Megaoperação em MG derruba 116 do PCC Megaoperação em MG derruba 116 do PCC
O Antagonista

Megaoperação em MG derruba 116 do PCC

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 19.04.2024 13:14 comentários
Brasil

Megaoperação em MG derruba 116 do PCC

Megaoperação em MG desarticula PCC, resultando em 116 prisões e revelando a economia criminosa interna.

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 19.04.2024 13:14 comentários 0
Megaoperação em MG derruba 116 do PCC
Fonte: PCMG/Divulgação

Na manhã de quinta-feira (18), uma grande mobilização pelas forças de segurança de Minas Gerais resultou na prisão de 116 indivíduos, apontados como membros da organização criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC). A ação foi coordenada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) de Uberlândia.

Como se Desenrolou a Operação?

O cerne da operação se deu em diversas cidades do estado, concentrando esforços em locais estratégicos para a facção criminosa. “Realizamos incursões simultâneas em Uberlândia, Tupaciguara e Ituiutaba, assim como em presídios que serviam de base operacional para o grupo, incluindo unidades em São Paulo”, detalha um dos promotores à frente da operação.

Além das prisões, foram emitidos e cumpridos 11 mandados de busca e apreensão, visando desarticular completamente as atividades criminosas do PCC na região.

Qual a Origem da Operação contra o PCC?

As investigações que culminaram na operação massiva desta quinta-feira tiveram início em 2020. O estopim foi a descoberta de remessas ilícitas de drogas e aparelhos celulares para dentro do Presídio Professor Jacy de Assis, situado em Uberlândia. “Identificamos que esses insumos eram essenciais para a manutenção do poder da facção dentro e fora dos presídios”, comenta um dos investigadores.

Impacto no Sistema Prisional e Economia Paralela

Os materiais apreendidos durante as buscas revelaram um sofisticado sistema de controle econômico gerido pela facção. Drogas circulavam como moeda de troca e eram fundamentais na economia paralela estabelecida pela facção dentro do sistema prisional. Anotações detalhadas apreendidas mostram como a cadeia de comando operava, incluindo esquemas de venda de drogas, aluguéis de espaços como quadras de futebol e a operação de jogos de azar.

Divisão e Estrutura da Facção

Segundo informações do Ministério Público, a facção está dividida em núcleos específicos que refletem uma complexa organização interna, como esporte, tabacaria, gestão do ‘jogo do bicho’, entre outros. Cada núcleo tem funções claras, consolidando o controle da facção sobre várias atividades dentro e fora dos muros prisionais.

Essa divisão estratégica otimiza a gestão de recursos e a mobilização de ações, reforçando os mecanismos de poder e influência do PCC.

Conclusão

A operação de hoje marca um ponto crítico na luta contra o crime organizado em Minas Gerais, enfraquecendo significativamente uma das organizações criminosas mais temidas do país. O sucesso dessa ação conjunta reflete a importância da colaboração entre diferentes corpos policiais e instituições de justiça.

Mundo

Lançamento de satélite da Coreia do Norte termina em explosão

27.05.2024 13:48 3 minutos de leitura
Visualizar

Onde assistir Coritiba x Operário: confira detalhes da partida

Visualizar

Governo Lula queimou mais de R$ 220 mi em vacinas da Covid

Visualizar

São Gonçalo alcança recorde de elevação e prevê inundações em Pelotas

Visualizar

Onde assistir Al-Nassr x Al-Ittihad: confira detalhes da partida

Visualizar

Quem mais estava na mira dos irmãos Brazão

Visualizar

Tags relacionadas

megaoperação PCC suspeitos
< Notícia Anterior

Onde assistir Athletic Bilbao x Granada: confira detalhes da partida

19.04.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Operação contra o PCC mira mais de 100 pessoas em MG

19.04.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Governo Lula queimou mais de R$ 220 mi em vacinas da Covid

Governo Lula queimou mais de R$ 220 mi em vacinas da Covid

27.05.2024 13:27 4 minutos de leitura
Visualizar notícia
São Gonçalo alcança recorde de elevação e prevê inundações em Pelotas

São Gonçalo alcança recorde de elevação e prevê inundações em Pelotas

27.05.2024 13:24 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Quem mais estava na mira dos irmãos Brazão

Quem mais estava na mira dos irmãos Brazão

27.05.2024 13:00 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Defensoria vai ao STF por mudança em edital de câmeras em SP

Defensoria vai ao STF por mudança em edital de câmeras em SP

27.05.2024 12:32 5 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.