Meta é processada por violações de privacidade Meta é processada por violações de privacidade
O Antagonista

Meta é processada por violações de privacidade

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 29.02.2024 07:36 comentários
Mundo

Meta é processada por violações de privacidade

Grupos de defesa ao consumidor da UE processam a Meta, antiga Facebook Inc., por supostas violações de privacidade e coleta de dados injusta.

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 29.02.2024 07:36 comentários 0
Meta é processada por violações de privacidade
Fonte: REUTERS/Yves Herman

Grupos de defesa dos consumidores de oito países da União Europeia abriram processos contra a Meta, antiga Facebook Inc. As alegações são de violações das normas de privacidade do bloco europeu, relacionadas à coleta de dados dos usuários.

Os grupos são da República Tcheca, Dinamarca, França, Grécia, Noruega, Eslováquia, Eslovênia e Espanha e as reclamações foram feitas às autoridades de proteção de dados locais. Eles argumentam que a Meta não seguia as regras do Regulamento Geral de Proteção de Dados (GDPR) sobre tratamento justo, minimização de dados e limitação de finalidade.

A Meta está violando direitos dos usuários?

De acordo com os órgãos de defesa dos consumidores, a empresa não tem base legal para a coleta e tratamento dos dados dos usuários.

“Os modelos de negócio baseados em vigilância apresentam todos os tipos de problemas sob o GDPR e é hora das autoridades interromperem o processamento injusto de dados da Meta e sua violação dos direitos fundamentais das pessoas”, disse Ursula Pachl, vice-diretora geral da Organização Europeia do Consumidor, em comunicado.

Pachl também critica o recente lançamento das assinaturas pagas e sem publicidade do Facebook e Instagram na Europa. Segundo a Meta, a medida visa cumprir novas normas de tecnologia da UE.

Opções de assinatura estão na mira da crítica

Os críticos consideram que essas assinaturas equivalem a cobrar dos usuários pela sua própria privacidade. Aqueles que não se importarem com anúncios, porém, continuam com a opção de usar o serviço gratuitamente.

“A oferta da Meta aos consumidores é enganosa e visa encobrir que, em sua essência, ela continua a ser o mesmo velho aspirador de informações sensíveis da vida das pessoas, monetizando através de seu modelo invasivo de publicidade”, disse Pachl.

Posicionamento da Meta sobre processos

A Meta afirma que suas mudanças são uma resposta a ações regulatórias e decisões judiciais. “A assinatura sem anúncios endereça os últimos desenvolvimentos regulatórios, orientações e julgamentos compartilhados pelos principais reguladores europeus e tribunais nos últimos anos”, disse um porta-voz da Meta.

“Especificamente, está em conformidade com a orientação do mais alto tribunal da Europa: em julho, o Tribunal de Justiça da União Europeia aprovou o modelo de assinatura como uma maneira das pessoas consentirem com o processamento de dados para publicidade personalizada.”

Brasil

Dengue em São Paulo: dois distritos escapam da epidemia

22.04.2024 19:09 3 minutos de leitura
Visualizar

Fifa fecha contrato bilionário

Visualizar

Você trocaria um Jair Bolsonaro por um Elon Musk?

Madeleine Lacsko Visualizar

Galvão vai a record

Visualizar

13 guardas italianos presos por tortura á jovens detidos

Visualizar

Crusoé: PT escolhe ex-PDT para concorrer à prefeitura em Fortaleza

Visualizar

Tags relacionadas

consumidores meta privacidade UE
< Notícia Anterior

COHAB Campinas: Inscrições abertas para Concurso com salários até R$ 8.238,88

29.02.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

O mistério por trás dos narigões dos macacos-narigudos e seu fascínio sexual

29.02.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Fifa fecha contrato bilionário

Fifa fecha contrato bilionário

22.04.2024 19:00 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
13 guardas italianos presos por tortura á jovens detidos

13 guardas italianos presos por tortura á jovens detidos

22.04.2024 18:34 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Crusoé: Equador recaptura líder de facção que desencadeou crise de segurança

Crusoé: Equador recaptura líder de facção que desencadeou crise de segurança

22.04.2024 18:10 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Aumenta o número de casos de abuso infantil usando Inteligência Artificial nos EUA

Aumenta o número de casos de abuso infantil usando Inteligência Artificial nos EUA

22.04.2024 17:52 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.