O Antagonista

Dois generais cearenses foram alvos da operação Tempus Veritatis

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 08.02.2024 15:19 comentários
Brasil

Dois generais cearenses foram alvos da operação Tempus Veritatis

Dois generais cearenses foram alvos da operação Tempus Veritatis, deflagrada pela Polícia Federal: Paulo Sérgio Nogueira e Estevam Cals Theóphilo

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 08.02.2024 15:19 comentários 0
Dois generais cearenses foram alvos da operação Tempus Veritatis
Reprodução/You Tube

Dois generais cearenses foram alvos da operação Tempus Veritatis, deflagrada pela Polícia Federal (PF) nesta quinta-feira, 8 de janeiro. Um deles, o general Paulo Sérgio Nogueira, foi comandante do Exército e ministro da Defesa. O outro, Estevam Cals Theóphilo comandou a 10ª Região Militar, em Fortaleza.

Ambos são cearenses. Sergio Nogueira foi o último ministro da Defesa no governo Jair Bolsonaro (PL), tendo assumido o posto quando o general Walter Braga Netto, outro alvo da operação desta quinta-feira, 8, deixou o cargo para ser candidato a vice-presidente na chapa de Bolsonaro, em 2022.


Estevam Cals Theóphilo comandou a 10ª Região Militar (10ª RM) da capital cearense, tendo chegado ao posto máximo no Comando de Operações Terrestres do Exército. Foi também diretor de Ensino do Colégio Militar de Fortaleza.

A operação de busca e apreensão realizada na casa do general Estevam (segundo fontes próximas, a PF levou celular, computador, armas e passaporte) ocorreu, segundo o jornal cearense O POVO, com base na delação do ex-ajudante de ordens de Bolsonaro, Mauro Cid, segundo a qual Estevam Theóphilo teria prometido a Bolsonaro que a sua tropa estaria na rua para apoiar um golpe de Estado.

Segundo matéria do Estadão, as investigações da PF indicam que Estevam seria “o responsável operacional pelo emprego da tropa caso a medida de intervenção se concretizasse”. Caberia também “às forças especiais do Exercito a missão de efetuar a prisão do Ministro do Supremo Tribunal Federal Alexandre de Moraes assim que o decreto presidencial fosse assinado”.

Cid teria apresentado mensagens que dariam força a sua versão, assim como registros da participação de Estevam Theóphilo na reunião em que se discutiu a minuta do golpe. Fontes próximas a Estevam, porém, afirmam que não há nenhum respaldo para o mandado de busca e apreensão, que o nome dele não aparece em nenhuma conversa e que sua “única culpa é ter comandado o comando de operação terrestre na época de Bolsonaro

O irmão de Estevam Theóphilo, o também general Guilherme Theóphilo, foi candidato ao governo do Ceará pelo PSDB, em 2018 e atualmente e presidente do diretório municipal do partido Novo, em Fortaleza. No governo Bolsonaro, foi secretário nacional de Segurança Pública enquanto o ministro da Justiça e Segurança Pública era Sergio Moro, tendo se afastado do bolsonarismo nessa mesma ocasião em que o ex-ministro deixou o governo.

Os dois descendem de família que está no Exército desde os tempos do Brasil Império.

Esportes

Alexandre Pato fala sobre os bastidores da sua saída do São Paulo

28.02.2024 23:00 2 minutos de leitura
Visualizar

Estátua de Daniel Alves é vandalizada em Juazeiro, sua cidade natal

Visualizar

A "epidemia geral" de Barroso

Visualizar

Flamengo considera vender Gabigol para lucrar com o atacante

Visualizar

Lula continua a ecoar o Hamas: “Genocídio”

Visualizar

Atacante Yuri Alberto visita crianças com câncer no GACC

Visualizar

< Notícia Anterior

Metade dos alvos de operação da PF passaram por CPMI, diz relatora

08.02.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Humberto Costa entra com pedido de investigação contra PL

08.02.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

O Antagonista é um dos principais sites jornalísticos de informação e análise sobre política do Brasil. Sua equipe é composta por jornalistas profissionais, empenhados na divulgação de fatos de interesse público devidamente verificados e no combate às fake news.

Suas redes

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

A "epidemia geral" de Barroso

A "epidemia geral" de Barroso

28.02.2024 21:15 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Lula continua a ecoar o Hamas: “Genocídio”

Lula continua a ecoar o Hamas: “Genocídio”

28.02.2024 20:45 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Shows de arrecadação eleitoral com artistas, determina TSE

Shows de arrecadação eleitoral com artistas, determina TSE

28.02.2024 20:16 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
STF vai decidir futuro da Uber no Brasil

STF vai decidir futuro da Uber no Brasil

28.02.2024 19:52 2 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.