O Antagonista

Justiça mantém prisão de Filipe Martins após audiência de custódia

avatar
Wesley Oliveira
2 minutos de leitura 09.02.2024 16:45 comentários
Brasil

Justiça mantém prisão de Filipe Martins após audiência de custódia

Ex-assessor de Bolsonaro foi preso na quinta-feira, 8, na operação Tempus Veritatis, da Polícia Federal

avatar
Wesley Oliveira
2 minutos de leitura 09.02.2024 16:45 comentários 2
Justiça mantém prisão de Filipe Martins após audiência de custódia
Foto: Reprodução/Instagram

Após audiência de custódia, realizada nesta sexta-feira, 9, a Justiça manteve a prisão preventiva de Filipe Martins, ex-assessor para Assuntos Internacionais da Presidência do governo Bolsonaro. Ele foi preso na quinta-feira, 8, na operação Tempus Veritatis” da Polícia Federal.

Segundo a PF, Martins foi o responsável por levar ao ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) uma minuta golpista que previa a prisão de autoridades e a realização de novas eleições. A audiência de custódia ocorreu às 14 horas na Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba.

A defesa de Martins classificou a prisão como “ilegal”. “Apesar de estar submetido a uma prisão ilegal, desprovida dos requisitos básicos para a imposição da prisão preventiva, e após uma audiência de custódia realizada em desconformidade com os prazos estabelecidos pela legislação, o Sr. Filipe Garcia Martins Pereira continua privado de sua liberdade”, diz nota enviada pela defesa.

Ponta Grossa

Decretada pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), a prisão de Martins foi cumprida em Ponta Grossa, no interior do Paraná. Ao pedir a prisão, a Procuradoria-Geral da República (PGR) argumentou que o ex-assessor entregou ao ex-presidente Bolsonaro um documento com “considerandos a respeito de supostas interferências do Poder Judiciário no Poder Executivo”.

Segundo o relatório da PF, ele seria o autor da minuta do golpe que sugeria a prisão de Alexandre de Moraes, do também ministro Gilmar Mendes e do presidente do Congresso, Rodrigo Pacheco (PSD-MG).

Ainda de acordo com a PGR, Jair Bolsonaro teria lido o documento e “solicitado que Filipe [Martins] alterasse as ordens contidas na minuta”.

Filipe Martins, “então, retornou alguns dias depois ao Palácio da Alvorada, acompanhado do referido jurista [Amauri Feres Saad], com o documento alterado, conforme as diretrizes dadas”.

“As investigações demonstram que o ex-assessor Filipe Martins exercia posição de proeminência nas tratativas jurídicas para a execução do golpe de Estado, por meio da intermediação com pessoas dispostas a redigir os documentos que atendessem aos interesses da ala mais radical”, diz a PGR no documento ao STF.

Esportes

Craque Neto detona responsável pela eliminação do Corinthians: "maior culpado"

04.03.2024 23:00 2 minutos de leitura
Visualizar

Vasco acerta contratação do atacante Clayton Silva, de Portugal

Visualizar

Cuca concede primeira entrevista oficial como técnico do Athletico

Visualizar

Rafael Cardoso pede desculpas em caso de agressão contra idoso

Visualizar

Os brasileiros sabem da roubalheira

Visualizar

Amigo de Robinho é multado por tumultuar andamento do processo

Visualizar

Tags relacionadas

Alexandre de Moraes audiência de custodia Filipe Martins mandado de prisão
< Notícia Anterior

Josias Teófilo na Crusoé: Cancelamento e autodeclaração

09.02.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Salernitana x Empoli: veja detalhes e onde assisitr a partida!

09.02.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Wesley Oliveira

Suas redes

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (2)

Fabio A Busnardo

2024-02-09 17:45:44

Paulo Guedes se safou, ganhou muito dinheiro, e deu já o pé na bund4 dos bozonazistas.


Alexsandro Brito

2024-02-09 17:38:31

Estranho que ninguém comentou ainda que um sujeito parecido com Paulo Guedes estava na dita reunião , que segundo as autoridades, serviu para discutir o golpe . E tinha mais outros conhecidos...


Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Rafael Cardoso pede desculpas em caso de agressão contra idoso

Rafael Cardoso pede desculpas em caso de agressão contra idoso

04.03.2024 21:41 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
iFood contesta fala de ministro de Lula: “Não é verdadeira”

iFood contesta fala de ministro de Lula: “Não é verdadeira”

04.03.2024 21:00 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Cabo da PM de Goiás é preso após atirar contra carro de policial no DF

Cabo da PM de Goiás é preso após atirar contra carro de policial no DF

04.03.2024 20:57 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Hamas está “honrado” com falas de Lula, diz líder do grupo terrorista

Hamas está “honrado” com falas de Lula, diz líder do grupo terrorista

04.03.2024 20:45 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.