Suprema Corte dos EUA vai decidir sobre inelegibilidade de Trump Suprema Corte dos EUA vai decidir sobre inelegibilidade de Trump
O Antagonista

Suprema Corte dos EUA vai decidir sobre inelegibilidade de Trump

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 05.01.2024 19:35 comentários
Mundo

Suprema Corte dos EUA vai decidir sobre inelegibilidade de Trump

A Suprema Corte dos Estado Unidos concordou em analisar a questão da inelegibilidade do ex-presidente Donald Trump para as eleições primárias republicanas do estado do Colorado. A decisão será tomada no dia 8 de fevereiro e pode ter um impacto significativo nas eleições presidenciais deste ano...

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 05.01.2024 19:35 comentários 0
Suprema Corte dos EUA vai decidir sobre inelegibilidade de Trump
Foto: Shealah Craighead/The White House

A Suprema Corte dos Estados Unidos anunciou, nesta sexta-feira, 5, que irá revisar a decisão da Suprema Corte do Colorado que tornou o ex-presidente Donald Trump inelegível para futuras eleições no estado. O tribunal agendou as sustentações orais para o dia 8 de fevereiro.

Essa decisão coloca os nove juízes no meio dos conflitos das eleições presidenciais de 2024, à medida que as primeiras disputas das eleições primárias se aproximam. Além disso, representa o envolvimento mais significativo do tribunal em uma corrida presidencial desde o histórico caso Bush x Gore, há 23 anos.

A resolução da Suprema Corte do Colorado, emitida no mês passado, praticamente obrigou os juízes federais a assumirem o caso e resolverem a controversa questão sobre a elegibilidade de Trump.

Embora a decisão do Colorado tenha validade apenas para esse estado, tribunais de outros estados também estão analisando contestações à elegibilidade de Trump. Nenhum desses casos avançou tanto quanto o do Colorado.

Na semana passada, a secretária de Estado do Maine impediu Trump de participar das eleições primárias do estado em 2024, e a equipe do ex-presidente recorreu da decisão no tribunal estadual na terça-feira.

O caso também pode ser decidido em breve pela Suprema Corte do Oregon, onde há uma tentativa de tornar Trump inelegível devido ao seu papel na insurreição de 6 de janeiro de 2021, o ataque ao Capitólio. Isso destaca a necessidade urgente de os juízes em Washington agirem rapidamente no caso do Colorado.

A decisão do Colorado está suspensa até que a Suprema Corte dos EUA se pronuncie, e o principal funcionário eleitoral do estado tem até esta sexta-feira para certificar as votações primárias.

Caso os juízes concluam que Trump é inelegível para cargos públicos antes das primárias do Colorado, que ocorrerão em 5 de março, quaisquer votos dados a seu favor não serão contabilizados.

Na quarta-feira, 3, Trump recorreu da decisão do Colorado à Suprema Corte dos EUA, uma semana depois de o Partido Republicano do estado também solicitar aos juízes que ouvissem o caso. A decisão por 4 votos a 3 no mês passado ressaltou que Trump é constitucionalmente inelegível para concorrer em 2024, devido à proibição da 14ª Emenda de que insurgentes ocupem cargos públicos.

A equipe de advogados do ex-presidente argumentou em sua petição ao tribunal que essa decisão não está correta dentro do nosso sistema de “governo do povo, pelo povo e para o povo”.

Eles afirmaram que a Suprema Corte do Colorado errou ao descrever o papel de Trump nos eventos de 6 de janeiro de 2021, enfatizando que não se tratou de uma “insurreição” e que o presidente não se envolveu de forma alguma em tal ato.

Brasil

Bolsa Família 2024: Evite suspensões atualizando seu cadastro

24.05.2024 19:30 3 minutos de leitura
Visualizar

Megaoperação em SP apreende 85 mil vapes

Visualizar

John Textor planeja vender o time Crystal Palace

Visualizar

Prefeitura de Porto Alegre arranca comporta e usa sacos de areia para barrar enchente

Visualizar

INSS e sindicato unem forças: Novas mudanças para bancários

Visualizar

Deslizamento catastrófico em Papua-Nova Guiné

Visualizar

Tags relacionadas

Colorado Donald Trump inelegibilidade Maine Suprema Corte dos EUA
< Notícia Anterior

Gilmar responsabiliza Bolsonaro por 8 de janeiro

05.01.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Febraban: Crescimento da Carteira de Crédito Sobe para 8,5% em 2024

05.01.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Deslizamento catastrófico em Papua-Nova Guiné

Deslizamento catastrófico em Papua-Nova Guiné

24.05.2024 18:59 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
EUA restringem importação da Austrália por gripe aviária

EUA restringem importação da Austrália por gripe aviária

24.05.2024 18:39 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Coreia do Sul e Japão sancionam Rússia e Coreia do Norte

Coreia do Sul e Japão sancionam Rússia e Coreia do Norte

24.05.2024 18:33 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Entenda a exclusão de Taiwan na reunião da OMS

Entenda a exclusão de Taiwan na reunião da OMS

24.05.2024 18:23 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.