TJ-RJ revoga mandados de prisão de Sérgio Cabral TJ-RJ revoga mandados de prisão de Sérgio Cabral
O Antagonista

TJ-RJ revoga mandados de prisão de Sérgio Cabral

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 10.11.2022 15:49 comentários
Brasil

TJ-RJ revoga mandados de prisão de Sérgio Cabral

O TJ-RJ revogou dois mandados de prisão preventiva contra Sérgio Cabral (foto) nesta quinta-feira (10). Assim, o ex-governador permanece preso apenas  por condenação de Sergio Moro, no âmbito da Lava Jato, que pode ser anulada pelo STF...

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 10.11.2022 15:49 comentários 0
TJ-RJ revoga mandados de prisão de Sérgio Cabral
Foto: Valter Campanato/ Agência Brasil

O TJ-RJ revogou dois mandados de prisão preventiva contra Sérgio Cabral (foto) nesta quinta-feira (10). Assim, o ex-governador permanece preso apenas  por condenação de Sergio Moro no âmbito da Lava Jato, que pode ser anulada pelo STF.

Os dois mandados envolviam processos no próprio tribunal sobre suposto pagamento de R$ 7,2 milhões em propina ao ex-procurador-geral de Justiça Cláudio Lopes entre 2008 e 2012.

A decisão por revogá-los foi unânime entre os três desembargadores da os desembargadores da 5ª Câmara Criminal do TJ-RJ. Os motivos, segundo os magistrados, foram o tempo passado do suposto crime e o fato de Lopes estar em liberdade. Ele foi solto no final de 2018.

Cabral, que está preso há quase seis anos, conseguiu revogar outras duas prisões preventivas nos últimos 12 meses. Agora, ele tem apenas dois mandados de prisão domiciliar e uma prisão preventiva, a decretada por Sergio Moro no âmbito da Lava Jato.

Confirmada pelo TRF-4, essa condenação envolve pagamento de propina por obras do Complexo Petroquímico do Rio, o Comperj, da Petrobras.

Em argumento similar ao que levou à soltura de Lula (PT) em 2019, a defesa de Cabral afirma que, como as acusações envolvem uma estatal, a Justiça de Brasília deveria ser responsável por julgá-las.

O caso está em votação na 2ª turma do STF, com o placar 1 a 1. O voto contrário à anulação é do relator, ministro Edson Fachin, e o favorável, do ministro Ricardo Lewandowski.

O ministro André Mendonça pediu vista e ainda faltam votar também os ministros Kassio Nunes Marques e Gilmar Mendes.

Análise

Ocidente livre condena o Irã. O Brasil torna-se cúmplice

Catarina Rochamonte
14.04.2024 13:22 7 minutos de leitura
Visualizar

Conor McGregor volta ao UFC

Visualizar

Onde assistir Vitória x Palmeiras: confira detalhes da partida

Visualizar

Geração Z em conflito com desafios econômicos

Visualizar

Crusoé: Para o Itamaraty, a vítima é o Irã

Visualizar

Quais times vão brigar para não cair no brasileirão?

Visualizar

Tags relacionadas

Comperj corrupção Lava Jato prisão domiciliar prisão preventiva Propina Rio de Janeiro Sérgio Cabral Sergio Moro STF TJ-RJ TJRJ Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro
< Notícia Anterior

Casa Branca confirma reunião bilateral entre Biden e Xi

10.11.2022 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Moraes, após nova nota da Defesa: "Acabou faz tempo"

10.11.2022 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Crusoé: Para o Itamaraty, a vítima é o Irã

Crusoé: Para o Itamaraty, a vítima é o Irã

14.04.2024 12:37 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Receba Antes: Dicas para acelerar sua restituição do IRPF 2024

Receba Antes: Dicas para acelerar sua restituição do IRPF 2024

14.04.2024 12:30 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
IR 2024: simplifique com declaração Pré-preenchida e receba restituição via PIX

IR 2024: simplifique com declaração Pré-preenchida e receba restituição via PIX

14.04.2024 12:00 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Aeroporto de Brasília: a interligação do país

Aeroporto de Brasília: a interligação do país

14.04.2024 12:00 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.