O Antagonista

Crusoé: ACM Neto continua a alfinetar o governo do PT baiano

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 31.01.2024 08:17 comentários
Brasil

Crusoé: ACM Neto continua a alfinetar o governo do PT baiano

O primeiro ano do governo Jerônimo Rodrigues foi “o pior ano dentre esses 17 anos que o PT governou a Bahia", disse o ex-prefeito de Salvador

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 31.01.2024 08:17 comentários 0
Crusoé: ACM Neto continua a alfinetar o governo do PT baiano
Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

ACM Neto (União Brasil; foto), o ex-prefeito de Salvador, perdeu as eleições estaduais de 2022 para Jerônimo Rodrigues (PT). Mais de um ano após a posse do vitorioso, no entanto, ele continua a apontar as suas críticas ao governo do PT.

Em um evento junto ao prefeito da capital baiana e seu pupilo político Bruno Reis, ACM Neto aproveitou para avaliar o primeiro ano do seu antigo concorrente. Em todos os anos de PT, este teria sido o pior de todos, em sua visão.

“O primeiro ano do governo Jerônimo foi muito abaixo das expectativas do povo baiano. E foi o pior ano dentre esses 17 anos que o PT governou a Bahia”, disse, segundo o jornal Correio24horas. “As áreas essenciais para o baiano nada mudou. Ao contrário, as coisas pioraram. A gente vê um governador, às vezes, com foco equivocado. Um governador que muitas vezes sequer consegue encarar os problemas.”

“Quando a coisa aperta, ele se esconde”, ele concluiu. “A Bahia merecia muito mais do que Jerônimo vem entregando.”

Um dos pontos fracos da administração de Jerônimo Rodriguies é a segurança pública — que tem se degradado paulatinamente desde a chegada do PT ao poder, em 2007.  Até esta terça-feira, 30, 100 pessoas haviam sido mortas em 144 tiroteios na região, indicam dados do Instituto Fogo Cruzado.

O número já é 35% mais alto do que o mesmo mês de 2023 — o primeiro de Jerônimo Rodrigues (PT) à frente do governo e da segurança pública estadual. Naquele primeiro mês do ano passado, já havia sido registradas 74 mortes na mesma região.

O número de baleados também aumentou 61%, e chegou a 137 atingidos, de acordo com o instituto. A maior parte dos mortos (71% deles) está em Salvador, sendo seguidos por Camaçari (nove mortes) e Dias D’Ávila (seis mortes).

Leia mais aqui; assine Crusoé e apoie o jornalismo independente.

Esportes

Alexandre Pato fala sobre os bastidores da sua saída do São Paulo

28.02.2024 23:00 2 minutos de leitura
Visualizar

Estátua de Daniel Alves é vandalizada em Juazeiro, sua cidade natal

Visualizar

A "epidemia geral" de Barroso

Visualizar

Flamengo considera vender Gabigol para lucrar com o atacante

Visualizar

Lula continua a ecoar o Hamas: “Genocídio”

Visualizar

Atacante Yuri Alberto visita crianças com câncer no GACC

Visualizar

Tags relacionadas

ACM Neto bahia Crusoé Jerônimo Rodrigues Partido dos Trabalhadores (PT)
< Notícia Anterior

Apreensão de drogas no aeroporto de Guarulhos escala em 2024

31.01.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Concurso da Petrobras 2024: inscrições que foram prorrogadas se encerram nessa 4°feira

31.01.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

A "epidemia geral" de Barroso

A "epidemia geral" de Barroso

28.02.2024 21:15 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Lula continua a ecoar o Hamas: “Genocídio”

Lula continua a ecoar o Hamas: “Genocídio”

28.02.2024 20:45 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Shows de arrecadação eleitoral com artistas, determina TSE

Shows de arrecadação eleitoral com artistas, determina TSE

28.02.2024 20:16 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
STF vai decidir futuro da Uber no Brasil

STF vai decidir futuro da Uber no Brasil

28.02.2024 19:52 2 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.