Rússia propõe expandir fronteiras marítimas e gera tensão no báltico Rússia propõe expandir fronteiras marítimas e gera tensão no báltico
O Antagonista

Rússia propõe expandir fronteiras marítimas e gera tensão no báltico

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 22.05.2024 12:48 comentários
Mundo

Rússia propõe expandir fronteiras marítimas e gera tensão no báltico

Descubra como a Rússia pretende revisar as fronteiras marítimas no Báltico e as reações internacionais que isso provocou.

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 22.05.2024 12:48 comentários 0
Rússia propõe expandir fronteiras marítimas e gera tensão no báltico
Fonte: Sputnik/Gavriil Grigorov/Kremlin via Reuters

Recentemente, uma proposta do Ministério da Defesa russo trouxe à tona a intenção de revisar as fronteiras marítimas no Mar Báltico. Este movimento, que se deu em um contexto de relações já tensionadas, gerou reações imediatas e preocupadas de países vizinhos e membros da OTAN, como Finlândia, Suécia, Lituânia e Estônia.

Qual é a proposta russa para as fronteiras marítimas no Báltico?

Em um documento preliminar datado de 21 de maio, o Ministério da Defesa da Rússia apontou para uma possível realinhação das fronteiras marítimas ao redor de ilhas no segmento oriental do Golfo da Finlândia e próximo a Kaliningrado. Se implementadas, essas mudanças poderiam alterar significativamente a dinâmica regional, afetando diretamente os estados costeiros.

Reação Internacional à Proposta de Revisão de Fronteiras

O anúncio não deixou claro como ou quando as alterações seriam efetivadas, ou se havia sido realizada alguma consulta aos países adjacentes ao Mar Báltico. Isso levou a declarações rápidas e firmes de líderes dos países vizinhos, ressaltando que a decisão unilateral da Rússia sobre fronteiras é inaceitável.

  • Ulf Kristersson, Primeiro-ministro sueco: “A Rússia não pode decidir unilateralmente sobre novas fronteiras”.
  • Alexander Stubb, Presidente da Finlândia: “A Finlândia mantém a calma e se baseia em fatos”.
  • Gabrielius Landsbergis, Ministro das Relações Exteriores da Lituânia: Classificou a proposta como uma “escalada óbvia” contra a OTAN e a União Europeia, necessitando uma resposta firme.
  • Margus Tsahkna, Ministro das Relações Exteriores da Estônia: Sugeriu que o relato poderia ser uma tentativa de semear confusão.

Por que a Rússia quer ajustar suas fronteiras no Mar Báltico?

Segundo o comunicado do Ministério da Defesa, a necessidade de ajuste baseia-se em dados de cartas náuticas da metade do século 20, que foram usadas na demarcação soviética de 1985 e que agora parecem desatualizadas. O governo russo afirma que não há motivações políticas por trás disso, mas apenas questões de precisão e segurança.

Ainda assim, o timing e a falta de comunicação clara com os países vizinhos chamam a atenção. O porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, enfatiza que, embora não haja motivação política, a situação requer diálogo devido ao alto nível de confronto regional. O Ministério da Defesa, porém, não respondeu a um pedido de comentário sobre quando pretende dialogar sobre esta revisão.

As mudanças nas fronteiras marítimas representam mais do que simples ajustes técnicos; elas têm o potencial de redefinir relações internacionais e estruturas de segurança regional. Por esta razão, é crucial que haja um diálogo aberto e transparente entre todas as partes envolvidas para garantir que qualquer ação seja conduzida de maneira justa e pacífica.

Mundo

Amazon estaria com dificuldade de melhorar a Alexa

16.06.2024 16:00 3 minutos de leitura
Visualizar

Justiça mantém presidente do Solidariedade na prisão

Visualizar

Crusoé: como Ramaphosa conseguiu se manter no poder

Visualizar

Aviação executiva tem crescimento exponencial no Brasil

Visualizar

CRICIÚMA X BAHIA: confira os horários e onde assistir ao jogo do Brasileirão

Visualizar

Pelo menos 20 mil pessoas foram resgatadas no Rio Grande do Sul

Visualizar

Tags relacionadas

Báltico fronteiras marítimas Rússia
< Notícia Anterior

Preso novo Marcinho VP em Porto Seguro

22.05.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Crusoé: "Os boatos sobre minha cassação eram exagerados", diz Moro

22.05.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Amazon estaria com dificuldade de melhorar a Alexa

Amazon estaria com dificuldade de melhorar a Alexa

16.06.2024 16:00 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Crusoé: como Ramaphosa conseguiu se manter no poder

Crusoé: como Ramaphosa conseguiu se manter no poder

16.06.2024 15:38 1 minuto de leitura
Visualizar notícia
Abraços ajudam a diminuir hormônio do estresse

Abraços ajudam a diminuir hormônio do estresse

16.06.2024 15:00 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Homens comem mais carne do que mulheres

Homens comem mais carne do que mulheres

16.06.2024 14:45 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.