O Antagonista

Bolsonaro deixará rombo de quase R$ 300 bi no caixa de governos em 2023

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 01.08.2022 07:31 comentários
Economia

Bolsonaro deixará rombo de quase R$ 300 bi no caixa de governos em 2023

As medidas eleitorais adotadas pelo governo Bolsonaro e pelo Congresso neste ano vão tirar R$ 178,2 bilhões do caixa do Planalto em 2023, informa o Estadão. O valor sobe para R$ 281,4 bilhões...

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 01.08.2022 07:31 comentários 0
Bolsonaro deixará rombo de quase R$ 300 bi no caixa de governos em 2023
Foto: Adriano Machado/Crusoé

As medidas eleitorais adotadas pelo governo Bolsonaro e pelo Congresso neste ano vão tirar R$ 178,2 bilhões do caixa do Planalto em 2023, informa o Estadão. O valor sobe para R$ 281,4 bilhões com a redução do caixa dos governadores e dos prefeitos devido à desoneração permanente do ICMS dos combustíveis, energia, transporte e comunicações e do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI).

Se houve reajuste no salário dos servidores federais, o montante pode chegar a R$ 306,4 bilhões, de acordo com o jornal. A lista inclui um custo adicional de pelo menos R$ 60 bilhões para financiar em 2023 a permanência do piso de R$ 600 do benefício do Auxílio Brasil, medida que já foi antecipada por Lula e Bolsonaro, que lideram as pesquisas de intenção de voto.

Também está na lista um gasto de R$ 25 bilhões, a partir de março de 2023, para o reajuste do salário dos servidores públicos de 10%, um porcentual de correção que não repõe nem metade da inflação acumulada de 25% prevista para o período de 2020 a 2022. O reajuste salarial do funcionalismo é dado como certo depois do congelamento dos salários neste ano e de Bolsonaro (foto) recuar da promessa envolvendo uma correção de 5%.

Sobre os impactos do corte do IPI, dos R$ 27,4 bilhões de redução de receitas do imposto em 2023, R$ 11,2 bilhões seriam da União e o restante, R$ 16,2 bilhões, dos estados e municípios. A conta não inclui os efeitos causados por medidas que estimulam o consumo e o crédito, como a liberação do FGTS, o financiamento às micro e pequenas empresas e o lançamento do empréstimo consignado aos beneficiários do Auxílio Brasil.

Papo Antagonista

A malandragem do governo Lula sobre o aborto

29.02.2024 23:56 1 minuto de leitura
Visualizar

TSE reabre a temporada de censura?

Visualizar

Anistia, só para corruptos

Visualizar

Os número de James Rodríguez na sua volta ao São Paulo

Visualizar

Arena MRV é indicada ao prêmio "Estádio do Ano"

Visualizar

Ipespe/Febraban: 67% dos brasileiros acham que inflação cresceu

Visualizar

Tags relacionadas

Auxilio Brasil bolsonaro Congresso economia governo governo Bolsonaro ICMS IPI Jair Bolsonaro Lula PEC Kamikaze
< Notícia Anterior

Candidatura de Agnelo é questionada por advogado

01.08.2022 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Tanques em Copacabana

01.08.2022 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Ipespe/Febraban: 67% dos brasileiros acham que inflação cresceu

Ipespe/Febraban: 67% dos brasileiros acham que inflação cresceu

29.02.2024 22:04 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Desemprego fica em 7,6% no trimestre encerrado em janeiro

Desemprego fica em 7,6% no trimestre encerrado em janeiro

29.02.2024 15:24 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Concurso público da Prefeitura de Jaguaruana: salário de até R$ 11 mil!

Concurso público da Prefeitura de Jaguaruana: salário de até R$ 11 mil!

29.02.2024 11:37 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Concurso público da Prefeitura de Icatu: 121 vagas disponíveis! Salário de até R$ 5 mil!

Concurso público da Prefeitura de Icatu: 121 vagas disponíveis! Salário de até R$ 5 mil!

29.02.2024 11:04 2 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.