O Antagonista

Infestação de pombos interdita bloco na Universidade Estadual de Maringá

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 13.02.2024 09:12 comentários
Brasil

Infestação de pombos interdita bloco na Universidade Estadual de Maringá

Infestação de pombos obriga interdição de bloco na Universidade Estadual de Maringá.

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 13.02.2024 09:12 comentários 0
Infestação de pombos interdita bloco na Universidade Estadual de Maringá
Fonte: Reprodução

O Ministério Público do Paraná (MP-PR) recomendou a interdição do bloco G90, da Universidade Estadual de Maringá (UEM), localizada no norte do Paraná. A medida, determinada pela Justiça, foi motivada pela infestação de pombos no forro e telhado da unidade.

Contaminação e estragos causados pelos pombos

Segundo a diretoria do campus, as aves criaram ninhos e se instauraram em diversas partes do bloco, causando danos e contaminação. Para resolver o problema, foi aberta uma licitação no valor de R$ 178 mil para contratar uma empresa responsável pelas manutenções necessárias.

Além disso, a prefeita do campus, Doralice Soares, informou que mais dois blocos vizinhos serão interditados para que sejam instalados equipamentos capazes de impedir a invasão das aves.

Impacto no calendário escolar e nas pesquisas

Apesar do transtorno, a diretoria do campus assegurou que as aulas e o cronograma de estudos não serão afetados pelas reformas. O bloco interditado faz parte do Núcleo de Pesquisas em Limnologia, Ictiologia e Aquicultura (Nupelia), focado na área de pesquisas de peixes. Os pesquisadores e professores que utilizavam o bloco foram realocados.

Leis protegem pombos e possíveis consequências da infestação

É importante ressaltar que o pombo é um animal silvestre protegido por lei, sendo proibido matar, caçar ou maltratar animais silvestres, nativos ou em rota migratória. As situações de transgressão podem gerar multa e punição criminal.

Os pombos, além de causarem danos a estrutura dos prédios, podem desencadear problemas de saúde graves, devido ao contato com suas fezes secas contaminadas. Segundo o professor e pesquisador Eduardo Ribeiro Filetti, uma das doenças que pode ser transmitida é a criptococose, que atinge principalmente pessoas com baixa imunidade. “As fezes secas são as mais perigosas. A maior parte dos fungos não está no intestino do pombo e sim no meio ambiente, ou seja, a situação piora após eles defecarem e as fezes secarem”, explica.

Esportes

Jogando bem, Corinthians perde para Ponte Preta e se complica

25.02.2024 22:27 2 minutos de leitura
Visualizar

Cromossomo Y Está desaparecendo

Visualizar

Conheça a última área a ser mapeada nos EUA por ser inacessível

Visualizar

Estudo revela que povos tradicionais possuem a mesma felicidade de países ricos

Visualizar

Tite comenta caso de Daniel Alves

Visualizar

Casa Tody: loja de calçados fecha após 70 anos na Avenida Paulista

Visualizar

Tags relacionadas

Infestação de pombos universidade estadual de maringá
< Notícia Anterior

Rei Abdullah da Jordânia ataca Israel em encontro com Biden

13.02.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Marco Aurélio sobre atuação da PF contra Bolsonaro: “Enxovalha”

13.02.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (1)

Marcia Elizabeth Brunetti

2024-02-13 09:29:40

Não precisa matar para fazer um controle além de que sabemos que o pombo é conhecido como rato com asas. Sou amante dos animas, e fico triste de saber que esse desequilíbrio está acontecendo. No Paraná estamos tendo uma invasão das "vaquinhas verde-amarelas" (não são bolsomínios disfarçados. Kkkk). São bonitinhas mas estão acabando com as hortaliças, feijão, soja entre outros.


Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Casa Tody: loja de calçados fecha após 70 anos na Avenida Paulista

Casa Tody: loja de calçados fecha após 70 anos na Avenida Paulista

25.02.2024 21:00 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Conheça as mansões de famosos como Bruno Gagliasso e Simone Mendes disponíveis para aluguel

Conheça as mansões de famosos como Bruno Gagliasso e Simone Mendes disponíveis para aluguel

25.02.2024 20:55 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Tarcísio: “São Paulo ama vestir verde e amarelo”

Tarcísio: “São Paulo ama vestir verde e amarelo”

25.02.2024 20:18 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Deltan, Zema, Tarcísio, Malafaia; quem participou do ato de Bolsonaro

Deltan, Zema, Tarcísio, Malafaia; quem participou do ato de Bolsonaro

25.02.2024 19:57 2 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.