O que se sabe até o momento sobre as mortes no Guarujá O que se sabe até o momento sobre as mortes no Guarujá
O Antagonista

O que se sabe até o momento sobre as mortes no Guarujá

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 01.08.2023 08:15 comentários
Brasil

O que se sabe até o momento sobre as mortes no Guarujá

A Ouvidoria da Polícia Militar de São Paulo informou que ainda recebe série de denúncias de episódios de violência...

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 01.08.2023 08:15 comentários 9
O que se sabe até o momento sobre as mortes no Guarujá
Favela do Canta Galo, no Guarujá, litoral de São Paulo - Reprodução

A Ouvidoria da Polícia Militar de São Paulo informou que ainda recebe série de denúncias de episódios de violência policial no Guarujá, no litoral de São Paulo.

“Não param de chegar novas denúncias”, disse o ouvidor Claudio Aparecido da Silva ao Globo, em matéria publicada nesta terça-feira (1º).

A própria ouvidoria anunciara no final de semana que identificou e investigava pelo menos 10 mortes na cidade em três dias de operação da Rota, a tropa de choque da PM que opera principalmente na região metropolitana de São Paulo.

Estimativas de segunda-feira (31) apontavam que as mortes podem já ter chegado a 19, enquanto moradores alegam que policiais ameaçaram matar ao todo 60 pessoas.

O governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos), esteve no Guarujá na segunda e afirmou não haver “excessos” nas abordagens da Rota no Guarujá.

“A gente não deseja o confronto de jeito nenhum. Tanto é que tivemos 10 prisões. Aqueles que resolveram se entregar à polícia foram presos”, disse Tarcísio.

O secretário de Segurança Pública, Guilherme Derrite (PL), por sua vez, questionou a informação da ouvidoria da PM.

“A própria Ouvidoria, eu ouvi declarações que querem apurar 10 mortes, nem são 10 mortes […] Eu não sei de onde vem essa informação”, disse Derrite.

A Operação Escudo, à qual se atribui as mortes, está em execução desde sexta-feira (28) e deve durar por pelo menos um mês.

Ela é resposta à morte do soldado Patrick Bastos Reis, de 30 anos, durante patrulhamento na comunidade Vila Zilda, no Guarujá.

O principal suspeito de atirar em Reis é Erickson David da Silva, que opera como sniper para o tráfico local. Ele foi preso no domingo (30).

Da Silva disse à polícia que ele matou Reis enquanto fazia guarda para um comparsa e que teria confundido a viatura da Rota com a do Batalhão de Ações Especiais de Polícia (Baep), o equivalente à Rota no interior e litoral de São Paulo.

Brasil

Conquiste a estabilidade: Inscreva-se já no Concurso TRF2

13.04.2024 06:34 3 minutos de leitura
Visualizar

PIS/Pasep 2024: saiba como receber seu abono e calendário de pagamento

Visualizar

PIS/Pasep: confira datas de pagamento e os seus direitos

Visualizar

Bolsa Família: calendário de pagamento e novos benefícios

Visualizar

Bolsa Família: libera mais benefícios e renda para famílias

Visualizar

Caso Neto x Sampaoli: apresentador não comparece a audiência judicial

Visualizar

Tags relacionadas

Guarujá Operação Escudo
< Notícia Anterior

Com estreia de indicados de Lula, Copom inicia debate do corte nos juros

01.08.2023 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Copom inicia hoje reunião que deve inaugurar nova fase nos juros

01.08.2023 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (9)

Margareth Kazuko Ito

2023-08-01 10:28:48

A ouvidoria vai ouvir o advogado que ditou a mensagem do assassino?


Rogério Schwinden

2023-08-01 10:26:27

O QUE SE SABE É QUE FORAM POUCOS.SÓ 10. DEVERIA SER NO MÍNIMO O TRIPLO.


Sergio Curvelo Jr

2023-08-01 09:04:31

Isso aí, Tarcísio. Ação e energia! Senão vira Rio de Janeiro


Annie

2023-08-01 09:02:01

Crime organizado com sniper já é assustador, mas os petistas estão preocupados mesmo é se a polícia agiu como se deve e mandou 10 para os quintos


Daniel Vieira

2023-08-01 08:46:09

Força Tarcísio!


Daniel Vieira

2023-08-01 08:46:00

Ah sim, sempre a polícia é a culpada. Os membros das facções são todos santos e pais de família.


Marcio Mendes

2023-08-01 08:34:48

Guaruja sempre foi uma zona. Tem que chegar chegando. Mato cresce voce vai la e corta o mato.


Mauricio Antonio Quarezemin

2023-08-01 08:29:34

Parabéns Rota, parabéns Tarcisio. Mandem essa Petezada e Imprensa nojenta à m….


Wanderlei Lopes De Lima

2023-08-01 08:26:14

Parabéns ROTA, parabéns Tarcísio! Sem moleza para a bandidagem.


Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Conquiste a estabilidade: Inscreva-se já no Concurso TRF2

Conquiste a estabilidade: Inscreva-se já no Concurso TRF2

13.04.2024 06:34 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
PIS/Pasep 2024: saiba como receber seu abono e calendário de pagamento

PIS/Pasep 2024: saiba como receber seu abono e calendário de pagamento

13.04.2024 06:30 4 minutos de leitura
Visualizar notícia
PIS/Pasep: confira datas de pagamento e os seus direitos

PIS/Pasep: confira datas de pagamento e os seus direitos

13.04.2024 06:00 4 minutos de leitura
Visualizar notícia
Bolsa Família: calendário de pagamento e  novos benefícios

Bolsa Família: calendário de pagamento e novos benefícios

13.04.2024 05:30 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.