O Antagonista

Bebê fica sob tutela dos padrinhos até decisão judicial sobre guarda

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 13.06.2024 18:53 comentários
Brasil

Bebê fica sob tutela dos padrinhos até decisão judicial sobre guarda

Decisão da 3ª Turma do STJ trouxe à luz uma situação delicada envolvendo a guarda de uma bebê de dez meses.

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 13.06.2024 18:53 comentários 0
Bebê fica sob tutela dos padrinhos até decisão judicial sobre guarda
Bebê fica sob tutela dos padrinhos até decisão judicial sobre guarda. Foto: Pexels por Pixabay

Uma decisão da 3ª Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) trouxe à luz uma situação delicada envolvendo a guarda de uma bebê de dez meses.

A decisão foi tomada para garantir que a menor deixasse o acolhimento institucional e fosse cuidada pelos seus padrinhos, ao menos temporariamente, enquanto aguarda a resolução judicial definitiva do caso.

A origem desta decisão complexa e controversa começou quando a avó materna, enfrentando dificuldades para cuidar da bebê cuja mãe enfrentava sérios problemas com drogas e outras instabilidades sociais, solicitou ajuda ao casal de padrinhos.

Este movimento inicial precipitou uma série de eventos legais culminando na decisão do STJ.

O que levou à intervenção do STJ no caso da guarda da bebê?

Apoiar-se na família ampliada, como padrinhos, pode parecer uma solução informal, mas esta decisão foi embasada em profundas análises e estudos apresentados durante o processo.

Embora o Ministério Público estadual inicialmente se opôs ao pedido sob alegação de adoção irregular, os laudos demonstraram que a criança estava recebendo cuidados adequados e desenvolvendo vínculos afetivos essenciais para seu desenvolvimento saudável.

No julgamento, o relator, ministro Moura Ribeiro, ressaltou uma diretriz crucial do STJ.

Ele destacou que a ordenação de uma fila de adoção, embora importante, não é um dispositivo inflexível e deve ser flexionada quando o interesse superior da criança assim exigir.

O caso em questão trouxe à tona a aplicação rigorosa desses princípios, valorizando o ambiente familiar em detrimento do acolhimento institucional.

Especialmente quando evidências sugerem que a integridade física e psicológica da criança não está em risco.

Qual a situação ideal enquanto aguarda-se a decisão definitiva?

Segundo o dado apresentado pelo ministro Moura Ribeagle, a situação ideal é que a criança permaneça em um lar com vínculos afetivos fortes e acesso contínuo à sua família biológica, algo plenamente possível no cuidado dos padrinhos.

Esta solução provisória prevalecerá até que se finalize o julgamento no juízo de primeiro grau, o que determinará a custódia definitiva da menor.

A decisão do STJ, portanto, não apenas resolve uma questão imediata de custódia, mas também sublinha a importância de priorizar o bem-estar e o melhor interesse das crianças em situações de vulnerabilidade.

Embora o Sistema Nacional de Adoção desempenhe um papel crucial na proteção das crianças, casos como este revelam a necessidade de um olhar mais flexível e humanizado em situações excepcionais.

Com informações da assessoria de imprensa do Superior Tribunal de Justiça, acompanhamos de perto os desenvolvimentos que esse tipo de decisão poderá inspirar em termos de políticas de acolhimento e adoção no Brasil.

Fonte: Conjur

Mais Lidas

1

Haddad descobre uma das únicas coisas que funcionam no Brasil, o meme

Visualizar notícia
2

Atirador avisou: "13 de julho será minha estreia"

Visualizar notícia
3

ONG anti-Israel admite crimes de guerra do Hamas

Visualizar notícia
4

Crusoé: Líderes democratas no Congresso pediram a Biden que desistisse, diz imprensa

Visualizar notícia
5

Bruninho Samudio, filho de Bruno e Eliza, assina com o Botafogo

Visualizar notícia
6

Em discurso emocional, JD Vance defende trabalhadores americanos

Visualizar notícia
7

"Israel deve focar em túneis e quebrar espinha dorsal do Hamas"

Visualizar notícia
8

Governo Lula faz as contas para reduzir rombo

Visualizar notícia
9

Segundo 7 de Setembro de Lula poderá custar até R$ 7,4 milhões

Visualizar notícia
10

Receita intercepta carga de cocaína avaliada em R$ 90 milhões

Visualizar notícia

Tags relacionadas

Bebê guarda padrinhos
< Notícia Anterior

Bia Miranda desmaia e dá susto em Rafael Buarque apenas 8 dias após o parto

13.06.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Isabeli Fontana diz que já foi curada por ETs: “Eles me ajudaram”

13.06.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Homem corta árvore e morre esmagado por ela em Carmolândia

Homem corta árvore e morre esmagado por ela em Carmolândia

18.07.2024 08:44 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Auxílio-Doença: implementa as novas regras para o benefício

Auxílio-Doença: implementa as novas regras para o benefício

18.07.2024 08:30 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Ossada de Dayara Talissa é encontrada em fazenda de Goiás

Ossada de Dayara Talissa é encontrada em fazenda de Goiás

18.07.2024 08:26 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Conheça as 10 menores cidades do Brasil

Conheça as 10 menores cidades do Brasil

18.07.2024 08:17 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.