Ibaneis contra a licença menstrual Ibaneis contra a licença menstrual
O Antagonista

Ibaneis contra a licença menstrual

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 08.03.2024 08:54 comentários
Brasil

Ibaneis contra a licença menstrual

Governador do Distrito Federal promete ir ao STF contra lei aprovada pela Câmara Legislativa para dar folga de até três dias consecutivos por mês para mulheres

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 08.03.2024 08:54 comentários 0
Ibaneis contra a licença menstrual
Foto: Renato Alves/Agência Brasília

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB, foto), passa por um constrangimento neste 8 de março, Dia Internacional da Mulher. Está do lado oposto a uma lei aprovada para dar folga de até três dias consecutivos por mês para as servidoras do DF.

A legislação aprovada pela Câmara Legislativa do DF foi vetada pelo governador, mas os deputados distritais mantiveram sua validade e promulgaram a lei nesta semana. Agora, Ibaneis promete ir ao Supremo Tribunal Federal (STF) contra a norma.

O governador alega vício de origem, pois a Câmara Legislativa não teria competência para legislar sobre regulamentação da administração pública do DF.

Como funciona?

Para ter direito à licença, que está em vigor, a servidora precisa apresentar atestado de um médico do trabalho ou ocupacional. Os dias sem trabalhar por conta de cólicas menstruais não serão descontados do salário.

Autor da lei, o deputado distrital Max Maciel (PSOL) argumenta que 15% das mulheres têm sintomas graves durante a menstruação. Ele defendeu a manutenção da regra e chamou atenção para a possibilidade de uma lei proposta na Câmara Federal alcançar todo o território nacional.

“Esse direito pode se tornar realidade para todas as mulheres no Brasil, através do projeto de lei da Deputada Federal Jandira Feghali (PCdoB), que inclui o regime CLT e está em tramitação no Congresso Nacional desde 2022”, comentou em postagem nas redes sociais.

Tem mais

Os defensores da regra argumentam que ela já vigora há décadas em países como Japão (desde 1947) e Coreia do Sul (1953). Na Espanha, a cólica menstrual passou a ser considerada um “incapacidade temporária” em 2023.

O GDF também deve questionar, sob o mesmo argumento de inconstitucionalidade, uma lei que instituiu jornada de trabalho diferente para servidoras que amamentam e outra que assegurou às grávidas exame de ultrassonografia morfológica na rede pública de saúde, destaca a CBN.

O argumento do governo pode até estar correto do ponto de vista legal, mas o posicionamento não fará de Ibaneis o governador mais popular neste Dia das Mulheres.

Mundo

Crusoé: Venezuela desconvida observadores da UE a farsa eleitoral

28.05.2024 20:07 2 minutos de leitura
Visualizar

Com ciúmes, homem mata cachorro a facadas e coloca na porta da ex

Visualizar

Santos desiste de Marcelo Grohe

Visualizar

Elon Musk vs Yann LeCun: Choque de gigantes na IA

Visualizar

Bilionários farão nova expedição submarina ao Titanic

Visualizar

Lula recebe Joesley no Planalto, puro suco de Brasil

Madeleine Lacsko Visualizar

Tags relacionadas

Câmara Legislativa do Distrito Federal Dia da Mulher Distrito Federal Ibaneis Rocha Jandira Feghali mulheres STF
< Notícia Anterior

John Textor diz ter provas de corrupção na arbitragem do futebol brasileiro

08.03.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Nova Lei barra condenados por violência doméstica em Concursos Públicos do DF

08.03.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Com ciúmes, homem mata cachorro a facadas e coloca na porta da ex

Com ciúmes, homem mata cachorro a facadas e coloca na porta da ex

28.05.2024 20:01 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Bebê abandonada em selva no Panamá volta ao Brasil após 5 meses

Bebê abandonada em selva no Panamá volta ao Brasil após 5 meses

28.05.2024 19:29 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Derrota de Lula: Congresso derruba veto ao PL das saidinhas

Derrota de Lula: Congresso derruba veto ao PL das saidinhas

Wesley Oliveira
28.05.2024 19:22 4 minutos de leitura
Visualizar notícia
Gusttavo Lima para show: "Quem tá fumando maconha?"

Gusttavo Lima para show: "Quem tá fumando maconha?"

28.05.2024 18:57 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.