão da isenção para as carnes poderia representar um aumento de até 0,57% na alíquota geral.

Depois, no entanto, diante da pressão das bancadas evangélica e ruralistas, houve acordo para a aprovação de um destaque do PL para incluir a proteína animal na lista das isenções fiscais. Assim, carnes, peixe e queijos estarão isentos.

Em relação ao chamado cashback, mecanismo de devolução de parte do tributo por parte das famílias, houve um acordo entre os líderes para ampliar o benefício para pessoas que ganham até meio salário mínimo por pessoa.

No relatório originário, havia a possibilidade de devolução de 50% no CBS e de 20% no IBS em relação às contas de luz, água, esgoto e gás natural. O texto aprovado nesta quarta-feira permite a devolução de até 100% no CBS, mas o IBS será ajustado posteriormente pelos estados.

Mais cedo, o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, disse que quanto menos exceções à alíquota geral do novo sistema de tributação forem aprovadas pelo Congresso “melhor”.

“Nós não podemos inverter a lógica da reforma. A lógica da reforma é manter a carga tributária. Quanto menor o número de exceções, menor a alíquota. Quanto maior o número de exceções, maior a alíquota”, afirmou.

Mais Lidas

1

Governo Lula vai gastar R$ 1 milhão em trajes ‘anti-8 de janeiro’

Visualizar notícia
2

Diante de nova derrota, Fazenda estuda compensação por desoneração

Visualizar notícia
3

Bombardeiros russos e chineses interceptados pela OTAN no Alasca

Visualizar notícia
4

Revendo a revisão de gastos

Visualizar notícia
5

Se o Brasil é Gaza, como disse Lula, quem seria o nosso Hamas?

Visualizar notícia
6

Prévia da inflação oficial surpreende e sobe mais que esperado

Visualizar notícia
7

Mais um membro da elite russa "cai da janela"

Visualizar notícia
8

Câmara dos EUA cria força-tarefa para investigar atentado a Trump

Visualizar notícia
9

Saúde retomará megalicitação de R$ 840 mi com riscos de superfaturamento

Visualizar notícia
10

Eleição em Campo Grande opõe ex-ministros de Bolsonaro

Visualizar notícia

Assine nossa newsletter

Inscreva-se e receba o conteúdo do O Antagonista em primeira mão!
< Notícia Anterior

CBF nomeia duas mulheres para o STJD

10.07.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Vitória de O Antagonista: TCU suspende megalicitação de Lula

10.07.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (1)

Carlos Alberto Bolsoni

2024-07-11 00:26:03

Grande aprovação essa. Num país com um porcentual gigante de analfabetos, funcionais ou não, fica a tarefa de explicar o que é “cashback”. Esses caras são incríveis.


Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Arrecadação cresce 11% em junho com alta do dólar e salários

Arrecadação cresce 11% em junho com alta do dólar e salários

25.07.2024 10:39 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Como abrir MEI: saiba o passo a passo e tenha o seu ainda hoje gratuitamente

Como abrir MEI: saiba o passo a passo e tenha o seu ainda hoje gratuitamente

25.07.2024 10:30 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Calendário de pagamentos do Abono Salarial PIS/Pasep 2024

Calendário de pagamentos do Abono Salarial PIS/Pasep 2024

25.07.2024 10:15 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Liberado para hoje: pagamento do Bolsa Família

Liberado para hoje: pagamento do Bolsa Família

25.07.2024 10:00 4 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.