Tesla vai demitir mais de 10% dos funcionários Tesla vai demitir mais de 10% dos funcionários
O Antagonista

Tesla vai demitir mais de 10% dos funcionários

avatar
Alexandre Borges
2 minutos de leitura 15.04.2024 09:30 comentários
Economia

Tesla vai demitir mais de 10% dos funcionários

Queda nas vendas e guerra de preços no setor de veículos elétricos forçam corte de custos

avatar
Alexandre Borges
2 minutos de leitura 15.04.2024 09:30 comentários 0
Tesla vai demitir mais de 10% dos funcionários
Foto: Reprodução/Tesla

A Tesla, de Elon Musk, revelou que demitirá mais de 10% de sua força de trabalho global devido à queda nas vendas e à intensificação da competição de preços no mercado de veículos elétricos. A empresa, que é a maior montadora do mundo em valor de mercado, empregava cerca de 140.473 pessoas globalmente até dezembro de 2023, conforme seu relatório anual.

O anúncio foi feito através de um memorando interno, onde Musk ressalta a importância de revisar todos os aspectos da empresa para reduções de custos e aumento da produtividade. “Como parte desse esforço, realizamos uma revisão completa da organização e tomamos a difícil decisão de reduzir nosso quadro de funcionários globalmente em mais de 10%”, afirmou o CEO.

Essa decisão vem em um contexto de desaceleração do crescimento que a empresa vem enfrentando, especialmente após a queda nas entregas globais de veículos no primeiro trimestre, a primeira em quase quatro anos. A Tesla também enfrenta desafios significativos para atualizar seus modelos mais antigos, enquanto lida com altas taxas de juros que reduzem o apetite do consumidor por itens de alto valor.

Além disso, a empresa tem sofrido com cortes de preços repetidos, especialmente na China, onde enfrenta forte concorrência de rivais locais como a BYD e a Xiaomi. Esses cortes impactaram as margens de lucro da Tesla, que registrou uma margem de lucro bruto de 17,6% no quarto trimestre, a mais baixa em mais de quatro anos.

A redução da força de trabalho também ocorre em um momento em que outras empresas do setor, como a BP em sua divisão de carregamento de VEs, realizaram cortes significativos por apostas não concretizadas em um crescimento rápido.

As ações da Tesla caíram 1,3% no pré-mercado. Em comparação, as ações de montadoras tradicionais como Toyota e General Motors apresentaram valorizações de 45% e 20%, respectivamente, este ano.

Brasil

Chuvas no RS: Número de mortos sobe para 169

26.05.2024 13:10 3 minutos de leitura
Visualizar

Dengue no Brasil atinge 3 mil mortes

Visualizar

Ciro Gomes: “O destino de todos os políticos é o ocaso”

Visualizar

Com caos na largada, Charles Leclerc domina e vence no GP de Mônaco

Visualizar

Descoberta científica promete revolucionar o tratamento de câncer

Visualizar

Onde assistir Ceará x Chapecoense: confira detalhes da partida

Visualizar

< Notícia Anterior

Onde assistir aos jogos de hoje, 15/04, na TV e streaming

15.04.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Mais um ataque com faca na Austrália deixa seis feridos

15.04.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Alexandre Borges

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Turbulência em voo da Qatar Airways deixa 12 pessoas feridas

Turbulência em voo da Qatar Airways deixa 12 pessoas feridas

26.05.2024 12:06 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Miss Argentina 2024: representante de Córdoba de 29 anos leva a coroa

Miss Argentina 2024: representante de Córdoba de 29 anos leva a coroa

26.05.2024 11:21 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Conheça Slop: lixo eletrônico gerado por IA

Conheça Slop: lixo eletrônico gerado por IA

26.05.2024 10:30 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Quatro pessoas são esfaqueadas em cinema nos Estados Unidos

Quatro pessoas são esfaqueadas em cinema nos Estados Unidos

26.05.2024 10:08 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.