Covid: Taxa de ocupação em UTIs da rede privada cai em SP
Foto: Governo do Estado de São Paulo

Covid: Taxa de ocupação em UTIs da rede privada cai em SP

Somente 2% dos hospitais privados do estado relataram ocupação acima de 80%, de acordo com levantamento do SindHosp divulgado nesta terça-feira

A taxa de ocupação de UTIs destinadas a pacientes com Covid teve queda significativa no setor privado no estado de São Paulo.

De acordo com pesquisa do SindHosp (Sindicato dos Hospitais, Clínicas e Laboratórios do Estado de São Paulo) divulgada hoje, apenas 2% dos hospitais privados paulistas relataram ocupação de UTI acima de 80%. Em meados de maio, 88% das unidades registraram esse patamar.

O levantamento também diz que 42% dos hospitais privados paulistas indicaram ocupação de leitos de UTI entre 51% e 70%. Participaram da pesquisa 66 hospitais privados do estado, sendo 27% da capital e 73% do interior, que somam 2.795 leitos de UTI e 5.512 leitos clínicos exclusivos para atendimento de pacientes com Covid.

Mais notícias

Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Caso aprovado, seu comentário será publicado em até 4 minutos.
Comentar é exclusividade para assinantes.
Assine O Antagonista+ Crusoé e acesse todos os recursos.