TSE: Eleitor que deixou de votar em 2020 não sofrerá consequências TSE: Eleitor que deixou de votar em 2020 não sofrerá consequências
O Antagonista

TSE: Eleitor que deixou de votar em 2020 não sofrerá consequências

avatar
Gabriela Coelho
2 minutos de leitura 25.03.2022 07:30 comentários
Brasil

TSE: Eleitor que deixou de votar em 2020 não sofrerá consequências

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) prorrogou a suspensão, por prazo indeterminado, das consequências para os eleitores que deixaram de votar nas eleições 2020 e não apresentaram justificativas ou não pagaram a multa...

avatar
Gabriela Coelho
2 minutos de leitura 25.03.2022 07:30 comentários 0
TSE: Eleitor que deixou de votar em 2020 não sofrerá consequências
Foto: Antonio Augusto/Secom/TSE

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) prorrogou a suspensão, por prazo indeterminado, das consequências para os eleitores que deixaram de votar nas eleições 2020 e não apresentaram justificativas ou não pagaram a multa.  

Com a decisão, o eleitor que não compareceu às urnas em 2020 poderá votar normalmente nas eleições deste ano.

Na prática, a ausência do voto ou justificativa também não vai impedir o cidadão de obter passaporte ou carteira de identidade; inscrever-se em concurso ou prova para cargo ou função pública, e neles ser investido ou empossado; renovar matrícula em estabelecimento de ensino oficial ou fiscalizado pelo governo; e receber remuneração de função ou emprego público.

O tribunal priorizou a segurança sanitária, de forma a evitar qualquer medida que acarretasse drástico aumento do comparecimento de eleitores aos cartórios eleitorais para formalizar justificativa eleitoral ou o pagamento da multa por não comparecimento às urnas.

O presidente da Corte e relator da instrução, ministro Edson Fachin, afirmou que, diante da persistência da pandemia não se pode exigir que o cidadão se exponha a risco para regularizar a situação eleitoral.

“O TSE adotou as medidas necessárias para propiciar a melhor segurança sanitária possível a todos os participantes do processo eleitoral.. Entre essas medidas, está a garantia aos eleitores de que não sofrerão restrições a direitos civis durante o período em que não há condições normais de comparecimento ao cartório eleitoral, realização de pagamento bancários ou qualquer providencia necessária à regularização da ausência aos turnos das eleições de 2020”, disse.

Segundo Fachin, a “prorrogação também permitirá que a Justiça Eleitoral aguarde decisão do Congresso Nacional quanto à anistia das multas aplicadas aos eleitores que deixaram de votar, ou se for o caso, elabore futura norma de transição sobre a matéria”.

Brasil

Operação Henchman revela rede de imigração ilegal em Minas Gerais

23.05.2024 13:22 3 minutos de leitura
Visualizar

Onde assistir São Paulo x Águia de Marabá: confira detalhes da partida

Visualizar

PM de SP escolherá o que gravar com novas câmeras corporais

Visualizar

Lucas Paquetá é acusado de manipular resultados no futebol inglês

Visualizar

SP adere a programa internacional de segurança em estradas

Visualizar

Odebrecht ainda é corrupto no Peru 

Carlos Graieb Visualizar

Tags relacionadas

ano eleitoral eleições eleitor medidas sanitárias TSE
< Notícia Anterior

Pastor do 'bolsolão do MEC' investiu R$ 450 mil em empresas

25.03.2022 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Ministério da Economia prepara MP contra AliExpress e Shopee

25.03.2022 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Gabriela Coelho

É jornalista formada pelo UniCEUB, em Brasília. Tem especialização em gestão de crise e redes sociais. Passou pelas redações do Jornal de Brasília, Globo, Revista Consultor Jurídico e CNN Brasil. Conhece o mundo do Judiciário há alguns anos, desde quando ainda era estagiária do TSE. Gosta dessa adrenalina jurídica entre pedidos e decisões. Brasiliense, cobriu as eleições nacionais de 2010, 2014 e 2018 e municipais de 2012 e 2020.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Operação Henchman revela rede de imigração ilegal em Minas Gerais

Operação Henchman revela rede de imigração ilegal em Minas Gerais

23.05.2024 13:22 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
PM de SP escolherá o que gravar com novas câmeras corporais

PM de SP escolherá o que gravar com novas câmeras corporais

23.05.2024 13:17 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
SP adere a programa internacional de segurança em estradas

SP adere a programa internacional de segurança em estradas

23.05.2024 13:04 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Personal Trainer é preso por afastar biquíni de aluna em avaliação física

Personal Trainer é preso por afastar biquíni de aluna em avaliação física

23.05.2024 12:44 2 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.