Columbia cancela aulas presenciais por ocupação antissemita Columbia cancela aulas presenciais por ocupação antissemita
O Antagonista

Columbia cancela aulas presenciais por ocupação antissemita

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 22.04.2024 08:51 comentários
Brasil

Columbia cancela aulas presenciais por ocupação antissemita

A presidente da universidade expressou profundo pesar pela situação e pela deterioração dos laços comunitários, que "serão difíceis e demorarão a ser refeitos"

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 22.04.2024 08:51 comentários 0
Columbia cancela aulas presenciais por ocupação antissemita
Foto: Sarah Huddleston / Columbia Daily Spectator

Em um comunicado divulgado na madrugada desta segunda-feira, 22, a presidente da Universidade de Columbia, a muçulmana Nemat Shafik, informou que todas as aulas serão realizadas virtualmente devido à ocupação do campus por manifestantes pró-Hamas.

O protesto, marcado por slogans e cantos antissemitas, levou a universidade a adotar medidas adicionais de segurança e a convocar um diálogo entre as partes envolvidas.

A decisão de mudar o formato das aulas veio após um aumento significativo nas tensões no campus, exacerbadas pela presença de indivíduos não afiliados à universidade que, segundo Shafik, “exploraram e ampliaram as discordâncias”. A presidente da universidade expressou profundo pesar pela situação e pela deterioração dos laços comunitários, que “serão difíceis e demorarão a ser refeitos”.

Além das alterações no formato das aulas, Shafik condenou o uso de linguagem antissemita e comportamentos intimidadores por parte dos manifestantes. Ela também destacou os conflitos em curso no Oriente Médio como um catalisador de “profundo sofrimento moral” entre os estudantes. Ela reiterou a disposição da universidade em buscar soluções pacíficas.

No contexto das manifestações, que também contaram com a presença da polícia de Nova York, um rabino ortodoxo de Columbia e Barnard College recomendou que os estudantes judeus deixassem o campus “o mais rápido possível” devido a ameaças de segurança.

A universidade, por meio da sua presidente, fez um apelo por respeito mútuo e colaboração para reconstruir a coesão interna, destacando os valores de aprendizado e gentileza como fundamentais.

Violência antissemita na Universidade de Yale

Protestos antissemitas na Universidade de Yale se transformaram em atos de violência e assédio neste fim de semana.

A administração da universidade é criticada por sua passividade enquanto centenas de manifestantes bloqueavam acessos e promoviam agressões, incluindo atacar estudantes judeus e tentar queimar a bandeira americana.

Sahar Tartak, uma estudante judia, foi ferida no olho por um mastro de bandeira e precisou de atendimento hospitalar. O incidente é parte de uma série de confrontos onde manifestantes entoavam cânticos como “a única solução, revolução intifada” e “Do rio ao mar, a Palestina quase livre”.

O tenente Chris Halstead, da polícia de Yale, indicou que a polícia tinha planos de intervir, mas adiou a ação sem maiores explicações. A violência continuou no dia seguinte, com uma marcha até a Yale Divinity School para confrontar autoridades universitárias.

Este não é um incidente isolado, mas reflete uma tendência preocupante de incidentes antissemitas em campus universitários por todo os Estados Unidos.

Mundo

Apple é forçada a reduzir preços na China para confrontar Huawei

20.05.2024 12:51 2 minutos de leitura
Visualizar

Presidente do Corinthians viaja a Europa para vender Wesley

Visualizar

Maduro fecha hotéis que recebem Corina Machado e aliados

Visualizar

Jorge Jesus se aproxima de renovação com o Al-Hilal

Visualizar

Mais de 920 pessoas deixam suas casas após chuvas em SC

Visualizar

Chapecoense x Ponte Preta: jogo pode ser adiado novamente

Visualizar

< Notícia Anterior

Tesouro alerta contra 'plano Dilma' para energia

22.04.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

"Estamos entregando o PT a bolsonaristas", diz petista cearense

22.04.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Mais de 920 pessoas deixam suas casas após chuvas em SC

Mais de 920 pessoas deixam suas casas após chuvas em SC

20.05.2024 12:18 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Capotamento na Dutra revela carga de maconha e motorista foge do hospital

Capotamento na Dutra revela carga de maconha e motorista foge do hospital

20.05.2024 12:09 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Porto Alegre enfrenta lixo e entulho após Guaíba baixar

Porto Alegre enfrenta lixo e entulho após Guaíba baixar

20.05.2024 11:53 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Detentos do RS criam móveis para auxiliar vítimas de enchentes

Detentos do RS criam móveis para auxiliar vítimas de enchentes

20.05.2024 11:51 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.