Nova Zelândia avalia reforma da base na Antártica devido a problemas orçamentários Nova Zelândia avalia reforma da base na Antártica devido a problemas orçamentários
O Antagonista

Nova Zelândia avalia reforma da base na Antártica devido a problemas orçamentários

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 23.02.2024 08:27 comentários
Mundo

Nova Zelândia avalia reforma da base na Antártica devido a problemas orçamentários

Problemas orçamentários ameaçam a reforma da Base Antártica da Nova Zelândia.

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 23.02.2024 08:27 comentários 0
Nova Zelândia avalia reforma da base na Antártica devido a problemas orçamentários
Fonte: REUTERS/Lucy Craymer

Em Wellington, Nova Zelândia – 23 de Fevereiro de 2023 – A Nova Zelândia está reavaliando uma reforma proposta para sua base na Antártica após as negociações com uma empresa de construção chegarem a um impasse devido a problemas orçamentários, disse a agência governamental responsável pelas operações Antárticas do país na sexta-feira.

Antarctica New Zealand disse em um comunicado que estava olhando para outras opções, incluindo a revisão do design atual, depois de não conseguir “chegar a um acordo sobre termos comerciais com a Leighs Construction para a reforma da Base Scott”.

Os altos custos da reforma

Em 2019, a Nova Zelândia revelou suas intenções de reformar a base na Antártica, que tem várias décadas. Desde então, os custos projetados aumentaram em mais de 50%, levando o novo governo que assumiu o poder em Novembro a levantar preocupações sobre o plano atual.

O governo da coalizão liderado pelo Partido Nacional, no entanto, permanece comprometido com o projeto, com o Ministro das Relações Exteriores Winston Peters em Dezembro dizendo ao parlamento que estava nos “interesses nacionais estratégicos” da nação.

As preocupações da presença chinesa na Antártica

A Antártica, ao sul da Nova Zelândia e Austrália, está cada vez mais lotada, com a China abrindo sua quinta base de pesquisa lá em Fevereiro. Os governos ocidentais estão preocupados que o aumento da presença da China na Antártica e no Ártico possa fornecer ao Exército de Libertação Popular (PLA) melhores capacidades de vigilância.

Antarctica New Zealand disse em seu comunicado que espera que um plano de projeto revisado seja acordado até Maio de 2024.

Na quinta-feira, Peters nomeou dois novos membros para o conselho de Antárctica Nova Zelândia e disse que eles foram nomeados para garantir que o projeto fosse entregue de maneira eficaz e eficiente em termos de custos.

Brasil

Crusoé: Em MG, Zema reluta em nome do Novo à prefeitura de BH

23.04.2024 14:45 2 minutos de leitura
Visualizar

Congresso estima aumento nas despesas obrigatórias do governo

Visualizar

Lula descarta reforma ministerial

Visualizar

Palmeiras na Libertadores: foco da preparação foi a altitude de Quito

Visualizar

Quanto custará a PEC que turbina salários de juízes

Visualizar

Santos triplica números de sócios torcedores em ano de Série B

Visualizar

Tags relacionadas

base antártica Nova Zelândia reforma
< Notícia Anterior

Inscrições Abertas: Concurso Polícia Penal PR oferece salário de R$ 4.5 mil

23.02.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Tragédia em Goiás: Detalhes sobre morte do pequeno Luan Henrique

23.02.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Ditador norte-coreano posa ao lado de mísseis

Ditador norte-coreano posa ao lado de mísseis

23.04.2024 12:34 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Crusoé: Protestos em universidades dos EUA recebem críticas da política

Crusoé: Protestos em universidades dos EUA recebem críticas da política

23.04.2024 11:59 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Ucrânia busca soldados no exterior

Ucrânia busca soldados no exterior

23.04.2024 11:47 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Espanha cria fundo para vítimas de abuso na Igreja Católica

Espanha cria fundo para vítimas de abuso na Igreja Católica

23.04.2024 11:34 2 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.