O Antagonista

A nova arrancada do governo em defesa do plano para a indústria

avatar
Otávio Augusto
4 minutos de leitura 29.01.2024 16:51 comentários
Economia

A nova arrancada do governo em defesa do plano para a indústria

O plano terá R$ 300 bilhões disponibilizados para o financiamento da modernização das indústrias

avatar
Otávio Augusto
4 minutos de leitura 29.01.2024 16:51 comentários 2
A nova arrancada do governo em defesa do plano para a indústria
Cadu Gomes/VPR

Após críticas ao plano da Nova Indústria Brasil, o governo federal iniciou uma arrancada em defesa do projeto.

O vice-presidente e ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, Geraldo Alckmin, e o presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Aloízio Mercadante, se manifestaram sobre o assunto.

Alckmin voltou a afirmar que o programa trará mais gastos com subsídios para a indústria, ou seja, necessitará de mais gastos públicos.

“O que queremos é indústria inovadora, sustentável, com descarbonização e exportação. A exportação dá um upgrade, muda o patamar das empresas em competividade”, comentou.

A declaração foi dada nesta segunda-feira (29) na abertura do do evento ‘Negócios 20’, (B20, na sigla em inglês), fórum que reúne representantes de empresas do G20.

Segundo Alckmin, haverá juros subsidiados numa parcela pequena de linhas de financiamento. A TR, taxa que reajusta a poupança, abaixo das de mercado, por exemplo, irá apenas para inovação tecnológica.

Na mesma tendência, Mercadante destacou que o Brasil fará isso com poucos subsídios, comparado com os países desenvolvidos.

“Somos compelidos a ter política de estado de proteção comercial, mas não temos a mesma capacidade de fazer subsídios ou crédito subsidiado”, frisou.

Mercadante refutou a possibilidade de que juros mais baixos do BNDES possam afetar a política monetária.

“Qual é o peso do BNDES para o volume de crédito do país? 1,3%. Em economia, o rabo não abana o cachorro. Nós não temos tamanho para interferir na potência da política monetária” — afirmou Mercadante, ressaltando que espera que o BC reduza a taxa básica Selic em mais 0,5 ponto percentual na reunião da próxima quarta-feira”, concluiu.

O programa

O plano terá R$ 300 bilhões disponibilizados para o financiamento da modernização das indústrias equaciona a questão do financiamento ao setor.

Esses investimentos terão redução do Imposto de Renda da Pessoa Jurídica e da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL).

O plano da Nova Indústria Brasil delimita a agenda industrial e as balizas de desenvolvimento até 2033.

O plano afeta setores como agroindústria, saúde, infraestrutura, transformação digital, bioeconomia e tecnologia de defesa.

A Nova Indústria Brasil prevê concessão de linhas de crédito favoráveis, para que empresas possam assumir serviços e obras do Novo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e contratos com compras governamentais.

Entre os instrumentos de contratações públicas, a Comissão Interministerial de Inovações e Aquisições do Novo PAC irá definir os setores em que se poderá exigir a aquisição de produtos manufaturados e serviços nacionais.

O governo também poderá adotar margens de preferência para essas aquisições pelo poder público, mesmo que seu preço supere o de itens importados concorrentes.

No documento, o Executivo afirma que a nova política industrial também é uma resposta a um processo de desindustrialização do Brasil e ao baixo desenvolvimento e exportação de produtos com complexidade tecnológica.

Veja parte das medidas:

  • Agroindústrias: aumentar a participação do setor agroindustrial no PIB agropecuário para 50% e alcançar 70% de mecanização dos estabelecimentos de agricultura familiar.
  • Indústria da saúde: produzir, no país, 70% das necessidades nacionais em medicamentos, vacinas, equipamentos e dispositivos médicos.
  • Infraestrutura, saneamento, moradia e mobilidade: reduzir o tempo de deslocamento de casa para o trabalho em 20%, aumentando em 25 pontos percentuais o adensamento produtivo na cadeia de transporte público sustentável
  • Transformação digital: transformar digitalmente 90% das empresas industriais brasileiras, assegurando que a participação da produção nacional triplique nos segmentos de novas tecnologias
  • Bioeconomia e transição energética: promover a indústria verde reduzindo em 30% a emissão de CO2 por valor adicionado do PIB da indústria, ampliando em 50% a participação dos biocombustíveis na matriz energética de transportes, e aumentando o uso tecnológico e sustentável da biodiversidade pela indústria em 1% ao ano
  • Tecnologia de defesa: obter autonomia na produção de 50% das tecnologias críticas para a defesa.
Esportes

Craque Neto detona responsável pela eliminação do Corinthians: "maior culpado"

04.03.2024 23:00 2 minutos de leitura
Visualizar

Vasco acerta contratação do atacante Clayton Silva, de Portugal

Visualizar

Cuca concede primeira entrevista oficial como técnico do Athletico

Visualizar

Rafael Cardoso pede desculpas em caso de agressão contra idoso

Visualizar

Os brasileiros sabem da roubalheira

Visualizar

Amigo de Robinho é multado por tumultuar andamento do processo

Visualizar

Tags relacionadas

Aloizio Mercadante Geraldo Alckmin Indústria
< Notícia Anterior

Canário-da-terra encanta ao ‘invadir’ câmera de monitoramento em rodovia do ES

29.01.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Crusoé: Em Curitiba, PT pode desistir dos seus pré-candidatos a prefeito

29.01.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Otávio Augusto

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (2)

Marian

2024-01-29 18:35:03

Plano para a indústria? É preciso segurança jurídica para buscar recursos e investir. Quem irá se endividar ?


AEC

2024-01-29 17:24:41

A palavra destes dois sujeitos não tem valor nenhum, tudo falsidade !


Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Entenda como seu negócio pode cortar a conta de luz em até 35%

Entenda como seu negócio pode cortar a conta de luz em até 35%

04.03.2024 18:37 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
O novo prazo de Haddad para a regulamentação da reforma tributária

O novo prazo de Haddad para a regulamentação da reforma tributária

04.03.2024 13:30 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Aposentadoria MEI: conheça as vantagens e cuidados necessários para idosos

Aposentadoria MEI: conheça as vantagens e cuidados necessários para idosos

04.03.2024 12:00 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Inscrições abertas para concurso de Auditor Fiscal em Uberaba: salário de R$ 6.6 mil!

Inscrições abertas para concurso de Auditor Fiscal em Uberaba: salário de R$ 6.6 mil!

04.03.2024 11:37 2 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.