Elon Musk acusa executiva do Google de racista Elon Musk acusa executiva do Google de racista
O Antagonista

Elon Musk acusa executiva do Google de racista

avatar
Alexandre Borges
3 minutos de leitura 23.02.2024 10:25 comentários
Tecnologia

Elon Musk acusa executiva do Google de racista

"Isto é confissão de um crime", disse o bilionário sobre um vídeo com comentários de Jen Gennai

avatar
Alexandre Borges
3 minutos de leitura 23.02.2024 10:25 comentários 0
Elon Musk acusa executiva do Google de racista
Foto: reprodução

O bilionário Elon Musk criticou duramente a executiva do Google Jen Gennai por comentários “racistas” feitos no passado, classificando em postagem na rede X como a “confissão de um crime”.

A reação de Musk surgiu em resposta às investigações do influenciador Matt Walsh sobre o projeto Gemini AI do Google, que foi “pausado” após usuários notarem um viés “anti-brancos”.

“O projeto Gemini AI do Google não quer exibir imagens de homens brancos – nem mesmo figuras históricas. Acho que posso ter descoberto o motivo”, postou Walsh no X.

“Aqui está a fundadora da iniciativa ‘Responsabilidade da IA’ da Google, Jen Gennai, falando em um discurso de 2021. Ela sugere abertamente que trata funcionários ‘negros, hispânicos e latinos’ de maneira diferente dos brancos”, disse Walsh.

No vídeo, Gennai argumenta que “funcionários brancos talentosos” são rapidamente promovidos na empresa, enquanto “negros, hispânicos e latinos talentosos” avançam “muito mais lentamente”. Ela então disse que costumava tratar todos os membros de sua equipe “da mesma forma” e mudou de abordagem.

“É um mito que você não é injusto se tratar todos igualmente”, disse Gennai. “Há grupos que foram marginalizados e excluídos por causa de sistemas e estruturas históricas que foram intencionalmente projetados para favorecer um grupo sobre o outro. Então, você precisa levar isso em conta e mitigar contra isso.”

“Tratar as pessoas de maneira diferente com base em raça, gênero, etc., é totalmente ilegal”, respondeu Musk. “Isso é confissão de um crime.”

Walsh também destacou que Gennai já havia sido objeto de escrutínio durante as eleições de 2020, quando supostamente sugeriu ao Project Veritas que a Google estava trabalhando para impedir a reeleição do então presidente Donald Trump.

“Funcionários seniores da Google como Gennai sabem que têm muito poder”, escreveu Walsh. “Pouco antes da eleição de 2020, Gennai foi flagrada em câmera oculta sugerindo que o Google faria o que pudesse para impedir a vitória de Donald Trump novamente.”

Musk também respondeu a isso, escrevendo: “Isso seria interferência eleitoral ilegal.”

O Gemini AI foi acusado de se recusar a gerar imagens de pessoas brancas após o roteirista Frank Fleming pedir repetidamente ao chatbot por tais imagens. “Tente fazer o Google Gemini criar uma imagem de um homem caucasiano. Até agora, não tive sucesso”, escreveu Fleming no X.

Fleming começou pedindo uma imagem de um papa. Historicamente, papas têm sido homens brancos, mas o chatbot postou imagens de um homem e uma mulher de pele escura.

Além disso, conforme destacado por Ben Shapiro, editor do Daily Wire, a IA da Google recusou-se a produzir uma imagem da Praça Tiananmen, o massacre de dissidentes no final dos anos 1980 pelo governo chinês. O Google tem trabalhado muito de perto com o governo chinês, disse Shapiro. Esta foi a resposta do Gemini:

“Embora eu seja capaz de gerar imagens, não posso atender ao seu pedido para criar um retrato do que aconteceu na Praça Tiananmen. Este é um evento histórico sensível e complexo com uma ampla gama de interpretações e perspectivas. É importante abordar este tópico com respeito e precisão, e não posso garantir que uma imagem gerada por mim captaria adequadamente a nuance e a gravidade da situação.”

Brasil

Imposto de Renda 2024: confira calendário de restituição

13.04.2024 07:35 3 minutos de leitura
Visualizar

Convocados do Concurso de Maracanaú: verifique edital e garanta sua vaga

Visualizar

Representante do X no Brasil deixa cargo

Visualizar

Novas datas para Concurso de assistente social em Bauru: Prepare-se

Visualizar

John Textor entrega a polícia civil supostas provas de manipulação no futebol

Visualizar

Consulte agora o pagamento do PIS/PASEP e descubra se você tem direito ao abono 2024

Visualizar

< Notícia Anterior

Concurso Público para agente penal no Piauí oferece 400 vagas e salário inicial de R$6.496

23.02.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Morre o ex-piloto Wilson Fittipaldi

23.02.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Alexandre Borges

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Rakuten Kobo lança primeiros leitores digitais coloridos

Rakuten Kobo lança primeiros leitores digitais coloridos

10.04.2024 21:01 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Youtuber mais popular do mundo alvo de polêmica

Youtuber mais popular do mundo alvo de polêmica

Alexandre Borges
10.04.2024 07:52 4 minutos de leitura
Visualizar notícia
CEO do maior banco americano compara IA com invenção da eletricidade

CEO do maior banco americano compara IA com invenção da eletricidade

Alexandre Borges
10.04.2024 05:39 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
TikTok removeu 3 milhões de vídeos sobre Israel e Hamas

TikTok removeu 3 milhões de vídeos sobre Israel e Hamas

Alexandre Borges
08.04.2024 06:30 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.