O Antagonista

Homem acusado de matar cachorro a chutes após latido causa revolta em Palestina, SP

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 31.01.2024 07:23 comentários
Brasil

Homem acusado de matar cachorro a chutes após latido causa revolta em Palestina, SP

Homem em Palestina, SP, é suspeito de matar cachorro a chutes após ser derrubado por seu latido.

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 31.01.2024 07:23 comentários 1
Homem acusado de matar cachorro a chutes após latido causa revolta em Palestina, SP
Fonte: Reprodução

Um homem, ainda não identificado, é suspeito de um ato horrível contra um animal indefeso na cidade de Palestina, São Paulo. Segundo o boletim de ocorrência, o indivíduo retirou um cachorro dos braços da filha de sua tutora, uma criança de apenas 9 anos de idade, e o arremessou no chão. Em seguida, agrediu o cão com chutes até sua morte.

Suspeito teria se irritado após ser derrubado pelo latido do animal

De acordo com relatos contidos no boletim de ocorrência, o suspeito passou em frente ao lar da família de bicicleta quando o cão latiu, fazendo com que o homem se desequilibrasse e caísse. Aparentemente irritado com a situação, ele reagiu de forma violenta e brutal, agarrando o cachorro dos braços da criança que estava no quintal da residência e o jogando no chão com força.

Família pede justiça pelo ocorrido

Após o ataque, o cão, infelizmente, não resistiu aos ferimentos e faleceu no local. A criança assustada pediu socorro aos seus familiares, mas já era tarde demais para a pequena vítima. A tutora do animal, Maraiza Cristina Galdino, expressou sua revolta e indignação, declarando: “É uma sensação de impunidade, de ‘terra de ninguém’. A pessoa entra na sua casa, toma um animal de estimação que está com a gente desde filhote e ainda causa um trauma na minha filha. A gente só quer Justiça pelo Floquinho”.

Situação afeta profundamente a criança, que agora precisa de acompanhamento psicológico

A trágica perda de seu amado animal de estimação tem impactado fortemente a filha de Maraiza, que era extremamente apegada ao cachorro. A menina agora necessita de acompanhamento psicológico para lidar com o trauma da experiência. Ela foi encaminhada para o núcleo de psicologia da Prefeitura de Palestina.

Suspeito ainda não foi localizado pela polícia

Até o momento, o suspeito da agressão não foi localizado pela polícia. O caso está sendo investigado e espera-se que a justiça seja feita em breve.

Esportes

Corinthians é eliminado do Paulistão após vitória da Inter de Limeira

02.03.2024 23:06 2 minutos de leitura
Visualizar

Navalny: o sopro de liberdade que desafia Putin

Catarina Rochamonte Visualizar

Confira os adversários de Grêmio e Inter nas quartas de final do Gauchão

Visualizar

Augusto Melo confirma que dívida do Corinthians com Rojas é de R$ 8 milhões

Visualizar

Casal preso por vaquinha online falsa para criança com câncer no RJ

Visualizar

Turista brasileira sofre estupro coletivo na Índia

Visualizar

Tags relacionadas

assassinato cachorro
< Notícia Anterior

Ameaça de ataque Houthi deixa navio australiano abandonado com 16 mil animais

31.01.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

CEO's da Meta, Tiktok e Discord testemunham no Congresso dos EUA

31.01.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (1)

Alexandre Ataliba Do Couto Resende

2024-01-31 12:03:41

Certamente tal notícia deverá fazer um imenso estrago na bolsa de valores....


Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Casal preso por vaquinha online falsa para criança com câncer no RJ

Casal preso por vaquinha online falsa para criança com câncer no RJ

02.03.2024 21:41 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Influencer é preso por aplicar golpe de criptomoedas

Influencer é preso por aplicar golpe de criptomoedas

02.03.2024 21:30 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Projeto de lei quer Uber com no máximo 12 horas de trabalho

Projeto de lei quer Uber com no máximo 12 horas de trabalho

02.03.2024 21:09 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
“No escuro”, defesa de Bolsonaro reclama de constrangimento

“No escuro”, defesa de Bolsonaro reclama de constrangimento

02.03.2024 19:56 2 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.