Enel diz que mais de mil clientes ainda estão sem energia em SP Enel diz que mais de mil clientes ainda estão sem energia em SP
O Antagonista

Enel diz que mais de mil clientes ainda estão sem energia em SP

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 09.11.2023 10:26 comentários
Brasil

Enel diz que mais de mil clientes ainda estão sem energia em SP

A Enel, empresa responsável pelo fornecimento de energia elétrica em São Paulo e região metropolitana, informou que mais de mil clientes ainda estão sem energia desde a tempestade que atingiu a região na última sexta-feira, 3.

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 09.11.2023 10:26 comentários 0
Enel diz que mais de mil clientes ainda estão sem energia em SP
Enel falta de energia

A Enel, empresa responsável pelo fornecimento de energia elétrica em São Paulo e região metropolitana, informou que mais de mil clientes ainda estão sem energia desde a tempestade que atingiu a região na última sexta-feira, 3.

Além disso, cerca de 30 mil chamados por falta de luz, que foram registrados nos dias seguintes ao temporal, também estão sendo normalizados, informou a concessionária de energia.

De acordo com a empresa, técnicos estão trabalhando incansavelmente para solucionar uma ocorrência complexa que envolve árvores e a substituição de postes em Cotia e Embu, visando restabelecer o fornecimento de energia para aproximadamente 1.300 clientes que ficaram sem luz na sexta-feira. A Enel ressalta que os trabalhos tiveram início na madrugada e continuam em andamento.

Paralelamente, a companhia está empenhada em normalizar os cerca de 30.000 registros de falta de luz originados nos dias posteriores à tempestade. Inicialmente, a previsão era de que o restabelecimento total ocorresse até terça-feira, 7, mas a empresa não cumpriu o prazo estipulado.

Na terça-feira, 7, o prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), afirmou que vai abrir um processo contra a Enel por a empresa descumprir o acordo de restabelecer a energia em toda a capital.

O prefeito também informou que vai notificar o Procon e a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) para que medidas sejam tomadas contra a empresa. O prefeito também disse que não negociou nenhum novo prazo com a Enel.

Além disso, foram abertas duas Comissões Parlamentares de Inquérito (CPIs) para investigar as ações da empresa. Uma foi instalada em maio na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp), que nesta quarta-feira, 8, decidiu convocar o presidente nacional da empresa, Nicola Cotugno, e do presidente da Enel SP, Max Xavier Lins. A data para a realização da oitiva ainda não foi definida.

A outra foi instalada ontem na Câmara Municipal de São Paulo. O requerimento aprovado foi o do líder do PSDB na casa, vereador João Jorge.

O Ministério Público de São Paulo (MP-SP) também anunciou nesta quarta, 8, a abertura de uma investigação contra concessionária de energia. Desta vez, o inquérito tem como objetivo apurar os danos ao patrimônio público causados pela suposta omissão no apagão que atinge a cidade desde a semana passada.

Mundo

Projeto para designar UNRWA como organização terrorista avança em Israel

29.05.2024 16:00 2 minutos de leitura
Visualizar

Ciclone se afasta do RS, mas mar segue agitado

Visualizar

Monte Everest tem pelo menos 5 mortes em 2024 e “engarrafamento” de alpinistas

Visualizar

Líder admite 'Deus nos acuda' nas derrotas de Lula no Congresso

Wesley Oliveira Visualizar

“Guerra em Gaza continuará por mais sete meses, pelo menos”

Visualizar

Barroso quer ouvir governo de SP sobre câmeras corporais

Visualizar

Tags relacionadas

Alesp Ateneu Ricardo Nunes Enel falta de energia MPSP
< Notícia Anterior

Os “recados” do ex-sócio de Flávio Bolsonaro

09.11.2023 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Braskem dobra o prejuízo no trimestre, mas ação dispara 20%

09.11.2023 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Ciclone se afasta do RS, mas mar segue agitado

Ciclone se afasta do RS, mas mar segue agitado

29.05.2024 15:56 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Líder admite 'Deus nos acuda' nas derrotas de Lula no Congresso

Líder admite 'Deus nos acuda' nas derrotas de Lula no Congresso

Wesley Oliveira
29.05.2024 15:46 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
“Guerra em Gaza continuará por mais sete meses, pelo menos”

“Guerra em Gaza continuará por mais sete meses, pelo menos”

29.05.2024 15:38 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Barroso quer ouvir governo de SP sobre câmeras corporais

Barroso quer ouvir governo de SP sobre câmeras corporais

29.05.2024 15:35 4 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.