O Antagonista

Urgente: Cade abre inquérito contra Datafolha, Ipec e Ipespe

avatar
Wilson Lima
3 minutos de leitura 13.10.2022 15:10 comentários
Brasil

Urgente: Cade abre inquérito contra Datafolha, Ipec e Ipespe

O Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) instaurou inquérito administrativo para apurar indícios de formação de cartel por Ipespe, Ipec e Datafolha após erros de prognósticos durante o primeiro turno das eleições deste ano...

avatar
Wilson Lima
3 minutos de leitura 13.10.2022 15:10 comentários 0
Urgente: Cade abre inquérito contra Datafolha, Ipec e Ipespe
Foto: Adriano Machado/Crusoé

O Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) instaurou inquérito administrativo para apurar indícios de formação de cartel por Ipespe, Ipec e Datafolha após erros de prognósticos durante o primeiro turno das eleições deste ano.

A medida foi tomada há pouco pelo próprio presidente do órgão, Alexandre Cordeiro Macedo, em comunicação ao superintendente do órgão, Alexandre Barreto.

Em seu despacho, obtido por O Antagonista, Cordeiro diz que “as análises estatísticas” dos resultados das pesquisas desses três institutos “servem para demonstrar que é improvável que os erros individualmente cometidos sejam coincidência”.

Para ele, em 18 de 19 levantamentos analisados houve erros acima das margens de erro. Cordeiro não cita qual instituto acertou no prognóstico eleitoral.

A suspeita sobre Datafolha, Ipespe e IPEC, na visão do presidente do órgão, recai principalmente no fato de que os três institutos apresentaram “resultados idênticos quanto a diferença entre os candidatos [Lula x Bolsonaro], 14%.”

“Chamou a atenção deste Conselho a grande diferença apresentada entre as pesquisas e o resultado das Eleições publicado pelo Tribunal Superior Eleitoral – TSE. A discrepância das pesquisas e do resultado é tão grande que verificam-se indícios de que os erros não sejam casuísticos e sim intencionais por meio de uma ação orquestradas dos institutos de pesquisa na forma de cartel para manipular em conjunto o mercado e, em última instância, as eleições”, afirma o presidente do órgão.

“Quando há uma grande quantidade de pesquisas que falham simultaneamente e no mesmo sentido, é pouco provável que este tipo de erro seja fruto de mero acaso”, acrescenta.

“A jurisprudência do Conselho Administrativo de Defesa Econômica é pacífica em reconhecer que a existência de indícios de paralelismos de conduta e coincidências de agentes econômicos sem que haja explicação plausível, pode indicar a configuração de infrações à ordem econômica e de acordos colusivos”, afirma.

Como revelamos há exatamente um ano, Cordeiro tem relação histórica com o minstro-chefe da Casa Civil, Ciro Nogueira. Sua irmã, Sabá Cordeiro de Monteiro, é chefe de gabinete do ministro bolsonarista.

Antes de assumir o cargo no Palácio do Planalto, Sabá foi assessora parlamentar do cacique do PP no Senado e também na Câmara. Como mostramos, Alexandre Cordeiro Macedo deve a Ciro Nogueira sua ascensão ao topo do órgão, que é responsável por zelar pela livre concorrência e, em última análise, impedir a formação de monopólios e oligopólios.

Leia na íntegra o pedido de investigação sobre os institutos de pesquisa

Mais Lidas

1

Atentado a Trump: autoridade confirma 2 mortos, incluindo atirador

Visualizar notícia
2

Trump é retirado de comício após disparos de arma de fogo

Visualizar notícia
3

Atentado a Trump, o que dizem autoridades do mundo inteiro

Visualizar notícia
4

"Nos vemos na posse", diz Bolsonaro em mensagem sobre Trump

Visualizar notícia
5

Crusoé: Como o atentado a Trump impacta a campanha nos EUA

Visualizar notícia
6

Elon Musk manifesta apoio a Trump após disparos

Visualizar notícia
7

"Senti a bala rasgando a pele", diz Trump sobre atentado

Visualizar notícia
8

Atentado a Trump é investigado como tentativa de assassinato

Visualizar notícia
9

“O que vimos hoje é inaceitável”, diz Lula, sobre atentado a Trump

Visualizar notícia
10

Biden sobre atentado a Trump: "Esse tipo de violência é doentia"

Visualizar notícia

Tags relacionadas

eleições 2022 Instituto de pesquisa ipec Ipespe Jair Bolsonaro
< Notícia Anterior

Empresário que esteve na lista suja do trabalho escravo doa R$ 1 milhão para campanha de Bolsonaro

13.10.2022 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Se Putin usar armas nucleares, exército russo será aniquilado, diz UE

13.10.2022 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Wilson Lima

Wilson Lima é jornalista formado pela Universidade Federal do Maranhão. Trabalhou em veículos como Agência Estado, Portal iG, Congresso em Foco, Gazeta do Povo e IstoÉ. Acompanha o poder em Brasília desde 2012, tendo participado das coberturas do julgamento do mensalão, da operação Lava Jato e do impeachment de Dilma Rousseff. Em 2019, revelou a compra de lagostas por ministros do STF.

Suas redes

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Quem lacra não lucra? Maju Coutinho pode ser retirada do comando do Fantástico

Quem lacra não lucra? Maju Coutinho pode ser retirada do comando do Fantástico

13.07.2024 21:18 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
“O que vimos hoje é inaceitável”, diz Lula, sobre atentado a Trump

“O que vimos hoje é inaceitável”, diz Lula, sobre atentado a Trump

13.07.2024 21:06 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
BYD e GWM dominam top 10 de carros elétricos mais vendidos em 2024

BYD e GWM dominam top 10 de carros elétricos mais vendidos em 2024

13.07.2024 20:37 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Audi, BMW e outros carros usados com muito estilo por menos de R$ 50 Mil

Audi, BMW e outros carros usados com muito estilo por menos de R$ 50 Mil

13.07.2024 19:37 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.