Bolsonaro deixará rombo de quase R$ 300 bi no caixa de governos Bolsonaro deixará rombo de quase R$ 300 bi no caixa de governos
O Antagonista

Bolsonaro deixará rombo de quase R$ 300 bi no caixa de governos em 2023

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 01.08.2022 07:31 comentários
Economia

Bolsonaro deixará rombo de quase R$ 300 bi no caixa de governos em 2023

As medidas eleitorais adotadas pelo governo Bolsonaro e pelo Congresso neste ano vão tirar R$ 178,2 bilhões do caixa do Planalto em 2023, informa o Estadão. O valor sobe para R$ 281,4 bilhões...

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 01.08.2022 07:31 comentários 0
Bolsonaro deixará rombo de quase R$ 300 bi no caixa de governos em 2023
Foto: Adriano Machado/Crusoé

As medidas eleitorais adotadas pelo governo Bolsonaro e pelo Congresso neste ano vão tirar R$ 178,2 bilhões do caixa do Planalto em 2023, informa o Estadão. O valor sobe para R$ 281,4 bilhões com a redução do caixa dos governadores e dos prefeitos devido à desoneração permanente do ICMS dos combustíveis, energia, transporte e comunicações e do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI).

Se houve reajuste no salário dos servidores federais, o montante pode chegar a R$ 306,4 bilhões, de acordo com o jornal. A lista inclui um custo adicional de pelo menos R$ 60 bilhões para financiar em 2023 a permanência do piso de R$ 600 do benefício do Auxílio Brasil, medida que já foi antecipada por Lula e Bolsonaro, que lideram as pesquisas de intenção de voto.

Também está na lista um gasto de R$ 25 bilhões, a partir de março de 2023, para o reajuste do salário dos servidores públicos de 10%, um porcentual de correção que não repõe nem metade da inflação acumulada de 25% prevista para o período de 2020 a 2022. O reajuste salarial do funcionalismo é dado como certo depois do congelamento dos salários neste ano e de Bolsonaro (foto) recuar da promessa envolvendo uma correção de 5%.

Sobre os impactos do corte do IPI, dos R$ 27,4 bilhões de redução de receitas do imposto em 2023, R$ 11,2 bilhões seriam da União e o restante, R$ 16,2 bilhões, dos estados e municípios. A conta não inclui os efeitos causados por medidas que estimulam o consumo e o crédito, como a liberação do FGTS, o financiamento às micro e pequenas empresas e o lançamento do empréstimo consignado aos beneficiários do Auxílio Brasil.

Brasil

Bolsa Família: calendário de pagamento e novos benefícios

13.04.2024 05:30 3 minutos de leitura
Visualizar

Bolsa Família: libera mais benefícios e renda para famílias

Visualizar

Caso Neto x Sampaoli: apresentador não comparece a audiência judicial

Visualizar

Anne Dias na Crusoé: Tudo o que Musk fez pelo Brasil

Visualizar

Leonardo Barreto na Crusoé: O adulto na sala

Visualizar

Santos faz proposta de empréstimo por Patrick, do Galo

Visualizar

Tags relacionadas

Auxilio Brasil bolsonaro Congresso economia governo governo Bolsonaro ICMS IPI Jair Bolsonaro Lula PEC Kamikaze
< Notícia Anterior

Candidatura de Agnelo é questionada por advogado

01.08.2022 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Tanques em Copacabana

01.08.2022 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Bolsa Família: calendário de pagamento e  novos benefícios

Bolsa Família: calendário de pagamento e novos benefícios

13.04.2024 05:30 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Bolsa Família: libera mais benefícios e renda para famílias

Bolsa Família: libera mais benefícios e renda para famílias

13.04.2024 05:05 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Leonardo Barreto na Crusoé: O adulto na sala

Leonardo Barreto na Crusoé: O adulto na sala

12.04.2024 21:57 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Semana termina com dólar em novo recorde no ano

Semana termina com dólar em novo recorde no ano

Rodrigo Oliveira
12.04.2024 18:35 2 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.