O Antagonista

Novo problema no avião da Boeing 737 Max

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 05.02.2024 10:27 comentários
Mundo

Novo problema no avião da Boeing 737 Max

Empresa fornecedora da Boeing, notificou a fabricante de aviões sobre a má perfuração de dois furos nas fuselagens dos jatos

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 05.02.2024 10:27 comentários 2
Novo problema no avião da Boeing 737 Max
Aeronave da Boeing 737 max

A Boeing divulgou a descoberta de um novo problema na produção dos jatos 737 Max. Segundo Stan Deal, chefe da unidade de aeronaves comerciais da empresa, um funcionário da Spirit AeroSystems, fornecedora da Boeing, notificou a fabricante de aviões sobre a má perfuração de dois furos nas fuselagens dos jatos.

50 aviões que ainda não foram entregues vão passar por retrabalho para corrigir o defeito. Essa nova falha na produção é mais um golpe para a reputação da Boeing, que vem sofrendo abalos nos últimos cinco anos.

Problemas da Boeing

No mês passado, durante um voo do 737 Max 9 da Alaska Airlines, um plugue de uma porta estourou, causando um buraco na lateral do avião.

A causa exata desse incidente ainda é investigada, mas o CEO da Boeing, David Calhoun, assumiu a responsabilidade pelo ocorrido e afirmou que a empresa precisa ser melhor em evitar esse tipo de falha.

Diante desse novo problema na produção dos jatos 737 Max, a fábrica da Boeing em Renton, Washington, dedicará vários dias nesta semana para realizar os reparos necessários.

Essa falha na produção dos jatos Max faz parte de uma preocupação maior com problemas de qualidade enfrentados pela Boeing nos últimos anos. A empresa tem se apoiado cada vez mais em fornecedores para a montagem de peças essenciais das aeronaves, como é o caso da Spirit AeroSystems, responsável pela construção das fuselagens dos jatos 737 Max.

Segundo a CNN, o chefe de aeronaves comerciais da Boeing reconheceu que também há problemas com aviões nas próprias instalações de produção da empresa.

Boeing perde bilhões de dólares

Essas falhas na produção e suspensões nas entregas têm causado problemas para os clientes das companhias aéreas, resultando em perdas financeiras contínuas para a Boeing.

No ano passado, a empresa teve um prejuízo de US$ 2,2 bilhões e acumulou uma perda total de US$ 26,7 bilhões nos últimos cinco anos.

Como consequência desses problemas, dois grandes clientes da Boeing, United Airlines e Southwest Airlines, cancelaram seus pedidos de novas versões do 737 Max. A Administração Federal de Aviação dos Estados Unidos ainda não aprovou esses aviões para transportar passageiros.

O incidente no voo da Alaska Air foi o ponto crucial para a decisão da United Airlines em interromper os planos de receber o Max 10 ainda este ano. Essa nova falha na produção dos jatos 737 Max só aumenta os desafios enfrentados pela Boeing após as duas tragédias ocorridas em 2018 e 2019, que resultaram na paralisação da aeronave por 20 meses.

Brasil

Cerrado perdeu área equivalente ao município de Maceió

29.02.2024 18:03 3 minutos de leitura
Visualizar

Papo Antagonista: Os entusiastas do terrorismo

Visualizar

Avião com faixa da LDU provoca o Fluminense antes da decisão da Recopa

Visualizar

Brasil passa de 1 milhão de casos de dengue em 2024

Visualizar

Compromisso democrático, diz União Brasil após eleição de Rueda

Júlia Schiaffarino Visualizar

Fernando participa do primeiro treino com o Inter! Veja

Visualizar

Tags relacionadas

737 MAX Boeing economia
< Notícia Anterior

Lula deixou a área social em segundo plano

05.02.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Quem será o substituto de Bolsonaro em 2026?

05.02.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (2)

Angelo Sanchez

2024-02-07 17:50:55

Está muito difícil viajar de avião, a Boeing é a maior fornecedora destas aeronaves e não dá pra escolher, agora só rezando mesmo, para chegar ao destino vivo.


ADONIS SINICIO JUNIOR

2024-02-05 15:31:45

A Boeing deveria contratar um benzedor e demitir seus engenheiros.


Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Crusoé: ex-líder catalão é alvo no Supremo da Espanha por terrorismo

Crusoé: ex-líder catalão é alvo no Supremo da Espanha por terrorismo

29.02.2024 17:22 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Protesto violento na UC Berkeley interrompe evento judaico

Protesto violento na UC Berkeley interrompe evento judaico

Alexandre Borges
29.02.2024 17:17 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Israel divulga vídeo de recuo de tanques “para evitar danos”

Israel divulga vídeo de recuo de tanques “para evitar danos”

29.02.2024 16:49 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Delta Air Lines lança voos exclusivos para visualização do último eclipse solar

Delta Air Lines lança voos exclusivos para visualização do último eclipse solar

29.02.2024 16:30 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.