MPRJ pede que acusado de matar Marielle seja levado a júri popular MPRJ pede que acusado de matar Marielle seja levado a júri popular
O Antagonista

MPRJ pede que acusado de matar Marielle seja levado a júri popular

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 13.03.2024 13:01 comentários
Brasil

MPRJ pede que acusado de matar Marielle seja levado a júri popular

O ex-sargento do Corpo de Bombeiros Maxwell Simões Correa é apontado como a pessoa responsável por monitorar os passos de Marielle Franco

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 13.03.2024 13:01 comentários 0
MPRJ pede que acusado de matar Marielle seja levado a júri popular
Foto: Reprodução

O Ministério Público do Rio de Janeiro solicitou que o ex-sargento do Corpo de Bombeiros, Maxwell Simões Correa, conhecido como Suel, seja levado a júri popular pela morte da vereadora Marielle Franco (PSOL) e do motorista Anderson Gomes.

A acusação baseia-se na delação do ex-policial militar Élcio de Queiroz, que apontou Suel como a pessoa responsável por monitorar os passos da vereadora, disse reportagem do O Globo.

Suel foi preso durante a operação Élpis, deflagrada pela Polícia Federal e pelo Ministério Público do Rio, após uma delação premiada. Ele também é réu por tentativa de homicídio contra Fernanda Gonçalves Chaves e por receptação do veículo Cobalt utilizado no crime.

A Força-Tarefa do Grupo de Atuação Especializada de Combate ao Crime Organizado para o caso Marielle Franco e Anderson Gomes (GAECO/FTMA) também solicitou que o ex-bombeiro continue detido em um presídio federal de segurança máxima.

Relembre o caso

Maxwell Simões Correa foi citado por Élcio de Queiroz em sua delação premiada à Polícia Federal e ao Ministério Público do Rio. Na ocasião, Élcio detalhou o atentado contra a parlamentar. Tanto Élcio quanto Ronnie Lessa, ex-policial reformado, estão presos desde 2019 e foram denunciados pelo GAECO/MPRJ como os executores de Marielle Franco e Anderson Gomes.

Na delação, Élcio confessou ter dirigido o carro utilizado no ataque e confirmou que Ronnie Lessa foi o autor dos disparos. Maxwell teria auxiliado no monitoramento dos passos de Marielle e participado da troca de placas do veículo Cobalt, um dia após o crime. Além disso, ele teria se desfeito das cápsulas e munições utilizadas no assassinato, bem como providenciado o desmanche do veículo posteriormente.

Suel é considerado o melhor amigo de Ronnie Lessa, juntamente com Élcio de Queiroz. Foi Maxwell quem salvou Lessa durante uma troca de tiros no Quebra-Mar, na Barra da Tijuca. Na ocasião, logo após os assassinatos de Marielle e Anderson, o ex-policial havia sido vítima de um assalto e recebeu ajuda de Suel.

O ex-bombeiro já havia sido condenado a quatro anos de prisão por obstrução das investigações sobre a morte da vereadora e seu motorista. Ele estava cumprindo pena em regime aberto até ser detido novamente durante a operação do Ministério Público do Rio em julho do ano passado.

Papo Antagonista

Corte não impediu Israel de agir

24.05.2024 20:57 1 minuto de leitura
Visualizar

Ministério Público vai recorrer de absolvição de Cláudio Castro

Visualizar

COB estrutura suporte para Time Brasil em Paris 2024

Visualizar

Brasil ultrapassa 3 mil mortes por dengue em 2024

Visualizar

Lula é hipócrita até em condolência

Visualizar

Interior paulista tem tempestade de poeira

Visualizar

Tags relacionadas

Anderson Gomes Élcio de Queiroz júri popular Marielle Franco Maxwell Simões Correa MPRJ Polícia Federal Ronnie Lessa Suel
< Notícia Anterior

Entenda como funciona o Abono Salarial 2024: quem tem direito e quanto recebe

13.03.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Crusoé: Brasil e Argentina acertam política de céus abertos

13.03.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Ministério Público vai recorrer de absolvição de Cláudio Castro

Ministério Público vai recorrer de absolvição de Cláudio Castro

24.05.2024 20:57 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Brasil ultrapassa 3 mil mortes por dengue em 2024

Brasil ultrapassa 3 mil mortes por dengue em 2024

24.05.2024 20:44 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Interior paulista tem tempestade de poeira

Interior paulista tem tempestade de poeira

24.05.2024 20:40 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
J. Teixeira na Crusoé: As falsidades da conversa sobre fake news

J. Teixeira na Crusoé: As falsidades da conversa sobre fake news

24.05.2024 20:28 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.