"Estimativa de público tem caráter técnico", diz PM após ruídos "Estimativa de público tem caráter técnico", diz PM após ruídos
O Antagonista

“Estimativa de público tem caráter técnico”, diz PM após ruídos

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 26.02.2024 15:36 comentários
Brasil

“Estimativa de público tem caráter técnico”, diz PM após ruídos

Depois que o secretário bolsonarista de Segurança Pública divulgou o número de 750 mil, a PM afirmou não ter feito estimativa

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 26.02.2024 15:36 comentários 5
“Estimativa de público tem caráter técnico”, diz PM após ruídos
Reprodução/ YouTube

A Polícia Militar do estado de São Paulo enviou uma nota a O Antagonista após a cobrança de esclarecimentos e transparência feita pelo portal sobre o cálculo da quantidade de manifestantes no ato de Jair Bolsonaro na Avenida Paulista no domingo, 25 de fevereiro.

“A estimativa de público tem caráter técnico e sua aplicação ocorre em todas as manifestações, para subsidiar decisões operacionais”, diz a PM no comunicado.

“A divulgação ou não é uma cortesia da Polícia Militar e é oferecida quando há grande manifestação de interesse por parte de veículos de informação e da própria sociedade”, acrescenta.

A PM também descreveu a metodologia da corporação para estimar a quantidade de pessoas em uma manifestação.

“A técnica consiste basicamente na multiplicação da área ocupada pelo coeficiente de ocupação, que se baseia na concentração das pessoas. A partir de imagens áreas e também da observação de agentes em solo, verifica-se o coeficiente de ocupação em cada quadrante ocupado”, afirma a nota.

“Com base no software COPOM Online, o coeficiente é lançado e o cálculo das áreas ocupadas é feito automaticamente”, acrescenta.

Ruídos na estimativa do público

A assessoria de imprensa da Polícia Militar confirmou a O Antagonista, em nota oficial, que a corporação estimou a “presença de 600 mil pessoas na Avenida Paulista no horário de pico” da manifestação de domingo, 25, e mais 150 mil nas adjacências. Há ruídos, no entanto, em relação à forma de divulgação e à transparência do método.

Depois que o secretário bolsonarista de Segurança Pública do estado de São Paulo no governo de Tarcísio de Freitas, Guilherme Derrite, divulgou o número de 750 mil pessoas presentes no ato em defesa de Jair Bolsonaro na Av. Paulista, o oficial de plantão na Polícia Militar disse à Folha, segundo o jornal, que a polícia não faz estimativas desse tipo.

O Antagonista então questionou uma assessora de Derrite. Ela alegou que a Folha fez confusão, manteve a afirmação de que o número veio da PM e encaminhou uma nota que relatou ter sido enviada pela polícia a jornalistas, em resposta a questionamento à corporação feito por e-mail.

Polícia Militar garante a segurança de 750 mil pessoas na Avenida Paulista

A Polícia Militar atuou preservando a ordem pública neste domingo (25), durante manifestação ocorrida na Avenida Paulista, com o emprego de mais de 2 mil policiais, considerando o policiamento ordinário, as forças especializadas e reforço especial para um evento dessa magnitude.

Conforme cálculo da área técnica, feito com software específico, imagens aéreas e também informações das equipes em terra, estimou-se a presença de 600 mil pessoas na Avenida Paulista no horário de pico. Considerando também o público das adjacências, o número de presentes chegou a 750 mil pessoas.

Apesar do público elevado registrado, não se verificou incidentes graves durante todo o ato.

Leia também: Após ruídos, assessoria da PM confirma estimativa de 600 mil na Paulista


Brasil

Empresário Rodrigo Carvalheira é indiciado por estupro

16.04.2024 19:41 3 minutos de leitura
Visualizar

Senado aprova PEC das drogas em primeiro turno

Wesley Oliveira Visualizar

Risco fiscal leva juros às alturas e dólar ao maior nível em um ano

Rodrigo Oliveira Visualizar

Lira abre a porteira para a oposição

Visualizar

Enel anuncia investimento bilionário em meio a crise

Visualizar

Se Chimbinha é genial, que dizer do Beethoven?

Madeleine Lacsko Visualizar

Tags relacionadas

Avenida Paulista bolsonarismo Jair Bolsonaro PM São Paulo
< Notícia Anterior

Mais um candidato à cadeira de Sergio Moro

26.02.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

PSDB à deriva em São Paulo

26.02.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (5)

Suely Racy

2024-02-26 20:09:50

Tinha muuuuita gente. Fiquei até emocionada. Comparado com o Lula, Bolsonaro é bem melhor. Não tem comparação


Suely Racy

2024-02-26 19:55:26

Na próxima vez o antagonista tem que ir lá pessoalmente como eu acabei indo, para ver quantas pessoas tinham. É muito fácil falar que os outros estão mentindo. Eu pessoalmente estava contra o Bolsonaro por causa da lavajato e Sérgio Moro que ele ajudou a destruir. Mas assim como está o jornalismo e as pessoas, não dá


Suely Racy

2024-02-26 19:47:12

Felipe Moura Brasil está sendo muito chato!!!! E só ver a televisão e fazer uma estimativa própria. Ninguém fica contando pessoas. Ridículo


Rogério Schwinden

2024-02-26 18:33:00

A BICHARADA DA USP CALCULA 185 MIL ONTEM E 4 MILHÕES NA PARADA GAY. ALGUMA NOVIDADE?? KKKKKKKKKKKKKKK


CLAUDIO NAVES

2024-02-26 16:14:20

Não tem polêmica alguma, Lula não consegue mesmo com mortadela, colocar 1000 pessoas na Paulista e ficam querendo diminuir a presença na manifestação de ontem, não dá para negar um fato destes !


Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Empresário Rodrigo Carvalheira é indiciado por estupro

Empresário Rodrigo Carvalheira é indiciado por estupro

16.04.2024 19:41 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Senado aprova PEC das drogas em primeiro turno

Senado aprova PEC das drogas em primeiro turno

Wesley Oliveira
16.04.2024 19:40 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Lira abre a porteira para a oposição

Lira abre a porteira para a oposição

16.04.2024 19:37 5 minutos de leitura
Visualizar notícia
Enel anuncia investimento bilionário em meio a crise

Enel anuncia investimento bilionário em meio a crise

16.04.2024 19:29 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.