PEC das praias: "Só idiota fala em privatização", diz Ricardo Salles PEC das praias: "Só idiota fala em privatização", diz Ricardo Salles
O Antagonista

PEC das praias: “Só idiota fala em privatização”, diz Ricardo Salles

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 04.06.2024 18:43 comentários
Brasil

PEC das praias: “Só idiota fala em privatização”, diz Ricardo Salles

Ex-ministro do Meio Ambiente criticou politização da proposta de emenda constitucional sobre os terrenos de Marinha

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 04.06.2024 18:43 comentários 0
PEC das praias: “Só idiota fala em privatização”, diz Ricardo Salles
Foto: Bruno Spada / Câmara dos Deputados

O ex-ministro do Meio Ambiente e deputado federal Ricardo Salles (PL-SP) classificou como “idiotice” a narrativa de que haverá a privatização de praias, caso a PEC que acaba com os terrenos de Marinha seja aprovada pelo Congresso Nacional.

“Só um idiota para dizer uma coisa dessa [que a PEC vai privatizar praias]. O instituto jurídico do terreno de Marinha foi criado no século XIX para regulamentar o direito sobre as águas frente ao mar e qual é a lógica de pertencer à União o direito sobre os terrenos de Marinha? Isso beira o ridículo”, disse o parlamentar.

“O terreno de Marinha é como outro qualquer. Se você tiver uma destinação específica, aí sim a União pode decretar aquela área de interesse. Mas é uma área específica”, explicou.

“Não tem nada a ver com privatizar praia pelo simples fato de que quando você transferir o terreno de marinha para determinadas áreas, quem tiver imóveis em frente à praia, o imóvel é dela, mas a praia continua sendo pública. Você pode ter o direito de uso do local como ocorre em diversas partes do mundo”, acrescentou o parlamentar.

Assista:

Como mostramos, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), defendeu “cautela” sobre a discussão da Proposta de Emenda à Constituição (PEC). Segundo ele, não há previsão para que o tema seja colocado em votação pelo plenário da Casa.

O tema ganhou repercussão na semana passada depois que uma audiência pública foi realizada pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e a atriz Luana Piovani criticou o jogador Neymar pela defesa da proposta nas redes sociais.

“Existe uma autonomia da CCJ nos debates que são ali travados, inclusive, sobre a pauta e sobre a evolução dessa pauta. O que eu digo como presidente do Senado é que nós vamos ter toda a cautela. Primeiro porque envolve uma alteração Constitucional e segundo porque é um tema de fato que gerou grande repercussão”, disse Pacheco.

De acordo com o texto da PEC, essas áreas à beira-mar poderão ser transferidas gratuitamente para estados e municípios ou vendidas a ocupantes privados mediante pagamento.

Atualmente, a lei prevê que, embora os ocupantes legais tenham a posse e documentos do imóvel, as áreas litorâneas, inclusive as praias, pertencem à União e não podem ser fechadas, ou seja, qualquer cidadão tem o direito de acesso ao mar. Com a extinção do terreno de marinha, o proprietário passaria a ser o único dono, podendo transformar a praia em espaço particular.

Governo contra a PEC

O senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ), relator da PEC deu parecer favorável argumentando que o atual conceito de marinha causa inseguranças jurídicas quanto às propriedades de edificações nesses locais. “É imperioso enfrentar esse tema e conferir soluções mais adequadas para a população que vive sob os influxos das marés”, afirma o relatório.

Mais cedo, o ministro das Relações InstitucionaisAlexandre Padilha, afirmou nesta segunda-feira, 3, que o governo Lula (PT) é contrário ao texto. “O governo tem posição contrária a essa proposta. O governo é contrário a qualquer programa de privatização das praias públicas, que cerceiam o povo brasileiro de poder frequentar essas praias. Do jeito que está a proposta, o governo é contrário a ela”, afirmou Padilha.

Esportes

Eurocopa 2024: Inglaterra decepciona e só empata com a Dinamarca

20.06.2024 17:57 3 minutos de leitura
Visualizar

Palmeiras acerta contratação de Augustín Giay, jogador da argentina

Visualizar

Papo Antagonista: STF atropela o Congresso?

Visualizar

Lady gaga canta hit pela primeira vez após mais de 10 anos em Las Vegas

Visualizar

Pinguim: confira o novo trailer da série spin-off de Batman

Visualizar

Os 12 meses das queimadas do "amor" no Pantanal

Visualizar

Tags relacionadas

Meio-Dia em Brasília Ricardo Salles
< Notícia Anterior

Alien Romulus: confira o novo trailer do mais novo filme da franquia

04.06.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Neta de Anderson Leonardo nasce trazendo luz à morte do cantor

04.06.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Os 12 meses das queimadas do "amor" no Pantanal

Os 12 meses das queimadas do "amor" no Pantanal

20.06.2024 17:43 4 minutos de leitura
Visualizar notícia
Aeroporto de Caxias recebe autorização para receber voos internacionais

Aeroporto de Caxias recebe autorização para receber voos internacionais

20.06.2024 17:38 1 minuto de leitura
Visualizar notícia
Zé Felipe se diverte sendo maquiado pela filha caçula durante uma brincadeira

Zé Felipe se diverte sendo maquiado pela filha caçula durante uma brincadeira

20.06.2024 17:35 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Cardume com 150 tubarões é flagrado no litoral de São Paulo

Cardume com 150 tubarões é flagrado no litoral de São Paulo

20.06.2024 17:24 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.