Câmara aprova urgência de projeto que torna crime "discriminar políticos" Câmara aprova urgência de projeto que torna crime "discriminar políticos"
O Antagonista

Câmara aprova urgência de projeto que torna crime “discriminar políticos”

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 14.06.2023 20:57 comentários
Brasil

Câmara aprova urgência de projeto que torna crime “discriminar políticos”

O plenário da Câmara (foto) aprovou na noite desta quarta-feira (14) a urgência (tramitação mais rápida) do projeto que pune "a discriminação contra pessoas politicamente expostas" —ou seja, torna crime "discriminar" políticos...

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 14.06.2023 20:57 comentários 0
Câmara aprova urgência de projeto que torna crime “discriminar políticos”
Foto: Pedro França/Agência Senado

O plenário da Câmara (foto) aprovou na noite desta quarta-feira (14) a urgência (tramitação mais rápida) do projeto que pune “a discriminação contra pessoas politicamente expostas” —ou seja, torna crime “discriminar” políticos, informa O Globo.

A proposta da deputada Dani Cunha (Uinão Brasil-RJ), filha do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha, “tipifica o crime de discriminação contra pessoas politicamente expostas” no âmbito do Código de Defesa do Consumidor.

Com isso, bancos que se recusarem a abrir contas para políticos, assim como empresas privadas ou órgãos da administração pública que lhes negarem emprego, poderão ser punidos. O projeto prevê pena de reclusão de dois a quatro anos e multa para quem “injurie, ofenda a dignidade ou decoro somente em razão da condição de pessoa politicamente exposta”.

Segundo O Globo, a votação desta quarta ocorreu após reunião entre Arthur Lira e alguns dos principais líderes da Câmara, como Elmar Nascimento (União-BA), Altineu Côrtes (PL-RJ) e Felipe Carreras (PSB-PE). “Todos eles orientaram as suas bancadas a votar de maneira favorável ao projeto”, escreve o jornal carioca.

LEIA AQUI o artigo do advogado André Marsiglia sobre o projeto, “Criticar político será preconceito contra minorias” —ele está aberto para não assinantes da Crusoé.

Análise

Fernando Diniz não fica no meio da tabela

Rodolfo Borges
24.06.2024 15:43 3 minutos de leitura
Visualizar

“O vídeo chocante do sequestro de Hersh, Or e Alia”

Visualizar

Estádio do Flamengo: veja imagens do projeto

Visualizar

Social-democrata Olaf Scholz recebe o libertário Javier Milei

Visualizar

Seinfeld debocha de outro militante anti-Israel, em show na Austrália

Felipe Moura Brasil Visualizar

Acordo de R$ 600 milhões do Banco do Brasil entra na mira do TCU

Wilson Lima Visualizar

Tags relacionadas

Altineu Côrtes André Marsiglia Arthur Lira Câmara Crusoé Dani Cunha discriminação Eduardo Cunha Elmar Nascimento Felipe Carreras políticos
< Notícia Anterior

Cortes do Papo: Divisão do quinhão

14.06.2023 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Presidente da CPI do 8/1 diz que manobra do governo Lula foi “tapa na cara”

14.06.2023 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Crusoé: Novas chuvas, novos alagamentos e novos desalojados no RS

Crusoé: Novas chuvas, novos alagamentos e novos desalojados no RS

24.06.2024 14:27 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Situação de emergência nas queimadas "do amor" no Pantanal

Situação de emergência nas queimadas "do amor" no Pantanal

24.06.2024 14:20 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
A Rússia está vulnerável ao terrorismo islâmico?

A Rússia está vulnerável ao terrorismo islâmico?

24.06.2024 13:47 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Crusoé: Conab precisou de apenas uma página para defender arroz estatal

Crusoé: Conab precisou de apenas uma página para defender arroz estatal

24.06.2024 13:27 2 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.