O Antagonista

Prende ou não prende, Dino?

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 01.02.2024 08:16 comentários
Brasil

Prende ou não prende, Dino?

Um dia depois de dizer que “punição não é igual a prisão”, futuro ministro do STF celebra aumento de detenções da Polícia Federal em 2023 na comparação com 2022

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 01.02.2024 08:16 comentários 2
Prende ou não prende, Dino?
Flávio Dino apresenta balanço de sua gestão no Ministério da Justiça, ao lado de Lula. Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Flávio Dino (à esquerda na foto) se despediu na quarta-feira, 31, do governo Lula. Durante um evento promovido no Palácio do Planalto para apresentar um balanço de seu trabalho como ministro da Justiça, o futuro ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) disse que “punição não é igual prisão”. O discurso mudou na manhã desta quinta.

“Em 2022, a Polícia Federal fez 19.686 prisões. Em 2023, foram 29.281 – um grande crescimento”, disse Dino em postagem em seu perfil no X, ex-Twitter.

O texto segue: “Somando com as Operações Integradas coordenadas pela SENASP do Ministério da Justiça, chegamos a 58.520 prisões. Os números revelam um trabalho sério, intenso e eficiente no combate à criminalidade. Meus cumprimentos aos nossos gestores e aos profissionais da Segurança Pública”.

“Estágio civilizacional

No dia anterior, o ex-governador do Maranhão havia dito outra coisa:

“Nós sabemos, e isto é multissecular, que não é a gravidade propriamente da pena corporal, mas sim a certeza da punição. E punição não é igual à prisão. Então eu espero que em algum momento o Brasil chegue a esse estágio civilizacional para fazer com que nós não tenhamos uma população carcerária ascendente”.

Antes de assumir sua cadeira no STF, no dia 22 de fevereiro, Dino assumirá o cargo de senador, para o qual foi eleito em 2022. Ele disse que pretende apresentar algum projeto de lei sobre encarceramentos durante a curta passagem pelo Senado.

Crimes hediondos

No discurso de despedida do governo, o futuro ministro do STF defendeu prisão em casos de crimes hediondos e medidas alternativas para outros delitos. 

“Nós temos hoje aproximadamente 650 mil presos no Brasil e 200 mil pessoas que estão cumprindo penas alternativas, como prisão domiciliar ou sob monitoramento eletrônico. Estuprador tem que ser preso. Homicida tem que ser preso. Autor de crime hediondo tem que ser preso”, disse.

Resumindo: é ruim prender, mas nem tanto.

Esportes

Craque Neto detona responsável pela eliminação do Corinthians: "maior culpado"

04.03.2024 23:00 2 minutos de leitura
Visualizar

Vasco acerta contratação do atacante Clayton Silva, de Portugal

Visualizar

Cuca concede primeira entrevista oficial como técnico do Athletico

Visualizar

Rafael Cardoso pede desculpas em caso de agressão contra idoso

Visualizar

Os brasileiros sabem da roubalheira

Visualizar

Amigo de Robinho é multado por tumultuar andamento do processo

Visualizar

Tags relacionadas

Flávio Dino governo Lula Ministério da Justiça e Segurança Pública Polícia Federal Segurança pública
< Notícia Anterior

Cassado por TRE, líder evangélico da Câmara fala em "propósito santo"

01.02.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Crusoé: Cid Gomes vai para o PSB e leva seu séquito junto

01.02.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (2)

Neia De Lazzari

2024-02-01 08:37:19

Dino é 🤮🤮🤮


Marcia Elizabeth Brunetti

2024-02-01 08:30:18

Esse é o perfil de todos os escolhidos pelo Nine. Falam qualquer mentira para agradar os diferentes públicos. Não se baseiam em nenhum conhecimento e competência , pois estão nas posições que estão por desejo do imperador, Lula.


Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Rafael Cardoso pede desculpas em caso de agressão contra idoso

Rafael Cardoso pede desculpas em caso de agressão contra idoso

04.03.2024 21:41 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
iFood contesta fala de ministro de Lula: “Não é verdadeira”

iFood contesta fala de ministro de Lula: “Não é verdadeira”

04.03.2024 21:00 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Cabo da PM de Goiás é preso após atirar contra carro de policial no DF

Cabo da PM de Goiás é preso após atirar contra carro de policial no DF

04.03.2024 20:57 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Hamas está “honrado” com falas de Lula, diz líder do grupo terrorista

Hamas está “honrado” com falas de Lula, diz líder do grupo terrorista

04.03.2024 20:45 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.