Aumento alarmante na mortalidade por diabetes no Brasil Aumento alarmante na mortalidade por diabetes no Brasil
O Antagonista

Aumento alarmante na mortalidade por diabetes no Brasil

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 12.05.2024 15:00 comentários
Brasil

Aumento alarmante na mortalidade por diabetes no Brasil

Estudo revela aumento na mortalidade por diabetes e hipertensão no Brasil, destacando a urgência de políticas de saúde eficazes.

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 12.05.2024 15:00 comentários 0
Aumento alarmante na mortalidade por diabetes no Brasil
Fonte: reprodução / gettyImages

Uma pesquisa recente conduzida por instituições de renome, incluindo a Fiocruz e a FGV no Brasil, além de parceiros internacionais da Universidade de Montreal e do Centro de Pesquisa em Saúde Pública do Canadá, apontou um crescimento alarmante nas mortes devido a diabetes e hipertensão no país durante os anos de 2020 a 2022.

O que diz o novo estudo sobre as causas de morte no Brasil?

Publicado na revista PLOS Public Health, o estudo analisou dados do Sistema de Informação sobre Mortalidade (SIM) do DataSUS, que abrange o período de 2015 a 2022. Este trabalho científico destaca não apenas o aumento significativo na mortalidade associada a estas condições, mas também enfatiza a necessidade crítica de estratégias de saúde pública eficazes para o manejo e prevenção de tais doenças.

Qual foi a metodologia do estudo?

Os pesquisadores utilizaram uma abordagem detalhada para comparar as taxas de mortalidade ajustadas por idade, sexo e residência, focando no período da pandemia (2020 a 2022) contra os anos anteriores (2015 a 2019). Eles também excluíram as mortes por Covid-19 para obter um entendimento mais claro do impacto dessas doenças crônicas.

Principais descobertas sobre diabetes e hipertensão

Embora a taxa de mortalidade por todas as causas tenha aumentado durante a pandemia, com picos em 2021, as doenças como diabetes e hipertensão mostraram aumentos ainda mais significativos. Para o diabetes, a razão de mortalidade alcançou 1,61 em 2021, uma indicação de mortes muito além do que seria esperado em condições normais. Similarmente, a hipertensão também registrou uma razão de 1,54 no mesmo ano.

Qual é a importância destes achados?

Estes resultados são essenciais para entender melhor as necessidades de saúde pública e urgência na criação de políticas de saúde mais efetivas. A persistência de altas taxas de mortalidade por essas condições crônicas, mesmo excluindo as mortes por Covid-19, ressalta a necessidade de uma ação contínua e reforçada no combate a essas enfermidades.

  • Diabetes e hipertensão: Continuam a ser grandes desafios de saúde
  • Pandemia de Covid-19: Exacerbou os problemas existentes e trouxe à tona a vulnerabilidade das pessoas com condições preexistentes
  • Prevenção e gerenciamento: Estratégias aprimoradas são necessárias para lidar com essas doenças crônicas

Este estudo reforça quantas vidas poderiam ser salvas por meio do reforço em políticas de saúde e estratégias de atenção primária focadas na prevenção e no controle eficaz de diabetes e hipertensão. É vital que essa informação guie futuras ações e políticas para melhorar a saúde pública no Brasil e reduzir as taxas de mortalidade causadas por essas condições crônicas.

Brasil

Crusoé: A desculpa de Jerônimo para a criminalidade na Bahia

21.05.2024 14:32 2 minutos de leitura
Visualizar

Hulk podia estar na Europa, mas seu destino era no Atlético-MG

Visualizar

Europa regulamenta inteligência artificial

Visualizar

Geleira do Juízo Final ameaça elevar o nível do mar

Visualizar

Mudanças climáticas podem tornar turbulências mais comuns

Visualizar

"É como acusar os EUA após o 11 de setembro"

Alexandre Borges Visualizar

Tags relacionadas

diabetes hipertensão
< Notícia Anterior

Olimpíadas de Paris: o que esperar do Brasil nas novas modalidades

12.05.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Tumulto em prisão de Oklahoma resulta em 2 mortes

12.05.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Crusoé: A desculpa de Jerônimo para a criminalidade na Bahia

Crusoé: A desculpa de Jerônimo para a criminalidade na Bahia

21.05.2024 14:32 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
PF combate fraudes no Enem em Marabá

PF combate fraudes no Enem em Marabá

21.05.2024 13:29 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
O "novo cangaço" na mira da polícia em SP

O "novo cangaço" na mira da polícia em SP

21.05.2024 13:07 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Presidente da FFMS Francisco Cezário é preso por desvio milionário

Presidente da FFMS Francisco Cezário é preso por desvio milionário

21.05.2024 13:04 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.