Terremoto em Taiwan deixa 9 mortos e mais de 700 feridos Terremoto em Taiwan deixa 9 mortos e mais de 700 feridos
O Antagonista

Terremoto em Taiwan deixa 9 mortos e mais de 700 feridos

avatar
Alexandre Borges
3 minutos de leitura 03.04.2024 07:23 comentários
Mundo

Terremoto em Taiwan deixa 9 mortos e mais de 700 feridos

Taiwan enfrenta o terremoto mais devastador em 25 anos; Japão em alerta de tsunami

avatar
Alexandre Borges
3 minutos de leitura 03.04.2024 07:23 comentários 0
Terremoto em Taiwan deixa 9 mortos e mais de 700 feridos
Terremoto Taiwan

Dois terremotos de grande magnitude abalaram a Ásia nesta terça-feira, impactando diretamente Taiwan e colocando o Japão em estado de alerta. O primeiro, registrado em Taiwan com magnitude 7,5 na escala Richter, seguido por um segundo de magnitude 6,5, marcou o episódio sísmico mais violento em 25 anos, deixando um saldo de ao menos nove mortes e mais de 700 feridos, segundo o Gdacs, órgão de alerta global ligado à Comissão Europeia e à ONU.

O governo taiwanês e equipes de bombeiros relataram à Reuters que, além das vítimas fatais e dos feridos, cerca de 50 pessoas estão presas em escombros de edifícios e túneis colapsados. A severidade do terremoto levou ao acionamento de alertas de tsunami em nações vizinhas como Japão, Filipinas e China Continental, embora tenham sido posteriormente cancelados.

Relatos indicam que partes de Taipé, a capital taiwanesa, ficaram sem energia elétrica, e a imprensa local divulgou imagens de destruição em Hualien, no sul do país, onde prédios tombaram e há relatos de pessoas aprisionadas sob os escombros. Na China, o terremoto foi sentido fortemente, especialmente na província de Fujian, provocando alarme entre a população.

Em meio ao caos, testemunhos nas redes sociais mostraram o pânico da população, com vídeos capturando o momento em que estruturas balançavam perigosamente. Um dos vídeos mostra o desespero de testemunhas ao verem um deslizamento de terra, enquanto outro registra a interrupção de uma transmissão televisiva ao vivo devido à tremedeira causada pelo sismo.

Estudantes brasileiros em Taiwan relataram a experiência aterradora. Uma estudante, que estava a caminho da faculdade, contou que não sentiu o primeiro abalo, mas foi surpreendida pelos tremores subsequentes. A Universidade Normal de Taiwan, onde ela estuda, fechou suas portas e cancelou as aulas em resposta à emergência.

O diplomata brasileiro Miguel Magalhães descreveu o terremoto como apavorante, destacando a intensidade da experiência para quem vive em andares altos de edifícios. Segundo ele, a comunidade brasileira na ilha manteve-se segura, sem relatos de feridos ou mortos.

O impacto do terremoto não se limitou aos danos humanos e estruturais. A TSMC, gigante na produção de semicondutores em Taiwan, suspendeu operações em várias de suas fábricas.

A região afetada, conhecida como “Círculo de Fogo” do Pacífico, é notória por sua alta atividade sísmica. Este evento mostra a vulnerabilidade de áreas densamente povoadas e industrializadas a desastres naturais, colocando em evidência a importância da preparação e resposta rápida a emergências.

Esportes

Flamengo na Libertadores: Tite faz mudanças de última hora na escalação

24.04.2024 21:30 3 minutos de leitura
Visualizar

O cinismo de André Janones sobre rachadinha

Visualizar

PC-RJ indicia suspeitos por assassinato de advogado a queima roupa

Visualizar

20 toneladas de queijo sao apreendidas em Minas Gerais

Visualizar

Ludmilla ganha relógio de luxo de Brunna no aniversário de 29 Anos

Visualizar

Botafogo na Libertadores: com lesão, Tiquinho deixa o campo com apenas 7 minutos

Visualizar

< Notícia Anterior

Cinco Minutos: Dirceu está de volta

03.04.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Energia limpa: Brasil propõe lei de incentivo para energia renovável

03.04.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Alexandre Borges

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Reino Unido e Alemanha assinam acordo de defesa

Reino Unido e Alemanha assinam acordo de defesa

24.04.2024 20:46 4 minutos de leitura
Visualizar notícia
Coreia do Norte amplia força militar desafiando EUA

Coreia do Norte amplia força militar desafiando EUA

24.04.2024 20:14 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
CEO do TikTok espera derrubar proibição dos EUA

CEO do TikTok espera derrubar proibição dos EUA

24.04.2024 19:52 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Meta enfrenta queda de ações após apostar pesado em IA

Meta enfrenta queda de ações após apostar pesado em IA

24.04.2024 19:42 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.