Veneza começa a cobrar ingresso para visitar a cidade Veneza começa a cobrar ingresso para visitar a cidade
O Antagonista

Veneza começa a cobrar ingresso para visitar a cidade

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 25.04.2024 16:24 comentários
Mundo

Veneza começa a cobrar ingresso para visitar a cidade

Cobrança de taxa para entrar na cidade italiana será aplicada em 29 datas até o fim do ano para visitantes de um dia só

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 25.04.2024 16:24 comentários 0
Veneza começa a cobrar ingresso para visitar a cidade
Foto: Reprodução/Fotos Públicas

Em uma medida inovadora para controlar o fluxo excessivo de turistas e tornar a cidade mais habitável para os moradores locais, Veneza, na Itália, implementou a partir desta quinta-feira, 25, uma taxa de entrada no valor de 5 euros (equivalente a R$ 27,96 na cotação atual) para os visitantes que permanecerão apenas por um dia.

Os turistas que chegaram à principal estação ferroviária de Veneza, Santa Lucia, nesta quinta-feira foram surpreendidos com grandes cartazes contendo as 29 datas até julho em que a nova política será testada. Além disso, foram disponibilizadas entradas separadas para turistas, moradores locais, estudantes e trabalhadores.

O prefeito de Veneza, Luigi Brugnaro, destacou que essa iniciativa visa promover mudanças no turismo e reduzir o número de visitantes na cidade. “Atualmente, estamos gastando dinheiro que ainda não arrecadamos (…), mas é uma forma de fazer com que as pessoas entendam que é necessário mudar e diminuir as visitas à cidade“, declarou em comunicado.

Visita será cobrada nos fins de semana

Segundo a agência de notícias AFP, esse projeto terá um impacto limitado. Apenas 29 dias com grande fluxo turístico serão afetados pela nova tarifa até 2024. A cobrança teve início nesta quinta-feira, feriado na Itália, e será aplicada quase todos os fins de semana de maio a julho.

Durante os períodos de alta temporada, Veneza recebe cerca de 100 mil turistas que pernoitam na cidade, além de dezenas de milhares de visitantes diários. Isso contrasta com a população de aproximadamente 50 mil residentes no centro da cidade. Vale ressaltar que a comuna já havia proibido anteriormente a atracação de grandes navios de cruzeiro na cidade.

No entanto, alguns moradores não veem essa medida com bons olhos, pois acreditam que ela afeta sua liberdade de ir e vir e representa mais um passo para transformar Veneza em um museu.

Centenas de venezianos protestaram contra esse programa no principal terminal rodoviário da cidade. As faixas exibidas na manifestação diziam “não aos bilhetes, sim aos serviços e à habitação”. Houve um breve confronto entre os manifestantes e a polícia, mas o protesto terminou pacificamente em uma praça.

Como funciona o pagamento?

A taxa será cobrada dos turistas que entrarem na cidade entre as 08h30 e as 16h locais. Eles deverão baixar o QR code correspondente no site (https://cda.ve.it), que está disponível em inglês, espanhol, francês e alemão.

Além disso, foram instalados pontos de venda de ingressos no saguão da estação ferroviária de Santa Lucia para fornecer informações e vender os bilhetes. Os visitantes devem apresentar seus bilhetes aos fiscais, que estarão localizados em diversos pontos da cidade.

Aqueles que tentarem visitar a cidade sem pagar a taxa poderão ser punidos com multas que variam entre 50 e 300 euros (equivalente a R$ 279 e R$ 1.677 reais). No entanto, os visitantes que passarem pelo menos uma noite em Veneza não serão afetados e receberão um QR code gratuito. Algumas exceções também estão previstas, como menores de 14 anos e estudantes

Mundo

Dona do "Call of Duty" é acusada de homicídio culposo por tiroteio em escola dos EUA

24.05.2024 22:26 3 minutos de leitura
Visualizar

Google revisa IA para corrigir erros bizarros

Visualizar

Inmet alerta: Junho deve ser a salvação do Rio Grande do Sul

Visualizar

Ivan Sant'anna na Crusoé: Terra de fronteira – Primeira parte

Visualizar

Boeing e NASA superam desafios e preparam 1° voo tripulado da Starliner

Visualizar

Rodolfo Borges na Crusoé: Um goleiro nunca é o bastante

Visualizar

Tags relacionadas

ingressos Itália Veneza
< Notícia Anterior

Madonna vai ter segurança com drones e torres

25.04.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Onde assistir Delfín x Internacional: confira detalhes da partida

25.04.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Dona do "Call of Duty" é acusada de homicídio culposo por tiroteio em escola dos EUA

Dona do "Call of Duty" é acusada de homicídio culposo por tiroteio em escola dos EUA

24.05.2024 22:26 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Google revisa IA para corrigir erros bizarros

Google revisa IA para corrigir erros bizarros

24.05.2024 22:02 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Ivan Sant'anna na Crusoé: Terra de fronteira – Primeira parte

Ivan Sant'anna na Crusoé: Terra de fronteira – Primeira parte

24.05.2024 21:16 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Boeing e NASA superam desafios e preparam 1° voo tripulado da Starliner

Boeing e NASA superam desafios e preparam 1° voo tripulado da Starliner

24.05.2024 21:15 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.