Gonet escala time que atuou na Lava Jato e no mensalão Gonet escala time que atuou na Lava Jato e no mensalão
O Antagonista

Gonet escala time que atuou na Lava Jato e no mensalão

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 20.12.2023 09:52 comentários
Brasil

Gonet escala time que atuou na Lava Jato e no mensalão

A Folha informa nesta quarta-feira, 20, que o novo procurador-geral da República, Paulo Gonet, escolheu para atuar em seu gabinete subprocuradores que participaram de ações de combate à corrupção como...

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 20.12.2023 09:52 comentários 0
Gonet escala time que atuou na Lava Jato e no mensalão
Foto: Pedro França/Agência Senado

A Folha informa nesta quarta-feira, 20, que o novo procurador-geral da República, Paulo Gonet, escolheu para atuar em seu gabinete subprocuradores que participaram de ações de combate à corrupção como a Operação Lava Jato e o mensalão.

O procurador Alexandre Espinosa foi escolhido para atuar como vice-procurador-geral eleitoral, função que era de Gonet. Espinosa foi auxiliar de Antonio Fernando de Souza e Raquel Dodge tanto nas investigações do mensalão quanto na Lava Jato.

Outro integrante do MPF que ganhou força na gestão Paulo Gonet é Raquel Branquinho. A subprocuradora foi responsável por apurações no mensalão e auxiliou Dodge na área penal. Ela integrava o time de Dodge durante as denúncias do esquema de corrupção atribuído pelo MPF aos irmãos Joesley e Wesley Batista, do conglomerado J&F. Branquinho vai exercer a função de chefe da Procuradoria.

E a Secretaria de Cooperação Internacional será comandada por Anamara Osório. Anamaria foi coordenadora da força-tarefa da Lava Jato em São Paulo.

“Com uma trajetória jurídica e acadêmica dedicada ao direito constitucional e direitos fundamentais, Gonet vinha oferecendo poucas pistas sobre suas opiniões na área criminal. Os nomes selecionados pelo novo chefe do MPF indicam que ele quer se cercar de profissionais que ampla experiência justamente nessa área”, informa o jornal.

O novo procurador-geral da República afirmou em seu discurso de posse que o Ministério Público Federal (MPF) pretende se ater ao “trabalho técnico, e não aos holofotes. O indicado pelo presidente Lula para comandar o órgão pelos próximos dois anos declarou que é preciso “resgatar” do papel da instituição.

“No nosso agir técnico, não buscamos palco, nem holofotes. Mas, com destemor, havemos de ser fiéis e completos, ao que nos delega o Constituinte e nos outorga o legislador democrático. Devemos ser inabaláveis diante dos ataques dos interesses contrariados e constantes diante da efervescência das opiniões ligeiras. Devemos sobretudo ter a audácia de sermos bons, justos e corretos”, disse.

Como mostramos, Lula vinha demonstrando preocupação com a perseguição a aliados políticos por parte da Procuradoria-Geral da República. Os primeiros sinais de Paulo Gonet, no entanto, não são nada bons. Nada bons para o petista.

Mundo

Dona do "Call of Duty" é acusada de homicídio culposo por tiroteio em escola dos EUA

24.05.2024 22:26 3 minutos de leitura
Visualizar

Google revisa IA para corrigir erros bizarros

Visualizar

Inmet alerta: Junho deve ser a salvação do Rio Grande do Sul

Visualizar

Ivan Sant'anna na Crusoé: Terra de fronteira – Primeira parte

Visualizar

Boeing e NASA superam desafios e preparam 1° voo tripulado da Starliner

Visualizar

Rodolfo Borges na Crusoé: Um goleiro nunca é o bastante

Visualizar

Tags relacionadas

Operação Lava Jato Paulo Gonet PGR
< Notícia Anterior

PF mira irmão de Cláudio Castro em operação contra fraudes

20.12.2023 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Pequenas milícias, grandes negócios: o “CEO das cobranças” de Zinho

20.12.2023 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Inmet alerta: Junho deve ser a salvação do Rio Grande do Sul

Inmet alerta: Junho deve ser a salvação do Rio Grande do Sul

24.05.2024 21:37 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Facções avisam que vão vingar morte de crianças em BH

Facções avisam que vão vingar morte de crianças em BH

24.05.2024 20:58 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Ministério Público vai recorrer de absolvição de Cláudio Castro

Ministério Público vai recorrer de absolvição de Cláudio Castro

24.05.2024 20:57 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Brasil ultrapassa 3 mil mortes por dengue em 2024

Brasil ultrapassa 3 mil mortes por dengue em 2024

24.05.2024 20:44 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.