O Antagonista

Primeiro-ministro francês anuncia que entregará cargo

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 07.07.2024 17:09 comentários
Mundo

Primeiro-ministro francês anuncia que entregará cargo

Aliado de Macron, Gabriel Attal reconheceu que seu bloco não obteve maioria nas eleições legislativas da França

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 07.07.2024 17:09 comentários 0
Primeiro-ministro francês anuncia que entregará cargo
Reprodução/ X

O primeiro-ministro francês, Gabriel Attal (foto), anunciou que apresentará o pedido de renúncia do cargo nesta segunda-feira, 8 de julho. Em discurso, ele reconheceu que seu bloco “não obteve maioria nesta noite”.

Aliado do presidente Emmanuel Macron, o premiê afirmou que continuará a desempenhar suas funções “pelo tempo que for preciso”.

Disse ainda que o parlamento francês estará mais forte depois das eleições legislativas e que nenhuma maioria poderá ser formada por “partidos extremistas” na França.

“Está noite, a formação política que eu representei nessa campanha, embora tenha realizado um escore três vezes superior ao que foi previsto na última semana, não dispõe de uma maioria. Assim, fiel à tradição republicana e conforme meus princípios, apresentarei amanhã de manhã minha demissão ao presidente da República.”

A coalizão de esquerda Nova Frente Popular (NFP) tornou-se o maior bloco parlamentar no país, com cerca de 184 assentos, seguido pela coalizão de Macron, com cerca de 156 cadeiras, e pela antes favorita Rassemblement National (RN), de Marine Le Pen, com até 141 deputados, segundo o instituto Ipsos.

O extremista Jean-Luc Mélenchon, líder do partido França Insubmissa, maior integrante da aliança de esquerda Nova Frente Popular, afirmou mais cedo, após os resultados das primeiras projeções das eleições legislativas na França, que Macron “tem de se curvar e aceitar a derrota”.

“Conseguimos um resultado que nos disseram ser impossível. É um grande alívio para uma grande parte do país”, disse.

E acrescentou: “Nenhum acordo seria aceitável. A derrota do presidente da República e da sua coligação está claramente confirmada. […] O primeiro-ministro tem de sair. O presidente deve convocar a Nova Frente Popular para governar.”

Mais Lidas

1

TSE vai endossar farsa eleitoral de Maduro por Lula?

Visualizar notícia
2

É tudo culpa da Casa Civil

Visualizar notícia
3

Inspirado por Biden, Datena ensaia ‘datenar’

Visualizar notícia
4

"Democratas colhem o que plantaram"

Visualizar notícia
5

Se a ideologia woke fosse uma pessoa, seria Kamala Harris

Visualizar notícia
6

Kamala Harris recusa convite para presidir sessão com Netanyahu

Visualizar notícia
7

Censura na EBC na mira da Câmara

Visualizar notícia
8

Atletas zombam da falta de conforto na Vila Olímpica

Visualizar notícia
9

Luiz Inácio “biruta de aeroporto” da Silva

Visualizar notícia
10

Celso Amorim é mais que “observador” da farsa eleitoral de Maduro

Visualizar notícia

< Notícia Anterior

Marine Le Pen: “Nossa vitória foi apenas adiada”

07.07.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Sérgio Reis se recupera após procedimento cardíaco

07.07.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

O Antagonista é um dos principais sites jornalísticos de informação e análise sobre política do Brasil. Sua equipe é composta por jornalistas profissionais, empenhados na divulgação de fatos de interesse público devidamente verificados e no combate às fake news.

Suas redes

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Sobrenomes que podem pedir cidadania italiana

Sobrenomes que podem pedir cidadania italiana

23.07.2024 10:17 4 minutos de leitura
Visualizar notícia
Tudo o que você queria saber sobre as Olimpíadas Paris 2024

Tudo o que você queria saber sobre as Olimpíadas Paris 2024

23.07.2024 10:02 6 minutos de leitura
Visualizar notícia
"Mahmoud Abbas abraça os assassinos e estupradores do Hamas"

"Mahmoud Abbas abraça os assassinos e estupradores do Hamas"

23.07.2024 09:36 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
21 de julho foi o dia mais quente da Europa

21 de julho foi o dia mais quente da Europa

23.07.2024 09:12 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.