Câmara deve votar urgência de projeto que obriga Telegram a ter escritório no Brasil Câmara deve votar urgência de projeto que obriga Telegram a ter escritório no Brasil
O Antagonista

Câmara deve votar urgência de projeto que obriga Telegram a ter escritório no Brasil

avatar
Wilson Lima
2 minutos de leitura 22.03.2022 17:09 comentários
Brasil

Câmara deve votar urgência de projeto que obriga Telegram a ter escritório no Brasil

A Câmara dos Deputados deve votar até amanhã a urgência de votação de um projeto de lei que obriga o Telegram e qualquer outro aplicativo de mensagem a ter escritório no Brasil. Como mostramos, após o Telegram ter sido alvo de sanções por parte do ministro do STF Alexandre de Moraes...

avatar
Wilson Lima
2 minutos de leitura 22.03.2022 17:09 comentários 0
Câmara deve votar urgência de projeto que obriga Telegram a ter escritório no Brasil
Foto: Adriano Machado/Crusoé

A Câmara dos Deputados deve votar até amanhã a urgência de votação de um projeto de lei que obriga o Telegram e qualquer outro aplicativo de mensagem a ter escritório no Brasil.

Como mostramos, após o Telegram ter sido alvo de sanções por parte do ministro do STF Alexandre de Moraes, deputados e senadores querem apertar o cerco ao aplicativo e trabalham para tentar aprovar, o quanto antes, uma lei que obrigue os serviços de mensagem a ter escritório fixo no Brasil.

Estão em tramitação três projetos de lei no Congresso sobre o mesmo tema: um apresentado pelo senador Alessandro Vieira (PSDB-SE), outro pelo deputado Luciano Bivar (União Brasil-PE) e um terceiro pelo vice-presidente da Câmara, Marcelo Ramos (PSD-AM).

A Câmara deve votar a urgência do projeto de autoria do Bivar (foto).  Além de Bivar, assinam o pedido de antecipação de votação os líderes do União Brasil, Elmar Nascimento (BA); do MDB, Isnaldo Bulhões (AL); do PSDB, Adolfo Viana (BA); do PSB, Bira do Pindaré (MA); André Figueiredo (CE); do PP, André Fufuca (MA) e do Republicanos, Vinícius Carvalho (SP).

Hoje, deputados da base e da oposição tiveram uma reunião na Residência Oficial do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), para tratar sobre o assunto.

O PL das Fake News tem um capítulo específico sobre esse assunto. Mas, como não há ambiente legislativo para que a proposta seja aprovada a tempo das eleições, o projeto de Bivar é visto como alternativa viável para garantir que o Telegram possa cumprir decisões judiciais do STF. 

Assim, o texto do Bivar surge como alternativa e o PL das Fake News tende a ir, definitivamente, para a gaveta de Lira.

Na semana passada, o ministro Alexandre de Moraes do STF bloqueou o funcionamento do Telegram após o aplicativo ignorar decisões do magistrado. A plataforma alegou que não cumpria as decisões de Moraes por não conseguir ser notificada pelo Supremo. A situação foi contornada no final de semana e Moraes revogou as restrições ao Telegram.

Mundo

China intensifica exercícios militares no segundo dia em Taiwan

23.05.2024 23:23 3 minutos de leitura
Visualizar

Noruega restringe turistas russos

Visualizar

BARK Air revoluciona viagens aéreas de luxo para cães

Visualizar

Bandido atropelado por Lamborghini devolve o Rolex

Visualizar

Brasileiros perdem R$2,7 Bi em golpes de veículos online em 2023

Visualizar

Tragédia no Everest: Alpinista queniano morre próximo ao cume

Visualizar

Tags relacionadas

Câmara Luciano Bivar PL das fake news Telegram
< Notícia Anterior

Lula volta a falar em regular a mídia

22.03.2022 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

2 x 0 - Raul Araújo vota para fixar indenização de Dallagnol a Lula

22.03.2022 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Wilson Lima

Wilson Lima é jornalista formado pela Universidade Federal do Maranhão. Trabalhou em veículos como Agência Estado, Portal iG, Congresso em Foco, Gazeta do Povo e IstoÉ. Acompanha o poder em Brasília desde 2012, tendo participado das coberturas do julgamento do mensalão, da operação Lava Jato e do impeachment de Dilma Rousseff. Em 2019, revelou a compra de lagostas por ministros do STF.

Suas redes

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Bandido atropelado por Lamborghini devolve o Rolex

Bandido atropelado por Lamborghini devolve o Rolex

23.05.2024 22:34 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Brasileiros perdem R$2,7 Bi em golpes de veículos online em 2023

Brasileiros perdem R$2,7 Bi em golpes de veículos online em 2023

23.05.2024 22:27 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Metade dos gaúchos reprova atuação do governo federal

Metade dos gaúchos reprova atuação do governo federal

23.05.2024 21:23 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Milionário recebe alta após sofrer AVC

Milionário recebe alta após sofrer AVC

23.05.2024 20:24 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.