TSE discute regras para inteligência artificial nas eleições TSE discute regras para inteligência artificial nas eleições
O Antagonista

TSE discute regras para inteligência artificial nas eleições municipais

avatar
Wesley Oliveira
3 minutos de leitura 23.01.2024 11:04 comentários
Brasil

TSE discute regras para inteligência artificial nas eleições municipais

A Corte recebeu cerca de mil propostas de aperfeiçoamento das 10 minutas de resoluções que tratam do pleito eleitoral...

avatar
Wesley Oliveira
3 minutos de leitura 23.01.2024 11:04 comentários 1
TSE discute regras para inteligência artificial nas eleições municipais
Marcello Casal Jr./ Agência Brasília

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) abriu nesta terça-feira, 23, um ciclo de audiências públicas regras sobre o uso de inteligência artificial e o combate às fake news nas eleições municipais deste ano. A Corte recebeu cerca de mil propostas de aperfeiçoamento das 10 minutas de resoluções que tratam do pleito eleitoral.

Como noticiamos, uma das minutas do TSE prevê, por exemplo, a proibição do transporte de armas e munições, em todo o território nacional, por parte de colecionadores, atiradores e caçadores (CACs) no dia das eleições, nas 24 horas que antecedem o pleito e nas 24 horas posteriores. O descumprimento da proibição acarretará prisão em flagrante por porte ilegal de arma, sem prejuízo do crime eleitoral correspondente.

As minutas serão debatidas até esta quinta-feira (25). Após a análise das sugestões, a ministra Cármen Lúcia poderá apresentar nova versão dos textos, que ainda terão de ser aprovados pelo plenário da Corte.

“Nem se há de questionar o que é matéria do Congresso Nacional, de inovação legislativa, cabe ao Parlamento e não é objeto das nossas ocupações. Nós atuamos no sentido infralegal, abaixo da lei, segundo a lei e cumprindo o que o legislador estabeleceu para vigorar nessas eleições”, disse a ministra na abertura das audiências públicas.

Congresso quer votar lei sobre inteligência artificial

Além das discussões no TSE, o uso de inteligência artificial também deverá ser alvo de debate no Congresso Nacional. Na semana passada, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), disse que avançará na Casa com um projeto apresentado por ele, com base em sugestões de uma comissão de juristas, em 2022.

Segundo Pacheco, o objetivo é entregar um texto que imponha “limites” à tecnologia. A declaração ocorreu durante um evento com empresários brasileiros, em Zurique, na Suíça.

“O projeto de inteligência artificial é fruto de uma comissão de juristas, que eu apresentei, está no âmbito de uma comissão especial do Senado. Deve até abril ser apreciado na comissão e no plenário. São 45 artigos basicamente, justamente para que haja um limite em relação à inteligência artificial. Não só para as eleições, que se avizinham, municipais e as outras eleições, mas para nossa convivência entre homens e mulheres, e instituições”, afirmou.

Além de Pacheco, a limitação do uso de inteligência artificial também já foi defendida pelo presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL).  Há um entendimento das Casas de que é preciso definir regras para conter eventuais danos nas eleições municipais deste ano.

Deputados e senadores avaliam que a campanha municipal deste ano poderá ser inundada com conteúdos falsos gerados a partir de vídeos, imagens e vozes de pessoas reais — a exemplo do que ocorreu na disputa presidencial na Argentina. Lira defendeu que o projeto precisa trazer um regramento mais amplo, que não seja focado apenas na disputa eleitoral, mas que possa ser usada pelo TSE.

 

Esportes

Atletas chineses competem apesar de testes positivos no doping

21.04.2024 17:30 3 minutos de leitura
Visualizar

Entenda o impacto do halving no mercado de Bitcoin

Visualizar

Brasil domina mundial de robótica com 9 prêmios

Visualizar

Taiwan recebe apoio dos EUA contra ameaça chinesa

Visualizar

STF julga retorno de Ednaldo Rodrigues ao comando da CBF

Visualizar

Conheça as eleições na Índia: a mais longa do mundo

Visualizar

Tags relacionadas

eleições 2024 Inteligência Artificial TSE
< Notícia Anterior

Ataque russo deixa pelo menos seis mortos na Ucrânia

23.01.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Crusoé: Agora são os ratos que estão invadindo a Ucrânia

23.01.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Wesley Oliveira

Suas redes

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (1)

jni

2024-01-23 18:36:03

O que me incomoda não é a inteligência artificial mas sim a burrice natural do brasileiro.


Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

STF julga retorno de Ednaldo Rodrigues ao comando da CBF

STF julga retorno de Ednaldo Rodrigues ao comando da CBF

21.04.2024 16:50 1 minuto de leitura
Visualizar notícia
STF confirma decisão de Nunes Marques e nega soltura de presos por 8/1

STF confirma decisão de Nunes Marques e nega soltura de presos por 8/1

21.04.2024 15:21 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Entendendo a Lei Cortez e o impacto no mercado editorial

Entendendo a Lei Cortez e o impacto no mercado editorial

21.04.2024 15:20 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
TJ-SP proíbe bíblia em sessões da Câmara de Bauru

TJ-SP proíbe bíblia em sessões da Câmara de Bauru

21.04.2024 15:00 2 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.