O Antagonista

Trem desgovernado da Secom atropela Carluxo

avatar
Rodolfo Borges
3 minutos de leitura 29.01.2024 17:46 comentários
Análise

Trem desgovernado da Secom atropela Carluxo

Paulo Pimenta justificou deboche contra adversários nas redes oficiais como estratégia de comunicação: "Trem em alta velocidade". Não cola

avatar
Rodolfo Borges
3 minutos de leitura 29.01.2024 17:46 comentários 3
Trem desgovernado da Secom atropela Carluxo
Postagem da Secom com provocação à família Bolsonaro. Foto: Reprodução/X

A Secretaria de Comunicação Social (Secom) da Presidência da República aproveitou a operação da Polícia Federal contra o vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ) para debochar da família Bolsonaro. O perfil da Secom no X, ex-Twitter, publicou a hashtag #GRANDEDIA, celebrizada pela família Bolsonaro, em postagem sobre o novo salário mínimo que dizia “Só notícia boa!”.

A conta Governo do Brasil na mesma rede fez outra alusão aos adversários de Lula, ao usar o bordão “toc, toc, toc” em postagem sobre a visita de agentes comunitários para combater o mosquito da dengue.

“Quando os agentes comunitários de saúde baterem à sua porta, não tenha medo, apenas receba-os. Com o aumento no números de casos de dengue no país, o trabalho dos agentes comunitários de saúde é essencial para a prevenção da doença”, diz a mensagem, ilustrada com uma mão que bate a uma porta com o “Toc, toc, toc…” (foto).

Não é a primeira vez que contas oficiais do governo Lula nas redes sociais são usadas dessa forma. Em março de 2023, o perfil da Secom no X ironizou Jair Bolsonaro pelo caso das joias sauditas. “Fez uma viagem internacional e trouxe umas coisinhas? Siga as regras e não tenha problemas com a Receita Federal”, dizia uma das postagens.

Olha o trem

O ministro-chefe da Secom, Paulo Pimenta (PT), tentou justificar a abordagem: “É difícil para quem raciocina em uma linguagem analógica tradicional entender o papel dos algoritmos nas ‘janelas de oportunidades e fluxos’ que a comunicação digital precisar considerar. É como se tivesse um trem em alta velocidade passando. Se eu ficar na frente sou atropelado. Se eu embarco junto, viajo na velocidade do trem, e levo junto a minha mensagem”.

Pimenta completou em postagem no X: “A mensagem principal é a dengue o trem é a pauta do dia. É assim que funciona. O resto é especulação e tentativa de tirar o foco do que é central e relevante neste momento”.

Central e relevante

Ninguém vai negar os desafios para a comunicação pública nas redes sociais, mas o ministro também não pode negar que tem aproveitado a estrutura do governo para atacar adversários políticos. Não existe justificativa para isso. Se Pimenta não quiser perder a piada, pode fazê-la em seus próprios perfis nas redes sociais.

A operação desta segunda-feira, 29, contra Carlos Bolsonaro é uma das várias autorizadas contra parlamentares da oposição pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes, que tem exaltado as escolhas políticas de Lula, frequenta eventos do governo, é alinhado ao petista no PL das Fake e teve dois amigos indicados pelo presidente da República ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Enquanto isso, o governo usa a máquina pública para celebrar as decisões do ministro contra opositores. Uma coisa pode não ter nada a ver com a outra, ministro Pimenta, mas esse tipo de comunicação turbina a percepção de viés político das operações, mesmo quando há base para a investigação.

Esportes

Alexandre Pato fala sobre os bastidores da sua saída do São Paulo

28.02.2024 23:00 2 minutos de leitura
Visualizar

Estátua de Daniel Alves é vandalizada em Juazeiro, sua cidade natal

Visualizar

A "epidemia geral" de Barroso

Visualizar

Flamengo considera vender Gabigol para lucrar com o atacante

Visualizar

Lula continua a ecoar o Hamas: “Genocídio”

Visualizar

Atacante Yuri Alberto visita crianças com câncer no GACC

Visualizar

Tags relacionadas

Carlos Bolsonaro governo Lula Jair Bolsonaro Paulo Pimenta Polícia Federal Secom
< Notícia Anterior

Beniamino Zuncheddu é inocentado após 33 anos de prisão na Itália

29.01.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Operação Escudo: dois morrem em confronto com a PM no Guarujá

29.01.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Rodolfo Borges

Rodolfo Borges é jornalista formado pela Universidade de Brasília (UnB). Trabalhou em veículos como Correio Braziliense, Istoé Dinheiro, portal R7 e El País Brasil.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (3)

AEC

2024-01-30 05:27:19

Ministro engraçadinho!


Fabio A Busnardo

2024-01-29 18:04:00

Cadê a impessoalidade institucional?


Carlos Renato Cardoso Da Costa

2024-01-29 17:51:23

Ridículo. SECOM virou playground pra meme. Que governo, meu Deus, que governo!


Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Outra prova de que Lula é um autoritário

Outra prova de que Lula é um autoritário

Carlos Graieb
28.02.2024 15:05 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Com Lula e STF, quem come a picanha são os corruptos - Parte 1

Com Lula e STF, quem come a picanha são os corruptos - Parte 1

Carlos Graieb
28.02.2024 06:58 4 minutos de leitura
Visualizar notícia
O xadrez de Bolsonaro, Lula e STF

O xadrez de Bolsonaro, Lula e STF

Felipe Moura Brasil
27.02.2024 13:02 6 minutos de leitura
Visualizar notícia
Os reféns voluntários da polarização  

Os reféns voluntários da polarização  

Carlos Graieb
26.02.2024 15:31 4 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.