O Antagonista

Crusoé: as digitais do governo no processo de enfraquecimento de Lira

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 09.02.2024 18:56 comentários
Brasil

Crusoé: as digitais do governo no processo de enfraquecimento de Lira

Os quatro ingredientes que apontam uma ação de Lula para fincar bandeiras nas trincheiras do Congresso

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 09.02.2024 18:56 comentários 2
Crusoé: as digitais do governo no processo de enfraquecimento de Lira
Foto Lula Marques/ Agência Brasil

Embora o Planalto não queira deixar digitais em uma estratégia de enfraquecimento do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), logo não será possível deixar de reconhecer que há uma ação de Lula para fincar bandeiras nas trincheiras do Congresso.

Esse objetivo não está – e nunca será – declarado abertamente. Faz parte da política esperar sempre que o outro lado declare guerra primeiro para que o defensor tenha a vantagem moral do conflito. Mas é inegável que o governo aumentou fortemente a pressão sobre o alagoano, separando os ingredientes para seu enfraquecimento, em uma atitude muito mais desafiadora do que se viu em qualquer momento de 2023.

Primeiro ingrediente: tensão programada

Ninguém conseguiria imaginar o tamanho da tensão que o governo criaria ao adotar as medidas que tomou durante o recesso: reoneração da folha, fim do Perse e vetos ao cronograma de execução do Orçamento e a parte de emendas de comissão. Simbolicamente, a mensagem é que o Planalto não abrirá mão de ser o principal polo de poder da Esplanada e que não aceita sequer ser colocado no mesmo plano do Congresso Nacional.

Foi uma medida de força contra a ideia de um semipresidencialismo de fato, mas que já traz no seu bojo um alvo em especial. Tanto o Perse quanto o veto às emendas de comissão, que são definidas em grande parte pelos presidentes da Câmara e do Senado, têm relação direta com o poder de Lira.

Além disso, a falta de execução de emendas destinadas por parlamentares no âmbito do Ministério da Saúde fez com que muitos deputados cobrassem o presidente da Câmara o que havia sido acordado em votações em 2023. Embora o devedor seja o governo, Lira claramente assumiu o papel de fiador.

Segundo ingrediente: flerte com aliados de Lira

O anúncio da saída do PSB do blocão comandado por Lira, se quantitativamente pouco importante para votações, teve o efeito de anunciar que a estrutura de poder do presidente da Câmara pode estar começando a se desfazer. E essa narrativa interessa ao governo.

No dia 6, a apuração junto a assessores do PSB levantou que o ministro-chefe da Secretaria de Relações Institucionais, Alexandre Padilha, esteve duas vezes com o novo líder, deputado Gervásio Maia (PSB-PE). Em uma delas, o líder do governo na Câmara, José Guimarães (PT-CE), o estava acompanhando.

Como me disse esse mesmo assessor, “aqui estão os ingredientes, agora faça o bolo”.

Fotos de Lula com candidatos à sucessão de Lira, como o deputado Antônio Brito (PSD-BA) e acenos a Marcos Pereira (Republicanos-SP) em eventos públicos – mas nenhuma menção ao favorito de Lira, deputado Elmar Nascimento (União-BA) –, também é uma forma de criar divisões no núcleo duro do Centrão.

Terceiro ingrediente:…

Leia mais em Crusoé

Mundo

Estado de emergência no Haiti: Gangues comandam a capital

05.03.2024 07:54 2 minutos de leitura
Visualizar

Imagens falsas de Trump com eleitores negros circulam nas redes

Alexandre Borges Visualizar

De Arrascaeta fala sobre possibilidade de jogar na Europa

Visualizar

Concurso PM MG 2024: 180 Vagas para curso de formação de oficiais com salário inicial de R$7.175,30

Visualizar

Bolsa Família: saiba se os beneficiários precisam declarar Imposto de Renda

Visualizar

Superterça: última chance de Nikki Haley

Visualizar

Tags relacionadas

Arthur Lira Crusoé
< Notícia Anterior

Ibovespa fecha em queda enquanto Wall Street tem novo recorde

09.02.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Corinthians paga multa de António Oliveira e técnico está liberado para estreia

09.02.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (2)

Angelo Sanchez

2024-02-09 20:06:02

Comentário muito ruim e as conclusões também, Artur Lira segue forte e firme e não precisa provar isto a todo o momento, na verdade o nosso governo do "corrupto descondenado", é um Presidente "primeiro ministro" muito enfraquecido de acordo com nossas regras constitucionais, cujo poder é exercido em conjunto com o parlamento, que fala mais alto do que o executivo e detem a última palavra aceitando ou rejeitando o veto presidencial.


Paulo Pires

2024-02-09 19:04:09

Se Janjo derrubar Tiranolira Rex, o céu não será o limite para a petralhada!


Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Concurso PM MG 2024: 180 Vagas para curso de formação de oficiais com salário inicial de R$7.175,30

Concurso PM MG 2024: 180 Vagas para curso de formação de oficiais com salário inicial de R$7.175,30

05.03.2024 07:34 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Bolsa Família: saiba se os beneficiários precisam declarar Imposto de Renda

Bolsa Família: saiba se os beneficiários precisam declarar Imposto de Renda

05.03.2024 07:30 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Jornais destacam regulamentação do transporte por app

Jornais destacam regulamentação do transporte por app

05.03.2024 07:24 1 minuto de leitura
Visualizar notícia
Você pode ajudar a encontrar Cleusa, uma das desaparecidas do Brasil

Você pode ajudar a encontrar Cleusa, uma das desaparecidas do Brasil

05.03.2024 07:12 1 minuto de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.